Home / Plantas / Orquídea com Raiz Seca ou Apodrecendo: O Que Fazer?

Orquídea com Raiz Seca ou Apodrecendo: O Que Fazer?

A raiz da sua orquídea está seca ou apodrecendo? Não se preocupe, existem maneiras de salvar sua planta para que ela volte a dar lindas e exuberantes flores.

As orquídeas são plantas extremamente delicadas, elas não gostam de exposição total a luz solar, nem de muita água. Elas preferem estar na sombra e quando você dedica alguns minutos à ela, elas te recompensam com flores exóticas.

O que fazer então quando a raiz está seca ou apodrecendo? Continue acompanhando este artigo para saber mais sobre estas plantas, tão presentes em nossos jardins e residências. Aqui vamos dar algumas dicas e especificar as principais características e tipos de orquídeas. Confira!

A Família das Orquídeas

Elas estão presentes na família Orchidaceae, esta que é considerada uma das maiores famílias de plantas. Existem plantas da espécie espalhadas pelo mundo todo, em todos os continentes, com exceção da Antártica, é claro.

Elas também estão presentes na ordem Asparagales, e cada espécies possui uma determinada característica, diferentes tamanhos e colorações.

São espécie predominantemente epífitas, ou seja, suas raízes podem adaptar-se em troncos ou galhos de outras árvores. Elas não precisam necessariamente estarem fixadas na terra, existem espécies que ficam penduradas, com as raízes suspensas.

Existem cerca de 30 mil espécies de orquídeas, entre elas elas as híbridas, as minis e as mais variadas espécies.

Elas não gostam de exposição a luz solar; porém, são nos países com clima tropical que elas se desenvolvem em grande quantidade e com a qualidade necessária. Como é o caso da Colômbia, país onde mais existem orquídeas em meio natural, cerca de 4.000 espécies. Seguido pelo Equador, com 3.500 em média, Nova Guiné, com cerca de 2.700 e Brasil, com estimados 2.600.

Isso acontece devido a sua adaptação ao clima úmido, a vegetação de matas e florestas, muitos presente nestes países. Existem muitas espécies de orquídeas nativas da Mata Atlântica, por exemplo. E como elas são em sua grande maioria epífitas, necessitam de outras árvores para fornecer um local de apoio (galhos e troncos) e muita, mas muita sombra. Pois sem sombra as orquídeas não são capazes de se desenvolverem com qualidade.

As raízes das orquídeas possuem algumas características bastante peculiares. Confira algumas delas!

Orquídeas e Suas Raízes

As raízes das orquídeas são cobertas por células, semelhante a um véu, denominado por velame, ele é responsável e tem a principal função de absorver os nutrientes e a água, funcionando como uma esponja. Além disso, ele é capaz de proteger a raiz para que ela não fique exposta tanto aos raios solares, quanto a chuva em excesso. O velame é fundamental para a raiz da orquídea.

As raízes absorvem mais de 70% das substâncias responsáveis pelo desenvolvimento da orquídea, para que ela cresça e tenha uma boa fixação.

As raízes das orquídeas possuem diferentes colorações em sua extremidade, isso se deve a presença do meristema; elas podem ser roxas, verdes, amarelas, ou mesmo mais escuras, como vinho ou vermelho, e isso é um indicador importantíssimo de qual será a cor das flores.

Além disso, a orquídea é uma planta que desenvolveu muito a sua raízes ao longo dos anos, muito mais que as outras plantas. Ela proporciona as orquídeas viverem em locais onde outras plantas não conseguem, como por exemplo em cima de outras árvores ou mesmo suspensas, em forma aérea.

Elas podem ser encontradas em enormes montanhas, em fendas de rochas, no meio terrestre, em campos, em alagações, em regiões secas, como desertos, em florestas; tudo isso, graças às suas raízes, totalmente adaptáveis e maleáveis as mais adversas condições.

É claro, isso ocorreu por puro instinto de sobrevivência e era necessário a planta ter raízes boas para conseguir captar água e alimento.

E desta maneira, a raiz é parte mais importante de uma orquídea, não apenas desta planta específica, mas de todas que habitam o Planeta Terra. Afinal, sem raiz nenhuma planta sobrevive.

E para saber o que fazer quando a raiz de sua orquídea estiver seca, quase morrendo ou apodrecendo, continue acompanhando este artigo.

Orquídea com Raiz Seca ou Apodrecendo: O Que Fazer?

A orquídea é uma planta extremamente delicada, e o replantio pode causar estresse nela, então atente-se no manuseio da planta.

Atente-se também, pois não é possível ressuscitar uma planta que já morreu, que a raiz secou ou mesmo apodreceu. Então antes de qualquer ação, analise bem as condições de sua orquídea.

Se notar que ela apenas secou, é possível sim estimular a planta para que ela volte a produzir raízes.

Quando notar que ela está desidratada, você pode adicionar soro de farmácia, ou mesmo uma solução caseira de água, sal e açúcar.

Mas você pode tanto utilizar substratos e adubos com NPK 30-15-15. Em torno de 10-15 dias, ela voltará a desenvolver raízes. Você notará que as raízes voltarão a se desenvolver, e sobretudo as pontas nascerão coloridas. Isso é um bom sinal!

Mas caso não funcione, confira este passo a passo!

Dicas Para Recuperar Sua Orquídea

Se a sua orquídea perdeu totalmente as raízes, pode dar um pouco mais de trabalho, mas não perca a esperança. Reviva ela para que possa dar lindas flores. É fácil de notar quando ela está prejudicada e com as raízes desgastadas, precisando de recuperação.

Você precisará dos seguintes materiais:

  • Xaxim
  • Tesoura
  • Barbante
  • Saco Plástico
  • Borrifador
  • Sabão de coco e escova
    Recuperando as Raízes Secas da Orquídea
    Recuperando as Raízes Secas da Orquídea

Elimine e corte as raízes que estiverem mortas, e a seguir limpe a orquídea com o sabão de coco e com a escova. O próximo passo será colocar o xaxim na água, de molho por cerca de 1 dia.

Enquanto isso, misture água, complexo B e adubo, e após retirar o xaxim da água, borrife nele e na orquídea.

E o próximo passo será unir a orquídea com o xaxim, para isso, faça um buraco no xaxim e conforte a orquídea nele com o barbante, amarrando-a de forma que ela não caia.

Feito isso, coloque a planta e o xaxim no saco plástico e feche. Observe para que esteja bem fechado e pendure onde possa receber iluminação solar indireta. Pode levar alguns meses, mas após isso ela poderá ser plantada novamente.

Veja também

Bulbo De Dália E Como Semear A Planta Para Crescer Rápido

Dália é mais que o nome de uma simples flor. É um segmento da botânica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *