Home / Plantas / Qual Planta Serve Para Inflamação?

Qual Planta Serve Para Inflamação?

As plantas são usadas, desde muito tempo atrás, para curar diversos problemas de saúde. Assim, há uma planta que funciona para o tratamento de cada possível doença, ainda que a planta em questão não seja capaz de curar por completo o problema – porém, ela certamente poderá diminuir a intensidade do mesmo.

Em alguns casos, as pessoas chegam a juntar chás de diferentes plantas para lidar com algum problema de saúde, já que a união de chás medicinais é uma forma muito interessante e criativa de fornecer curas. Nesse sentido, um dos mais graves desafios para a humanidade é resolver a questão da inflamação. Ela acontece quando há um extravasamento de plasma sanguíneo em determinada parte do corpo, mas pode ser complicado se livrar de uma.

Portanto, uma inflamação pode ser bastante dolorosa e quase sempre gera inchaço, sendo essa a forma mais simples de descobrir o problema. Porém, há plantas que servem muito bem para curar a inflamação, sobretudo em forma de chá. Se você quer saber mais sobre a ação das plantas contra as inflamações que podem acontecer no corpo, veja abaixo algumas das principais culturas quando se trata de efeito anti-inflamatório.

Manjericão

O manjericão é uma grande opção quando se trata de acabar com as inflamações pelo corpo. Com origem na África e na Ásia, o manjericão é usado como remédio há milhares de anos, pelo menos desde a Grécia Antiga. A erva, que atualmente serve como tempero para a produção de alguns pratos, diminui o inchaço gerado pela inflamação e possui efeito muito semelhante àquele visto nos remédios anti-inflamatórios.

Porém, a grande diferença é que o manjericão é uma solução natural para a resolução do problema, o que faz dessa erva muito mais poderosa e saudável. O manjericão, assim, possui cálcio, ferro, ômega-3 e vitamina A. Há algumas contraindicações para o uso do manjericão, então é importante estar atento a quem não pode ingerir a erva.

Manjericão

No caso, gestantes e lactantes não devem consumir o manjericão, pois não se sabe ao certo qual é o efeito desse remédio natural para os bebês. Além disso, crianças com menos de 12 anos não podem consumir o manjericão, pois é possível que a erva afete negativamente a formação física e cerebral das crianças. Em todo caso, o manjericão é uma grande alternativa para acabar com dores e inflamações, sobretudo na região das costas e do estômago.

Malva

A malva não é muito conhecida por todo o Brasil, mas é bastante popular na região Sul e, assim, se mostra muito boa quando se trata de acabar com alguns tipos de infecções. No caso, a malva é altamente eficiente contra os problemas bucais, como a popular gengivite.

O grande diferencial da malva em relação a outras curas naturais é que seu efeito já foi comprovado de forma científica. Isso por algumas pesquisas da Universidade Federal do Paraná puderam comprovar, após muitos testes, que a malva realmente diminuir a dor e o inchaço na boca. Isso acontece porque a malva diminui o número de moléculas que causam a infecção, protegendo a saúde bucal.

O chá de malva deve ser usado várias vezes ao dia, se possível mais de três, mas nunca acima de seis. Em todo caso, a produção do chá de malva não é muito complicada, além de ser possível comprar o chá em farmácias e supermercados do Brasil. Para fazer esse chá, o indicado é amassar as flores e as folhas da planta, já que ali estão os nutrientes que funcionam tão bem. Uma vez que a bebida esteja pronta, você poderá usá-la como enxaguante bucal e até mesmo consumi-la.

Gengibre

O gengibre é muito conhecido por acelerar o metabolismo humano, sendo uma boa opção para quem deseja perder peso ou ganhar massa muscular magra. Contudo, o que muitos não sabem é que o gengibre também se mostra eficiente para quem deseja acabar com as inflamações pelo corpo, algo tão prejudicial e incômodo.

Isso acontece porque o gengibre atua junto às terminações nervosas, levando à diminuição do inchaço em poucos dias. O mais natural é consumir o gengibre a partir do chá, que pode ser comprado em supermercados ou pode ser feito em casa. O gengibre é muito indicado, dessa forma, para quem possui dores no joelho ou nas juntas. Porém, como todo remédio natural, esse também possui algumas contraindicações.

Gengibre

Assim, não se deve ingerir o gengibre se você for gestante ou estiver em fase de amamentação. Isso se deve ao fato de os efeitos do gengibre nos bebês serem ainda desconhecidos, já que é complicado realizar testes. Pessoas que possuem pedra na vesícula ou que tomam remédios anticoagulantes também não devem consumir o gengibre, nem em forma de chá. Portanto, se esse for o seu caso, busque uma outra solução natural para acabar com os inchaços, já que existem muitas.

Chá-Verde

O chá-verde é um tipo de bebida feito a partir da planta Camellia sinensis. Esse tipo de chá é bastante comum em todo o mundo e se mostra eficiente para acelerar o metabolismo, o que eu torna as reações do corpo muito mais velozes e ajuda no emagrecimento. Todavia, o chá-verde também é muito bom quando se trata de acabar com as inflamações do corpo. Isso porque o chá possui fortes efeitos anti-inflamatórios, já que possui polifenóis em larga escala.

Entre esses polifenóis é possível citar a catequina, substância que possui 200 vezes o efeito antioxidante da vitamina E. Portanto, o chá-verde é uma grande opção também para quem deseja fortalecer as células do corpo. O chá pode ser consumido várias vezes ao dia, então é uma boa opção para quem deseja ingerir mais líquidos.

Você pode, por exemplo, trocar parte da água que bebe diariamente pelo chá-verde. Se você for preparar o chá-verde em casa, é recomendado deixar as folhas da Camellia de 3 a 5 minutos em água fervente, para que todos os nutrientes da planta possam ser passados para a bebida. Ademais, tenha em mente que o verdadeiro chá-verde só pode ser feito a partir da Camellia, pois existem muitas outras cópias pelo mundo.

Veja também

Frutas que Começam com a Letra H: Nome e Características

As frutas são alimentos extremamente populares. Variam entre os sabores adocicado, cítrico, travoso e amargo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *