Home / Plantas / Pitanga Lisa ou Cambui Pitanga: Fotos e Características

Pitanga Lisa ou Cambui Pitanga: Fotos e Características

Algumas plantas nativas do Brasil produzem frutos realmente deliciosos e bem característicos. Um bom exemplo disso é a pitanga lisa, ou, como também é chamada, cambuí pitanga, que falaremos mais a seguir, apresentando algumas de suas principais características, formas de cultivo, e por aí vai.

Cambuí Pitanga: Principais Características

Esse é o nome indígena dessa planta, e significa, literalmente, “galhos finos produtores de frutas com pele fina”. Há outros nomes populares pelos quais ela é conhecida, como, por exemplo, cereja do mato verdadeiro e pitanga preta.

A cambuí pitanga é um arbusto ramificado desde a base, e cujo tamanho pode alcançar os 2 ou até mesmo 4 metros de altura. Ao crescer, esse arbusto forma uma espécie de copa em forma de guarda-chuva. Já, o tronco tem formato cilíndrico, medindo aproximadamente 25 cm de diâmetro para os maiores exemplares dessa planta. A coloração desse tronco tem uma cor creme acinzentada e uma casca que se desprende em placas como se fossem folhas de papel.

Já, as folhas desse arbusto são simples, opostas e semi-perenes, o que faz com que percam 50% da folhagem ao final do inverno. A lâmina foliar, por sua vez, possui uma cor verde brilhante na parte de cima, possuindo uma forma ovada, com uma base que tanto pode ser arredondada, quanto parecida com o formato de um coração.

As suas flores são, em geral, brancas, medindo cerca de 8 mm de diâmetro quando abertas. Elas nascem nas “axilas” das folhas, em pendúculos, e tanto podem britar solitariamente ou em conjunto com, no máximo, outras 5 flores. No ápice da planta se encontra o botão floral, que é protegido por bractéolas, que são um tipo de folhas modificadas.

Por fim, temos o fruto em si, que tanto pode ser uma baga esférica ou ovoide, e que, como um dos próprios nomes populares sugere, é lisa, medindo cerca de 2,5 cm. Eles são pequenos, avermelhados, ácidos, porém, comestíveis muito saborosos.

A Plantação e o Cultivo Com Mudas

As sementes da cambui pitanga são arredondadas e esbranquiçadas. Para poderem ser plantadas para virarem mudas, precisam ser despolpadas e secas à sombra por cerca de 2 dias. Logo após, devem ser plantadas diretamente em saquinhos (em geral, de 7 por 22 cm), a, pelo menos, 2 cm de profundidade.

O composto que deve ser usado para as sementes precisa conter 50% de matéria orgânica, 20% de areia e mais 30% de terra. A germinação irá ocorrer por volta de 30 a 40 dias. As pequenas mudas podem ser formadas em local totalmente sombreado, e com cerca de 7 meses de vida, conseguirão atingir aproximadamente 25 cm de altura.

Cultivo da Cambui Pitanga

Cultivo da Cambui Pitanga
Cultivo da Cambui Pitanga

Para se fazer o cultivo da pitanga lisa, não é complicado. O crescimento dessa planta é bem rápido, e pode acontecer em qualquer lugar do país, visto que ela se adapta tanto a climas temperados, quanto tropicais, e subtropicais. A temperatura que é ideal pra essa planta gira entre 10 e 28°C. No entanto, a cambui pitanga pode resistir até a inacreditáveis -4°C.

Outra facilidade em relação ao cultivo dessa espécie é que ela pode ser plantada desde o nível da mar, até a altitudes de até 1.000 m. Inclusive, em se tratando de níveis de chuva, ela aprecia índices variados, que vão de 770 a 2.500 mm anuais, e que sejam bem distribuídos. Ela também aprecia muitos tipos de solo que seja profundos e que tenham boa retenção de umidade.

Trata-se de uma planta que consegue se sair bem tanto em terrenos arenosos localizados à beira de rios, quanto em lugares com latossolo (que é a chamada terra vermelha). O pH ideal que o solo precisa ter é entre 5,5 e 6,7, podendo ser cultivada tanto em pleno sol, com em locais onde a sombra predomina.

A frutificação se inicia entre 3 e 4 anos, mais ou menos.

Passo a Passo Para a Plantação da Cambui Pitanga

Após a retirada das mudas, a cambui pitanga deverá ser plantada com um espaçamento de 4 x 4 m entre as plantas. As covas precisarão ter dimensões de 50x50x50 cm. O preparo dessas covas, por sinal, é bem simples: é preciso reservar 30 cm de terra da superfície para ser misturada com cerca de 6 pás de esterco, 500 g de calcário e 600 g de cinzas de madeira. Após essa mistura ficar homogênea, é necessário colocar a terra novamente no buraco, deixando essa mistura assentar por cerca de 2 meses.

Plantação da Cambui Pitanga
Plantação da Cambui Pitanga

A melhor época para o plantio é entre setembro e outubro. Uma grande dica é irrigar constantemente uma vez por semana nos primeiros 2 meses. Depois desse período, o recomendado é irrigar somente quando faltar umidade na terra.

Com relação às podas, elas precisam ser feitas na formação da copa, eliminando também galhos que nascerem na base do tronco. O adubo necessita ser uma mistura de composto orgânico, que pode ser, por exemplo, 6 kg de composto orgânico, mais 30 gr de N-P-K 10-10-10. A cada ano (até o terceiro ano), o recomendado é ir dobrando a quantidade dessa mistura, e depois manter essa mesma adubação.

É bom ressaltar que a irrigação, quando feita na época da floração e da frutificação dessa planta, isso aumenta consideravelmente não somente a produtividade, mas também a qualidade das pitangas. A frutificação, por sinal, acontece entre os meses de fevereiro e maio, e os frutos da cambui pitanga podem ser consumidos in natura, ou na forma de sucos, geleias e sorvetes.

Já, a floração desse arbusto é produtora constante de néctar e pólen. Sem contar que essa planta é ótima tanto para quintais, quanto para “arborização urbana”, visto que os seus frutos atraem várias espécies de pássaros.

Floração da Cambuí Pitanga
Floração da Cambuí Pitanga

Curiosidade: Parece, Mas Não é!

A título de curiosidade, deixamos aqui uma informação interessante. Muitas pessoas podem confundir a pitanga com outra fruta que também é avermelhada, e cuja semente é arredondada e lisa. Trata-se da groselha-branca, que também é conhecida como groselha-da-índia, groselha-verde, groselha-tropical, groselha-da-bahia e pitanga-da-índia. Ele é cultivada na nossa região Nordeste, e bastante usada na produção de licores, compotas e frutas cristalizadas. Mas, atenção não é uma pitanga, muito menos, uma cambuí pitanga.

Quando as sementes da  groselha-branca são cozinhadas, elas adquirem um tom vermelho que realmente pode confundir, mas, agora você já sabe que não se trata de uma pitanga verdadeira.

Veja também

Árvore de Syringa Lilas

Syringa Lilas: Reino, Classe, Ordem, Família e Gênero

As flores ocorrem na primavera, cada uma com cerca de 1 cm de diâmetro, branco, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *