Home / Plantas / Pessegueiro Características: Raiz, Folhas, Tronco, Frutos e Flores

Pessegueiro Características: Raiz, Folhas, Tronco, Frutos e Flores

Você conseguiria definir detalhadamente tudo que permeia o cultivo de um pessegueiro? Algumas dicas poderão lhe esclarecer uma série de detalhes sobre esse aspecto, sabia?

Primeiramente, é importante evidenciar que Pessegueiro é o nome mais comum atribuído aos elementos existentes da chamada Prunus pérsica, que é pertencente ao gênero Prunus – da família Rosaceae!

Essa é ainda uma espécie que geralmente é cultivada com uma regularidade bastante recorrente e que ainda agrega uma enorme variação!

Há muitas diferenças que podem ser destacadas diante de suas variações, principalmente quando comparadas a sua espécie inicial.

Essa é também uma árvore pertencente ao gênero das cerejeiras, amendoeiras, ameixeiras e abrunheiros!

São árvores absolutamente frutíferas que ainda apresentam um crescimento bastante rápido, chegando a produzir entre 3 ou 4 anos em média – isso quando cultivadas a partir de mudas.

Bonsai de Pêssego Anão

Mas, grande parte das pessoas que realizam o cultivo dos pessegueiros possuem como preferencia realizar a compra de árvores jovens provenientes de viveiros ou até mesmo de fazendas no lugar de considerar o cultivo de uma muda.

Isso porque, as mudas tendem a serem muito mais frágeis até o momento oportuno de se tornarem árvores viáveis e produtivas!

A Produção dos Pessegueiros Provenientes de Viveiros Ou Fazendas!

Pessegueiros que tenham vindo de fazendas ou viveiros podem chegar a produzir uma boa quantidade de frutas durante 1 e 2 anos aproximadamente.

Para que se possível aprender a plantar um pessegueiro, os jardineiros precisam obter a compreensão que essa é uma árvore substancialmente delicada e que ainda depende de condições mais especificas.

Elas ainda são muito propensas a contraírem doenças e até mesmo serem acometidas por infestações de insetos.

Quando tais fatores acabam sendo levados em consideração e se realiza o cultivo de um pessegueiro de forma assertiva, ou seja, de maneira que ele fique devidamente protegido contra tais perigos, os frutos produzidos poderão ser muito mais saborosos!

Como é a Raiz dos Pessegueiros?

A raiz do pessegueiro pode ser classificada como pivotante, ao menos inicialmente. Depois de um determinado período de tempo elas deverão passar por uma ramificação, que se dá de forma lateral.

Isso faz com que ela se torne bem numerosa, extensa e também com uma profundidade relativamente pequena!

Já a coloração das raízes do pessegueiro também chamam bastante atenção, mantendo um tom alaranjado e ainda com lenticelas  que se fazem bem evidentes.

Vale salientar que a exploração referente ao sistema radicular acaba indo bem além da área de projeção da copa do pessegueiro. Ela pode atingir até o dobro da superfície e poderá se tornar até mesmo maior com uma menor disponibilidade da água presente no solo.

Diante disso, vale destacar que o aprofundamento do sistema radicular poderá depender mais precisamente do tipo de aeração presente no solo.

Conheça Mais Detalhes das Folhas do Pessegueiro e Até Mesmo Sua Variação de Cor!

As folhas, mais precisamente nas margens, pode ter um aspecto mais serrilhado, bem como ser dentadas e crenadas. Elas ainda têm uma coloração de verde intenso durante toda a sua fase de crescimento.

Mas, na época de outono, as folhas do pessegueiro podem assumir uma nova coloração, sendo ela mais amarelada – isso acaba tendo relação com a tonalidade da polpa do fruto!

Nesse caso, quando a polpa se revela bem amarela, as folhas ganham também uma coloração de amarelo bem intenso e alaranjado, enquanto, em outras épocas, quando a polpa se mantém branca, as folhas poderão exibir uma coloração de amarelo bem clarinho.

Conheça Mais Detalhes Sobre os Troncos do Pessegueiro!

Diferente do que muitos possam imaginar, o pessegueiro não é uma árvore de grande porte, e isso fica evidente ao seu fazer uma análise mais minuciosa de seus troncos.

Os fustes são caracterizados por serem curtos, podendo atingir um tamanho de cerca de 30 centímetros aproximadamente (diâmetro).

Sua casca também é bastante espessam, bem como com aspecto rugoso e fissuras longitudinais.

Embora com um porte até mesmo menor do que outras árvores, algumas espécies de pessegueiros tem sua madeira usada em marcenarias e também para a confecção de cabos de ferramentas diversas.

Frutos e Flores do Pessegueiro – O Combo da Beleza e do Sabor, Independente da Sua Espécie!

Como já deve ter ficado evidente até aqui, o pessegueiro consiste em uma árvore que de fato pode ser considerada uma ótima opção para cultivo, principalmente para quem está disposto a obter alternativa de deliciosos frutos e ainda de uma beleza única!

Um dos pontos relevantes e que deve ser destacado, é que há uma grande diversidade de pessegueiros, sendo que a sua inflorescência se dá conforme a sua região e outros fatores básicos.

Em grande parte dos casos, os meses mais recorrentes para que isso aconteça são entre junho e setembro, ou até mesmo quando as temperaturas estão reduzidas!

As flores começam a brotar ainda no inicio da primavera e evidenciam um lindo e marcante tom de rosa, dando a essa árvore um visual realmente primoroso.

Isso tanto é verdade que um campo de pessegueiros geralmente é bastante abundando em flores – e isso pode até mesmo ser comparado a um majestoso espetáculo visual

Já se tratando do seu fruto, muitos estudiosos o definem como uma “dupra subesférica”, sendo ainda essencialmente resistentes! Ou seja, em outras palavras são frutos praticamente arredondados e ainda com um pele bem aveludada ou lisa.

Belas Flores de Pessegueiro

Seu interior é composto também por uma espécie de “osso duro” e lenhoso, e sua polpa é fortemente ligada a ele – há algumas espécies que a polpa pode ser facilmente separada do osso!

Em detrimento da quantidade de espécies existentes, ele pode evidenciar características únicas, podendo ser esverdeado ou amarelado, bem como com manchas vermelhas, polpa amarela, branca e até mesmo verde bem clarinho!

E uma coisa é fato: o pêssego é uma deliciosa fruta que pode ser consumida tal como é extraída do pé, e também pode render ótimas receitas quando mantido em conserva, como geleia e compota – por isso, trata-se de um cultivo rentável e realmente promissor, sendo beneficiado pelo solo brasileiro e características climáticas!

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *