Home / Plantas / Qual a Planta Mais Venenosa do Brasil?

Qual a Planta Mais Venenosa do Brasil?

Cuidado com a planta que você toca e a que você decide comer. Alguns vegetais podem matar tanto quanto uma cobra venenosa. Existem centenas, senão milhares, de plantas venenosas no mundo, e algumas delas são mortais.

Aqui algumas das plantas mais tóxicas do Brasil, após analise dos compostos químicos e as toxinas que elas contêm, e como podem significar condenação para qualquer pessoa infeliz o suficiente para ingerir ou entrar em contato com elas:

Cicuta – Cicuta maculata é uma erva perene nativa encontrada em solos úmidos e pântanos considerada a planta mais violentamente tóxica das Américas. Os seres humanos e todas as classes de animais são suscetíveis a envenenamento e morte após a ingestão de material vegetal. O aparecimento dos sintomas geralmente é tão repentino e traumático que os tratamentos nem sempre são bem-sucedidos. Os sintomas são semelhantes em todos os casos de intoxicação: salivação, espasmos musculares, convulsões violentas, coma e morte por asfixia. A morte pode ocorrer dentro de 15 minutos a 3 horas após uma dose letal.

Cicuta
Cicuta

Copo de Leite – Zantedeschia aethiopica é uma das plantas mais icônicas e amplamente conhecidas do mundo. Todas as partes da planta são venenosas, incluindo a espiga amarela e a espiga branca ao redor. Se ingeridos, os sintomas podem incluir inchaço da língua e garganta, dor de estômago, vômitos e diarreia grave. Inchaço grave ou irritação gástrica podem se tornar fatais.

Copo de Leite
Copo de Leite

Comigo Ninguém Pode – Dieffenbachia seguine  é uma planta ornamental. Mastigar folhas ou caules causa dor imediata e inchaço na boca e na garganta. Em casos graves, a fala pode se tornar ininteligível. No passado, essas plantas eram usadas como um meio de tortura humana. Os animais de estimação da família também foram envenenados depois de mastigar o material vegetal da planta. Os efeitos são quase instantâneos, antes que o material vegetal seja realmente ingerido. Os sucos das plantas também podem causar inflamação e dermatite de contato em alguns indivíduos.

Comigo Ninguém Pode
Comigo Ninguém Pode

Pinhão Roxo – Jatropha gossypiifolia L. é uma espécie de planta conhecida por conter proteínas tóxicas para insetos, exibindo propriedades inseticidas. Os compostos tóxicos constituídos por proteínas parecem estar localizados principalmente nas folhas maduras. Estudos tem sido elaborados para identificar as proteínas e garantir que elas não sejam tóxicas para os mamíferos.

Pinhão Roxo
Pinhão Roxo

Mamona – Ricinus communis é um arbusto herbáceo ornamental, cujas sementes (e em menor grau as folhas) contêm ricina, uma proteína que é altamente tóxica em pequenas quantidades. Humanos, assim como gado, cães, cabras, cavalos, aves, coelhos, ovelhas e suínos foram envenenados após a ingestão das sementes. O revestimento da semente deve ser danificado para permitir que a água penetre no interior da semente, liberando a toxina solúvel em água ricina. A maioria dos casos relatados de intoxicação animal ocorreu no exterior, onde a semente é usada como alimento e, se tratada de maneira inadequada, causou doenças e morte. Os seres humanos que ingeriram as sementes adoeceram e morreram. A toxina foi usada para suicídio e assassinato. Duas a quatro sementes mastigadas podem causar a morte em crianças.

Mamona
Mamona

Coroa de Cristo – Euphorbia milii é uma planta ornamental de interior. A planta contém produtos químicos cáusticos e irritantes no látex. Esta planta não deve ser ingerida e nem o suco deve ser esfregado na pele ou nos olhos. Animais de estimação da família não devem poder ingerir esta planta.

Coroa de Cristo
Coroa de Cristo

Espirradeira – Nerium oleander é um arbusto ornamental interno encontrado em residências e escritórios. Esta planta é bastante tóxica se as folhas ou caules forem ingeridos. Seres humanos já morreram depois de comer carne espetada com hastes de oleandro. A ingestão de uma única folha pode ser tóxica para uma pessoa. As folhas secas permanecem tóxicas. Gado, cavalos e ovelhas foram envenenados experimentalmente. As crianças e os animais de estimação da família devem ser impedidos de ingerir folhas verdes ou secas, mastigar caules ou sugar o néctar das flores.

Espirradeira
Espirradeira

Tinhorão – Caladium bicolor é uma planta de casa que pode causar queimação e irritação nos lábios. A planta pode ser um problema para as crianças que ingerem as folhas e para os animais de estimação da família que podem morder a folhagem.

Tinhorão
Tinhorão

Estramônio -Datura stramonium é uma planta anual amplamente difundida, que contém atropina, hiosciamina e escopolamina, que pode produzir intoxicação por uma síndrome anticolinérgica grave. Os adolescentes ingerem as raízes, sementes ou toda a planta para obter seus efeitos alucinógenos e eufóricos.

Estramônio
Estramônio

Azaleia – O envenenamento grave é improvável quando pequenos pedaços de azálea ou rododendro são engolidos. Mas engolir grandes quantidades de qualquer parte da planta ou mel produzido a partir dessas plantas com flores pode causar problemas graves e incorrer em risco de vida.

Azaleia
Azaleia

Avelos – Euphorbia tirucalli é uma atraente árvore ornamental interna. A planta contém produtos químicos cáusticos e irritantes no látex, que causam reações na pele, membranas mucosas e olhos. A ingestão causa queimação e irritação da boca e estômago, acompanhada de dor e talvez diarreia. Os animais de estimação da família não devem poder ingerir a planta.

Avelos
Avelos

Costela de Adão – Monstera deliciosa é uma planta ornamental. As folhas podem causar problemas se mastigadas por seres humanos ou animais de estimação da família. Ratos experimentais morreram após serem alimentados com extratos desta planta.

Costela de Adão
Costela de Adão

Espada de São Jorge – Sansevieria trifasciata é uma planta comum de casa e escritório que quando ingerido por animais de estimação, geralmente causa sinais de danos gastrointestinais (por exemplo, baba, vômito, diarreia, etc.).

Espada de São Jorge
Espada de São Jorge

Lírio da Paz – Spathiphyllum wallisii não é tecnicamente venenoso, mas contém um composto que pode ser extremamente incômodo para animais de estimação, crianças e até um adulto se consumido. Mesmo o pólen da espadice pode causar irritação oral, se lambeu pelos e patas. O culpado é a presença de cristais de oxalato de cálcio. Estes também são chamados de couro de raposa, são afiados por agulha e disparam para fora das partes danificadas da planta. Os cristais são insolúveis e persistentes quando entram em contato com o tecido. O resultado é uma reação inflamatória, que pode ser leve a grave e acompanhada de outros sintomas.

Lírio da Paz
Lírio da Paz

Mandioca Brava – As raízes tuberosas da Manihot esculenta podem liberar quantidades tão grandes de ácido hidrociânico que o consumo sem pré-tratamento pode ser muito perigoso. São conhecidos métodos para eliminar o veneno, mas ainda existem casos de envenenamento, dos quais alguns são fatais; além disso, esses métodos geralmente reduzem o valor dos alimentos.

Mandioca Brava
Mandioca Brava

Dedaleira – Digitalis purpurea é uma planta que após a ingestão, pode causar reações tóxicas que levam a doenças graves e morte em animais e seres humanos. Vários medicamentos farmacêuticos importantes, como digital e digoxina, são derivados desta planta. Os produtos químicos aumentam a força de contração do músculo cardíaco e, portanto, são usados ​​em casos de congestão cardíaca.

Dedaleira
Dedaleira

Todas as classes de animais são suscetíveis ao envenenamento por dedaleira. No entanto, devido à natureza desagradável da planta, o envenenamento é pouco frequente, embora, quando ocorre, seja freqüentemente severo e dramático, resultando freqüentemente em morte. O envenenamento humano ocorre raramente. No entanto, foi relatado envenenamento nas crianças que comiam as flores ou bebiam água de vasos. Acidentalmente, incluir folhas de dedaleira no chá levou a envenenamento e morte.

Veja também

Qual é o Sabor da Capuchinha? Ela é Uma Flor Saborosa?

A Capuchinha é uma flor bastante usada na gastronomia. E as flores não são as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *