Home / Plantas / Que Cor é a Amora? Cor dos Frutos e Folhas da Amoreira

Que Cor é a Amora? Cor dos Frutos e Folhas da Amoreira

Originária de diversos pontos da África e da Ásia, a amora é uma das frutas naturais mais saborosas que temos à disposição. Entre muitas outras características da árvore que dá esse fruto, temos as suas cores (bem variadas). Vamos saber quais as cores de toda essa planta?

Algumas Particularidades da Amora

Sendo originária da China, a amora é um fruta que foi introduzida Brasil através de duas espécies distintas: a Morus nigra L. e a Morus alba L.. Atualmente, esses tipos se tornaram espécies bastante comuns em plantações de fundo de quintal, por exemplo, sendo pouco vistas, no entanto, sendo comercializadas por aí.

Outro nome comum dessa fruta é amora silvestre, mas estas são de uma espécie diferente das outras duas mencionadas anteriormente (a Rubus fruticosus L.). Já a chamada amora negra é bastante usada em coisas comestíveis, seja na culinária em geral, seja para a confecção de geleias, sucos e vinhos. Pelo fato dela não ter sementes, o seu processamento é mais fácil do que a de outros tipos de amoras.

Contudo, devido à sua perecibilidade em geral, as amoras precisam ser processadas imediatamente após a colheita, o que explica o fato serem uma raridade em mercados na sua forma in natura. Sem contar ainda que a colheita delas precisam ser feita com o máximo de cuidado, e cuja armazenagem precisa ser em caixas pequenas.

Tipos de Amora e suas Colorações

Há basicamente três tipos de amoras pura: a negra, a vermelha e a branca. Em primeiro lugar, vamos falar da amoreira-negra. Também chamada de amoreira-do-bicho-da-seda, esta árvore frutífera possui porte médio, medindo entre 4 e 12 metros de altura. As folhas são simples, com margens serrilhadas ou dentadas. Já as inflorescências surgem ao final de cada inverno, possuindo penas flores brancas. Os frutos dela, por sua vez, começam com um vermelho bem claro, e quanto mais amadurecidos, mais escuros ficam.

Agora, falaremos um pouco da amoreira-vermelha. Originária de continentes como a África e a Oceania, este tipo de amoreira é erroneamente atribuída como uma planta nativa do Brasil, apesar de ter se dado muito bem no nosso clima. Hoje em dia, ela pode ser encontrada tanto no nosso Cerrado, quanto na nossa Mata Atlântica. As folhas são recortadas e esverdeadas, possuindo flores brancas. Já, os frutos, como não poderia deixar de ser, são vermelhos quando estão amadurecidos.

E, por fim, temos a que chamamos de amora branca. Esta daqui, ao contrário das anteriores, que servem mais para a produção de produtos alimentícios, possui propriedades fortemente medicinais. A amoreira-branca pode chegar a 20 metros de altura, possuindo folhas grandes e esverdeadas, com flores amareladas, e frutos esbranquiçados quando estão maduros. A parte mais usada para fins medicinais são as folhas, que possuem propriedades propriedades anti-hiperglicêmicas, antioxidantes e antimicrobianas.

Propriedades das Amoras em Geral

Independente da coloração, o certo é que a amora é um dos frutos mais ricos da natureza. Esse fruto pode ser consumido tanto fresco, quanto em comidas processadas, como sobremesas e sucos. Podem ser facilmente usados para combater, por exemplo, diarreias e inflamações nas cordas vocais. E isso tudo porque ela é um fruto rico em minerais e ferro.

Fora isso, as amoras podem servir para perder peso, já que elas possuem efeito diurético, além de ser reguladora intestinal. Evidentemente que para que esse efeito possa fazer efeito, é preciso que o consumo de amoras seja feito em conjunto com a prática regular de exercícios físicos, além de uma alimentação devidamente equilibrada.

Também é possível usar esse fruto para normalizar a pressão arterial, além de melhorar as taxas de colesterol, o que acaba por diminuir os riscos de problemas cardíacos. De um modo geral, as propriedades das amoras também se ampliam a controlar a glicose, prevenir a artrose, osteoporose, além de estimular a memória.

O modo de usar, na maior parte das vezes, é através de chás através das folhas. Nesse caso, basta usar 1 colher de folhas secas de qualquer amoreira para cada xícara de água fervente. Depois de juntar os dois, basta deixar descansar por cerca de 10 minutos. Depois de coar a mistura, basta tomar 2 xícaras desse chá ao dia. Também dá pra usar essa bebida para colocar nas feridas, a fim de cicatrizá-las com mais facilidade.

Outra forma de consumir a amora para aproveitar suas boas propriedades é através de sucos. Nesse caso, basta usar 100 g de amora para xícara de água. Logo após lavar as frutas, basta batê-las no liquidificador com a água, e depois, tomar o suco, sem coar.

Algumas Curiosidades em Relação à Amora

Apesar de ser uma ótima pedida in natura, a amora praticamente não é vendida ao natural em feiras e supermercados por aí, e por um motivo bem simples: ela é facilmente perecível, devendo ser consumida imediatamente após colhida, ou, alguns poucos dias depois. Por isso que é bem mais fácil encontrar a amora em forma de produtos diversos, como geleias, por exemplo.

Doce de Amora
Doce de Amora

Por ter um teor um pouco elevado de açúcar, as amoras em geral são excelentes para a fabricação de produtos, como é o caso de xaropes e licores. O xarope medicinal da amora, por sinal, já foi bastante usado para tratamentos caseiros no combate à faringite e a inflamações na boca e no aparelho digestivo.

Na verdade, tanto a amoreira em si, quanto algumas espécies de plantas medicinais que são chamadas de “silvas” produzem frutos que chamamos de amoras. Só lembrando, inclusive, que as amoras brancas não são comestíveis, sendo mais usadas para fins medicinais, além de serem usadas para alimentarem animais em fazendas.

Diversos arbustos que pertencem ao gênero Rubus, e que são bem comuns aqui no Brasil, são chamados de maneira indiscriminada de amoreiras (neste caso, amoreiras-do-mato ou amoreiras-bravas). Um bom exemplo disso é a planta R. rosaefolius presente nos estados do Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais, ou mesmo da R. imperialis, uma espécie nativa do Rio Grande do Sul, e que também recebe o nome popular de amoreira.

Pé de Amora
Pé de Amora

Como se vê, independente da cor, a amoreira é um arbusto frutífero que muitas curiosidades.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *