Home / Plantas / Quais Nutrientes Ajudam No Crescimento Da Planta

Quais Nutrientes Ajudam No Crescimento Da Planta

Como qualquer outro ser vivo, as plantas precisam de água, alimento e luz para viver com saúde. Seu alimento é adquirido diretamente da terra, através dos minerais que ela possui. Porém, muitas vezes, a terra em que a planta cresceu pode não fornecer tudo que ela precisa, assim, para que ela consiga os nutrientes que a ajudam crescer é precisa fornecê-los através de adubos.

Nutrindo a Planta
Nutrindo a Planta

Os nutrientes são essenciais para o crescimento e desenvolvimento das plantas, assim, saber de onde tirar esses nutrientes e quais os que melhor atendem sua necessidade é extremamente importante. Por isso, vamos mostrar aqui para você quais os nutrientes que ajudam no crescimento das plantas e onde encontra-los.

Nutrientes Essenciais

As plantas são constituídas por três elementos não minerais, que são o oxigênio, o carbono e o hidrogênio, e mais 13 elementos minerais, que são classificados em dois grupos diferentes, o dos macronutrientes e dos micronutrientes.

Os macronutrientes são divididos em primários e secundários. No grupo de macronutrientes primário estão o potássio, o nitrogênio e o fosforo. Já no grupo secundário estão o magnésio, cálcio e enxofre, os quais são absorvidos em maior quantidade. No grupo de micronutrientes estão o ferro, manganês, cobre, cloro, boro, zinco e molibdênio. As plantas necessitam mais dos macronutrientes, absorvendo-os em maior quantidade do que os micronutrientes.

Os macronutrientes primários são os mais importantes e a carência deles nas plantas é identificada através de como a planta se apresenta. O nitrogênio é o nutriente principal e sua carência se manifesta através de folhas com crescimento inferior ao de outras plantas, bem como tons amarelados nas folhas. O gramado precisa e depende desse nutriente para que possa se desenvolver.

Plantas Espalhadas na Estufa
Plantas Espalhadas na Estufa

Plantas frutíferas dependem muito do potássio, que é responsável pelo desenvolvimento pleno e equilíbrio hídrico da planta. Quando está presente em poucas quantidades na planta, o crescimento desta e reduzido. Já o fósforo influencia diretamente na floração, bem como na formação e maturação dos frutos atuando na multiplicação celular da planta. Quando encontrado em pouca quantidade, as folhas da planta têm uma coloração verde azulado, com aparência mais velha. Ele é essencial para as plantas ornamentais, para que tenham uma boa floração.

Onde Encontrar Esses Nutrientes?

Geralmente, as plantas são plantadas em jardins ou vasos, e muitos ambientes acabam não sendo tão propícios para o desenvolvimento adequado da planta. Assim, é preciso adubar, oferecendo os nutrientes que as plantas mais necessitam. Desse modo, podemos oferecer a planta adubos orgânicos e inorgânicos, os quais detalhamos a seguir:

Adubos Orgânicos

Orgânicos são os adubos mais naturais, compostos por matéria orgânica animal e vegetal. Eles são livres de procedimentos químicos e são extraídos das fezes de animais, bem como de folhas, ossos e cascas. O adubo orgânico é feito através da mistura de resíduos vegetais e animais, como compostagem, torta de mamona e algodão, húmus de minhoca, farinhas de ossos, de casca de ovos e de pó de café usado. Esse material é colocado no solo e vai sendo decomposto por bactérias antes de ser absorvido pelas plantas.

Adubo Orgânico
Adubo Orgânico

O adubo orgânico é ótimo para o solo e para a planta, apesar de ser liberado e atuar de forma mais lenta. Entretanto, sendo liberado dessa forma ele possui uma ação mais longa e duradoura, atuando em todas as fases de crescimento da planta oferecendo os nutrientes necessários constantemente. Além disso, eles deixam a terra mais porosa, auxiliando na oxigenação das raízes.

Adubos Inorgânicos Ou Químicos

Os adubos químicos são feitos através de derivados do petróleo ou de extração mineral. Como apresentam uma formulação com as proporções exatas de elementos a serem fornecidos, eles possuem ação imediata e não precisam ser decompostos. Desse modo, assim que é inserido no solo a planta já começa a absorver seus nutrientes. Entretanto, sua atuação é menos duradoura quando comparada ao adubo orgânico.

Os adubos químicos são conhecidos como NPK, e contém as substâncias essenciais para toda e qualquer planta, que são o nitrogênio, potássio e fósforo. Além disso, eles podem ser vendidos em diferentes formulas, indicando a quantidade de cada nutriente que o adubo possui, assim é possível ter um maior controle do que está sendo aplicado na planta.

Dentre as principais formulações estão:

  • NPK 4-14-8, que fornece 4% de nitrogênio, 14% de fósforo e 8% de potássio. Como contém mais fósforo, é indicado para plantas que produzem frutos e flores, como laranja, limão, hibisco, azaleia, violeta e legumes. Seu uso ideal é já no início do plantio, pois ajuda no desenvolvimento da planta e na formação de suas raízes.
  • NPK 10-10-10, com 10% de cada nutriente em sua composição. Como possui as mesmas quantidades de cada nutriente, seu uso é indicado para plantas que não tem floração nem produzem frutos, como é o caso das folhagens. Entretanto, ele pode ser usado em qualquer planta, quando se percebe que está sendo preciso repor os nutrientes.
  • NPK 15-15-20, com 15% de nitrogênio, 15% de fósforo e 20% de potássio é mais indicado para hortaliças e para outras plantas que ficam na água.

Cuidados

A planta é um ser vivo, por isso é preciso de alguns cuidados para que ela cresça bem e saudável, podendo gerar frutos ou então deixar os ambientes mais bonitos.

Um deles é cuidar da frequência com a qual você aduba a planta, visto que algumas espécies precisam de mais adubação que outras. De um modo geral, a cada 2 ou 3 meses é preciso adubar, porém deve-se tomar cuidado para não exagerar. Além disso, independente do adubo a ser usado, é preciso cuidar de sua composição para que sejam fornecidos os nutrientes que a planta necessita.

Planta Verde na Sala
Planta Verde na Sala

Plantas que tem floração gastam muita energia para florir, assim precisam de um cuidado mais especial após o nascimento das flores, por isso uma adubação correta ajuda a dar um gás para seu desenvolvimento. Caso opte apenas pela adubação inorgânica, tome cuidado com as doses de nutrientes, verificando sempre nas embalagens as medidas e doses a serem utilizadas, pois em caso de doses exageradas ou muito pequenas, pode prejudicar o crescimento da planta e também da terra onde está plantada.

Saber quais os nutrientes corretos e essenciais à planta ajudará no seu bom desenvolvimento, além de permitir que você sempre tenha plantas bonitas e saudáveis.

Veja também

Frutas que Começam com a Letra H: Nome e Características

As frutas são alimentos extremamente populares. Variam entre os sabores adocicado, cítrico, travoso e amargo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *