Home / Plantas / Qual a Origem Do Algodão? Qual a Sua Utilidade?

Qual a Origem Do Algodão? Qual a Sua Utilidade?

Amplamente usado pelas pessoas para as mais diversas finalidades, o algodão já se incorporou à nossa vida cotidiana. Mas, você sabe qual a origem desse curioso utensílio? Vamos esclarecer isso agora.

História do Algodão

Na verdade, o algodão é conhecido das pessoas desde tempos remotos, há séculos atrás. Pra se ter uma ideia, há cerca de 4.000 anos atrás, no sul da Arábia, pés de algodoeiro passaram a ser domesticados pelos pessoas, ao passo que em 4.500 a.C., os incas, no Peru, já faziam uso de algodão.

A palavra algodão também é bem antiga. Ela deriva da expressão árabe “al-quTum”, já que foi esse povo que difundiu a cultura do algodão pela Europa como um todo. Com o passar do tempo, a palavra foi sendo modificada de língua para língua, evoluindo para os vocábulos cotton (em inglês), coton (em francês), cotone (em italiano), algodón (em espanhol) e algodão (em português).

A partir do segundo século da Era Cristã que esse produto passou a ser amplamente conhecido no cinema europeu, tendo sido introduzido pelos árabes. Estes, por sinal, foram os fabricantes dos primeiro tecidos desse material, além dos primeiros papéis também com essa fibra. Quando chegou a época das Cruzadas que a Europa passou a usar amplamente o algodão.

Já no século XVIII, a partir do desenvolvimento de máquinas de fiação mais modernas, é que a tecelagem passou a ser um negócio a nível global. Nos EUA, por exemplo, o algodão passou a ser usado como cultura comercial nos estados da Carolina do Sul e da Geórgia. Aqui no Brasil, por sua vez, antes da chegada dos colonizadores, o algodão já era conhecido pelos índios, tanto é que estes dominavam bem o seu plantio.

Importância Econômica Do Algodão

Aqui no Brasil a cultura do algodão em uma das mãos tradicionais, e não é pra menos. A sua cadeia produtiva gera bilhões de dólares todos os anos, sendo o setor têxtil um dos que mais empregam no país, mesmo após as recentes modernizações tecnológicas em todos os ramos industriais.

Mas além da confecção de tecidos, o algodão também pode ser usado para produzir diversos outros produtos. É o caso de um óleo que é extraído por meio do grão que se encontra no caroço da pluma que compõe o algodoeiro. Depois de tratado, esse óleo é um produto rico em vitamina D, possuindo também tocoferol, que é um antioxidante natural. Somente uma colher desse produto já supre em umas 9 vezes a nossa necessidade  de vitamina E.

Tortas e farinhas também são feiras a partir do algodão. No caso das tortas, elas a ao obtidas por meio da extração do óleo que citamos agora a pouco, podendo ser usada na alimentação de animais. As farinhas feitas a partir dele também podem ser usadas na fabricação de rações para animais em geral, devido ao seu animais tô valor protéico.

Quais Os Tipos Mais Comuns De Algodão?

Na verdade, existem alguns tipos de algodoeiros, e que servem melhor a determinados propósitos.

Por exemplo, um dos principais é o chamado algodão egípcio, sendo o mais popular no ramo da indústria têxtil. É bastante usado na confecção de jogos de cama e também em peças íntimas, sendo considerado um produto de alto valor no mercado. Devido a qualidade dos seus fios, os tecidos fabricados a partir deles são mais macios e sedosos, o que justifica a popularidade.

Outro algodão bastante comum é  do tipo pima, que possui tanta qualidade quanto o anterior, mas que precisou passar por modificações genéticas para chegar ao nível atual. A sua utilidade é mais para produtos de cor creme, o que dá certa versatilidade à indústria.

Plantação do Algodão
Plantação do Algodão

Temos também o acala, que é um tipo de algodão mais rústico que os demais, sendo mais recomendável para a produção de vestimenta como calças e camisetas. Até mesmo porque esses produtos não precisam de uma quantidade grande fios para serem feitos.

Por fim, temos o upload, que também é chamado de anual, e que, por sua versatilidade, é um dos algodões mãos importantes para a indústria têxtil atual. Isso porque, devido à sua textura, ele pode ser usado tanto na confecção de roupas, quanto de jogos de cama, podendo ser um material acessível a todos os públicos consumidores sem ser tão caro.

E Qual O Melhor Jeito De Plantar Algodão?

A primeira coisa que se deve pensar quando se decide plantar algodão é na preparação do solo. Antes da aplicação das sementes, por exemplo, é necessário contratar especialistas para verificarem a qualidade desse solo, tentando ver se há algo que possa atrapalhar o desenvolvimento dos algodoeiros.

Já  época de cultivo também tem que ser bem pensada, pois esse é um fator que pode colocar tudo a perder. Os algodões,  de um modo geral, desenvolvem-se bem em países tropicais e similares, como o Brasil, mas em estágio inicial, o algodoeiro precisa ser plantada quando o clima estiver quente, já que chuvas atrapalham nessa fase do cultivo.

Ainda no caso da preparação do solo, duas arações devem ser suficientes para deixar a terra na medida certa.  A profundidade de cada aração deve ser de uns 30 cm. Já no caso de espaçamento,  quando menor a planta, mais cerrado deve ser esse processo.

Para a semeação em si não deve ultrapassar os 8 cm de profundidade, sem também ser menor do que 5 cm. O mais recomendado é que se deixem cair cerca de 30 a 40 sementes por metro de vala, cobrindo todas com uma fina camada de terra.

A releação é outro passo importante na plantação do algodão, e que consiste basicamente em arrancar posteriormente aquelas plantas que “sobrarem”. Após uns 10 dias de feita a releação, o ideal é aplicar nitrogênio em cobertura na terra como forma de adubação.

Depois que os algodoeiros crescerem, a colheita pode ser feita tanto mecanicamente, quanto manualmente. Esse processo tem que ser feito quando se perceber o desenvolvimento completo da plantação, e pode acontecer em qualquer época do ano, não tendo um mês ou estação específica que indica isso, apesar dos meses mais comuns para isso sejam entre outubro e novembro.

Veja também

Flores que Começam com a Letra T: Nome e Características

As flores são um dos maiores presentes que a natureza pode nos proporcionar. Elas encantam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *