Home / Plantas / Qual o Significado do Romã? Quanto Custa o Quilo?

Qual o Significado do Romã? Quanto Custa o Quilo?

Além de ser uma fruta deliciosa e nutritiva, a romã também é cheia de significados. Neste artigo, saiba algumas curiosidades a respeito da romã.

Diversas religiões consideram a romã uma fruta sagrada e atribuíram muitos significados a ela. Escritos sagrados mencionam a romã, prestam homenagem à beleza e ao sabor da fruta e a consideram um símbolo da prosperidade e fertilidade.

Além de ser utilizada em rituais e fazer parte de diversas tradições, a romã também é consumida em boa parte do mundo, seja como fruta ou matéria prima de remédios, xaropes e sucos. Devido aos variados benefícios que oferece à saúde, a romã, além de ser cultivada em grande escala por produtores rurais, também está presente em muitos quintais, jardins e pequenas plantações.

Romã: Significado

A mitologia grega considerava esse fruto um símbolo de vida e renascimento. Já para os zoroastrianos, a romã era um símbolo sagrado e respeitado nas cerimônias e rituais de adoração, relacionado à imortalidade da alma e à perfeição da natureza. Já na mitologia iraniana, Esfandiyar teria se tornado um herói invencível depois de ter comido romã.

Como a romãzeira mantém sua beleza e vitalidade ao longo das estações do ano, para muitos ela pode representar a imortalidade. Já suas muitas sementes são símbolo de prosperidade.

O budismo, o cristianismo, o islamismo e o judaísmo também relacionam a romã com seus conceitos, crenças e rituais. Em várias partes do mundo, o romã está ligado a tradições de casamento, Ano Novo e prosperidade nos negócios.

Romã: Características

A romã é originária do Irã e do Himalaia, sendo cultivada desde os tempos antigos em toda a região mediterrânea da Ásia, África e Europa. As principais regiões de cultivo estão localizadas no Egito, China, Afeganistão, Irã, Iraque, Índia, Arábia Saudita, entre outros países.

A romãzeira, árvore de romã, tem tronco acinzentado e ramos avermelhados. Ela pode chegar aos 5 m de altura, mas mantém o belo formato de pequena árvore. A romãzeira se adapta aos climas temperado, tropical, subtropical e mediterrâneo.

A parte comestível do interior da romã é composta por muitas sementes pequenas, inchadas e suculentas, revestidas de uma película rosada. As sementes apresentam gosto refrescante, agradável e levemente ácido.

Romã no Pé
Romã no Pé

174 g (1 xícara de sementes de romã) possui aproximadamente 144 calorias, sendo uma fruta com baixo valor calórico, 32 g de carboidratos, 6 g de fibras, 2g de proteína, 2 g de gorduras e as seguintes vitaminas:

  • Vitamina K: vitamina que permite a ativação de enzimas relacionadas à coagulação do sangue e participa na criação da matriz óssea.
  • Vitamina C: vitamina que atua como antioxidante, combatendo radicais livres potencialmente nocivos, e participa na síntese de colágeno.
  • Vitamina B9: vitamina que atua na produção de DNA e RNA e na metabolismo de aminoácidos.

Além disso, a romã possui potássio – um mineral essencial em inúmeros processos do corpo humano, incluindo o funcionamento saudável do sistema nervoso e a contração do coração e dos músculos – e manganês, um elemento relevante no bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso. Os antioxidantes chamados de polifenóis – taninos, flavonóides e antocianina –  presentes também na casca de romã ajudam a proteger o corpo de inflamações.

As raízes, as flores, as folhas e os frutos da romãzeira podem ser utilizados para uma grande variedade de receitas e medicamentos caseiros conhecidos por suas propriedades no tratamento de cólicas intestinais, diarreia, dores de garganta, furúnculos e verminoses.

O maior perigo conhecido relacionado à ingestão de romãs está nos problemas digestivos que a fruta pode causar em cães em decorrência dos taninos e ácidos presentes. Para o consumo humano, a romã parece não causar efeitos adversos.

O romã também pode ser utilizado para diminuir a oleosidade da pele. Os resultados são provenientes de suas ricas propriedades antioxidantes. Uma das formas de obter os benefícios é por meio de uma máscara facial de romã e mel.

Mini Romã no Vaso
Mini Romã no Vaso

Para preparar a máscara, amasse algumas sementes suculentas de romã até encher 1 colher de sopa. Depois, misture com 1 colher de sopa de mel. Pegue a mistura com os dedos e espalhe pelo rosto, fazendo movimentos circulares.

Depois de deixar a máscara no rosto por 30 minutos, lave com água fria. Como ambos os ingredientes não são agressivos à pele, a máscara pode ser aplicada mais de uma vez por semana para melhores resultados.

Romã: Como Consumir

Lave a fruta e corte-a ao meio. Você pode simplesmente comer as sementes ou adicioná-las a saladas e sobremesas ou misturar com iogurtes e grãos. Há diversas possibilidades! É possível armazenar romãs inteiras em temperatura ambiente por vários dias ou conservá-las em sacos na geladeira por algumas semanas. Já as sementes podem ser guardadas em potes herméticos na geladeira por alguns dias ou ser congeladas em sacolas no freezer por vários meses.

Fazer seu próprio suco de romã pode ser bastante econômico e muito mais benéfico do que comprar bebidas industrializadas, visto que a versão caseira contará com menos conservantes, flavorizantes, aromatizantes, açúcar e sódio.

Consumo de Romã
Consumo de Romã

Para fazer o suco, use um espremedor de frutas ou aperte a fruta e separe as sementes com a ajuda de uma peneira. A bebida refrescante e deliciosa poderá ser mantida na geladeira por até 3 dias ou no freezer por até seis meses.

Romã: Como Comprar

Escolha as romãs com cores vivas, pele lisa e tamanho irregular. O tamanho irregular indica que as sementes estão inchando e se tornando mais suculentas. Quando está verde, a romã é leve e aparenta ser oca.

Já a romã madura deve ser pesada, e você deve evitar as que apresentem manchas ou partes amassadas. Arranhões na parte externa não afetam as sementes e seu sabor, mas nesse caso olhe bem para saber se não entrou algum inseto ou sujeira na fruta.

A romã pode ser encontrada in natura com preços variando entre R$ 17,00 e R$25,00 o quilo. Ela também é vendida em bandejas de 400g contendo uma ou mais romãs e custando em torno de R$ 10,00.

Gostou do artigo? continue navegando no blog para ler mais e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Veja também

Historia da Flor Gardênia, Significado e Origem da Planta

A gardênia é uma flor que todos conhecemos. É frequentemente usado em decoração e como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *