Home / Plantas / Pêra D’Água: Características, Nome Cientifico, Benefícios e Fotos

Pêra D’Água: Características, Nome Cientifico, Benefícios e Fotos

As peras d’água são frutas saborosas que têm propriedades benéficas muito interessantes e que, quando amadurecem, são ainda melhores de se desfrutar.

Características e Nome Científico da Pera D’Água

Doce e suculenta, a pera d’água é fruto da árvore cujo nome científico é pyrus communis, ela é pertencente à família rosaceae. A árvore de onde se origina seu fruto é muito robusta e de porte médio, podendo atingir 15 metros de altura e crescer estritamente em zonas de clima temperado, pois não tolera frio excessivo ou muito calor.

É uma fruta conhecida desde a antiguidade, muito apreciada pelo seu sabor e digestibilidade, da qual além dela existem mais de 3000 variedades, diferentes em forma, sabor, consistência de polpa e tons de pele. Estudos sugerem que não é apenas a polpa da fruta que contém nutrientes benéficos para a saúde, mas também a sua pele. Este último na verdade contém flavonoides com propriedades antioxidantes, como ácido clorogênico e epicatequina.

A árvore de pera d’água cresce selvagem nas florestas das regiões europeias e tem sido cultivada desde os tempos antigos. Na indústria de alimentos, a pera é usada principalmente para a produção de sucos. A pêra d’água além de ser uma fruta particularmente digerível, também é muito baixa em calorias, 100 g de porção comestível têm um rendimento de 57 calorias.

Benefícios da Pera D’Água

Reduz o colesterol: As peras d’água são muito ricas em fibras, especialmente na casca, onde é particularmente pectina concentrada. Isto, uma vez tomada, forma uma substância viscosa que tem a capacidade de se ligar ao mau colesterol LDL. Desta forma, facilita a sua expulsão através das fezes.

Ajuda a perder peso: De acordo com extensas pesquisas, o consumo de frutas como a pera d’água é uma escolha útil para se proteger da obesidade. Uma dieta rica em fibras como as que a pera possui está associada a um ganho de peso mais lento.

Digestão: Uma única porção dessa fruta fornece 18% da necessidade diária de fibras. Esta propriedade tem efeitos benéficos na digestão. A fibra, além de facilitar a passagem de alimentos para o intestino, estimula a produção de sucos gástricos e digestivos. Sua atividade também é útil para a prevenção de constipação e diarreia, na prática, a fibra é um ótimo regulador do sistema digestivo. A natureza da fibra presente nas peras faz com que ela se ligue aos carcinogênicos e facilite sua expulsão.

Protege o cólon: Há também outro tipo de fibra, a lignina, que é a mesma que está presente nos feijões. Esta fibra não é solúvel, mas é capaz de absorver muita água. Facilita assim a passagem das fezes para o intestino. E também, além de reduzir a probabilidade de desenvolver hemorroidas, parece reduzir o risco de câncer de cólon.

Reduz o risco de diabetes: Pesquisadores descobriram que alguns flavonoides da pera d’água melhoram a sensibilidade à insulina, reduzindo assim o risco de diabetes. Embora a pera contenha açúcar na forma de frutose.

Dor na garganta: Beber o suco de peras d’água cozidas com mel traz benefícios para as cordas vocais em caso de dor de garganta.

Benéfico para a gravidez: É uma fruta recomendada durante a gravidez porque é rica em folatos que ajudam a prevenir malformações fetais.

Bom para os ossos: Entre os componentes da pera encontramos o boro, que ajuda o corpo a reter cálcio. Esta propriedade prova ser útil em fornecer benefícios significativos em caso de osteoporose. O bom conteúdo de potássio e cálcio, que estão diretamente envolvidos na formação óssea, é muito útil para crianças e idosos manterem os ossos saudáveis.

Melhora a saúde do coração: Graças ao teor de potássio, a pera pode ter um impacto positivo na saúde do coração. Além de baixar a pressão arterial, aumenta o fluxo sanguíneo para todos os órgãos do corpo. Desta forma, há uma maior oferta de oxigênio e uma melhor funcionalidade dos próprios órgãos. A redução da pressão também está ligada a um menor risco de doença cardiovascular. A probabilidade de acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos e arteriosclerose é reduzida.

O potássio age como um regulador dos fluidos corporais. Isso significa que o potássio ajuda a manter o corpo hidratado e garante o equilíbrio dos fluidos essenciais dentro das células. Outro estudo confirma que um maior consumo de frutas e, portanto, também de pêra , está associado a um menor risco de morte por todas as causas.

Saúde do Cabelo e Pele: Como vimos, a pera d’água tem um bom conteúdo de vitamina A, luteína e zeaxantina. Sua atividade antioxidante pode reduzir os efeitos do envelhecimento na pele, como rugas e manchas da idade. Estes mesmos compostos são úteis para retardar a perda de cabelo, degeneração macular, cataratas e outras condições relacionadas ao envelhecimento.

Sistema Imune: A abundância de antioxidantes e vitamina C estimula a produção de glóbulos brancos. Sua presença melhora a eficiência do nosso sistema imunológico.

Circulação Sanguínea: Essa pera pode ser muito útil para pacientes que sofrem de anemia ou outra deficiência mineral. Esta propriedade é devido ao bom conteúdo de cobre e ferro na fruta. O cobre facilita a absorção de minerais e o ferro aumenta a produção de glóbulos vermelhos.

Benefícios da Pera D’Água

Além de tudo isso a pera tem propriedades anti-inflamatórias. Graças ao seu alto teor de açúcar, ele pode ser usado para armazenar uma boa porcentagem de energia útil durante os períodos de exaustão. A pera d’água também contém sorbitol, uma substância capaz de promover o processo digestivo e trazer benefícios para os dentes.

Prevenções Quanto a Pera D’Água

Embora a pera d’água tenha muitas propriedades benéficas em alguns indivíduos, é preciso avisar que ela pode causar alguns efeitos colaterais desagradáveis. Alguns casos de síndrome alérgica oral foram documentados em pessoas com alergia ao fruto. Entre os sintomas registrados depois estão inchaço, diarreia e cólicas abdominais.

Os efeitos colaterais são muito raros no consumo de peras d’água, em virtude das propriedades que trazem para o corpo. No entanto, se o seu efeito laxante for certamente útil em caso de obstipação, pode tornar-se um problema se sofrer de distúrbios intestinais, principalmente colite ou síndroma do intestino irritável.

Nesses casos, o consumo da pêra não é recomendado, assim como quando se sofre de disenteria. Até mesmo reações alérgicas são raras, mas algumas pessoas apresentam sintomas mais ou menos pronunciados de intolerância, neste caso, é aconselhável não consumir a fruta. Muitas vezes, no entanto, há casos de alergias indiretas, ou formas alérgicas que se manifestam em reação a substâncias específicas que estão contidas na fruta.

Usufruto e Conservação da pera D’Água

É bom comer essa pera longe das refeições, tanto pelo seu alto teor de açúcar, como para beneficiar ao máximo das suas propriedades. Por isso o ideal é comer no meio da manhã ou da tarde, como fruta fresca.

No que diz respeito à conservação, sabemos que é uma fruta que amadurece muito rapidamente e se deteriora rapidamente. No momento da compra, portanto, é aconselhável comprar pequenas quantidades, ou pelo menos tantas quanto pudermos consumir em poucos dias, também porque a maturação ocorre com a mesma velocidade, mesmo se as pêras forem colocadas na geladeira.

Consequentemente, a escolha da fruta também tem a sua importância: é melhor optar por peras d’água ligeiramente verdes, bastante duras ao toque, mas não excessivamente, já que neste caso a polpa seria demasiado fibrosa e portanto pouco atrativa.

Veja também

Quais São os Principais Fungos Comestíveis?

Quando se fala em fungos, provavelmente a mente da maioria fará uma imediata associação com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *