Home / Plantas / Orquídea Borboleta Rosa, Roxa, Branca e Amarela com Fotos

Orquídea Borboleta Rosa, Roxa, Branca e Amarela com Fotos

As orquídeas são flores cultivadas e apreciadas em todo mundo. Não é à toa: suas flores são, em geral, muito vivas e vistosas. E, uma orquídea que se destaca bastante é a borboleta, que pode ser encontrada em várias cores, como rosa, roxa, branca e amarela.

Vamos conhecer um pouco mais a respeito dessa linda planta, além de aprender como cultivá-la da melhor maneira possível?

As Variedades da Orquídea Borboleta e Onde Crescem

As chamadas orquídeas borboletas são os nomes populares que damos ao gênero Phalaenopsis, que, por sinal, compreende nada menos do que 75 espécies. Elas são nativas da Ásia tropical, onde são mais encontradas no sudeste da Índia. Mas, pode facilmente ser vista em países como Nova Guiné, China, Nepal, Taiwan, Austrália e Filipinas.

Essas plantas foram catalogadas pela primeira vez 1825 pelo botânico Karl Ludwig von Blume, e esse nome significa justamente “semelhante a uma mariposa”. As orquídeas borboletas são conhecidas por serem plantas epífitas, ou seja, vegetais que vivem em cima das árvores. Estas, por sua vez, servem de apoio para as flores. Dessa forma, elas recebem uma luz solar indireta, fazendo com que a flor não queime, e, ainda assim, consiga realizar a fotossíntese de maneira adequada. Além disso, as orquídeas borboletas podem crescer em rochas que sejam cobertas de musgo.

Ciclo de Vida e Variedade de Cores das Orquídeas Borboletas

É bom deixar claro que o ciclo de vida dessas orquídeas é perene, e sendo muito bem cuidadas, podem durar anos em um determinado local. As hastes florais dela podem medir de 30 a 80 cm de comprimento. As folhas novas vão aparecendo em seu centro, aos poucos. Já, as folhas que vão envelhecendo, ficam amarelas e caem gradativamente. Elas, inclusive, são bem suculentas e grossas, principalmente pelo fato de se encontrarem em regiões úmidas, e, por isso, não conseguirem armazenar água por um período muito longo de tempo.

Aqui no Brasil, essas orquídeas florescem de 1 a 3 vezes ao ano, principalmente a depender da região em que estejam. Com flores arredondadas e com pétalas superiores bem desenvolvidas, essas plantas possuem cores bem variadas, resultado de vários e vários cruzamentos que foram feitos ao longo dos anos, o que explica serem encontradas orquídeas borboletas na cores rosas, roxas, brancas e amarelas, o que faz com que sejam ótimas para o paisagismo.

Por serem plantas desprovidas de pseudobulbos, as orquídeas borboletas possuem uma grande dependência da umidade para poderem sobreviver. Com isso, precisam adquirir mais nutrientes, o que provoca uma desidratação mais rápida do que em outras plantas. Não facilita muito o fato de suas folhas serem grandes, largas e de consistência mais macia (o que facilita a perca de água).

Ao mesmo tempo, por possuir folhas tão largas, as orquídeas borboletas possuem uma vantagem em relação às outras: a sua área fotossintética é maior, fazendo com que a absorção de gás carbônico seja acima da média, possibilitando uma produção de alimento mais considerável do que em outras plantas do tipo.

Como Pode Ser o Cultivo das Orquídeas Borboletas?

Plantar esse tipo de orquídea é bastante simples, e por isso, várias pessoas têm se dedicado ao cultivo dela. Inclusive, ele é uma das poucas orquídeas que se dá bem em interiores. Já, em áreas externas, essas plantas podem ficar sob telas (os chamados “sombrites”) ou simplesmente fixadas em árvores. Preferencialmente, gostam de vasos plásticos transparentes.

Cultivo da Orquídea Borboleta
Cultivo da Orquídea Borboleta

Ajuda bastante a forma com que esse planta age quando está na natureza, já que ela vegeta em florestas mais densas, nas partes mais baixas das copas das árvores, conseguindo, com isso, adaptar-se a situações em que teriam que receber uma luz solar mais direta e forte, evitando que a planta queime e morra. Elas conseguem, portanto, desenvolver-se bem em áreas com incidência indireta do sol, e até em locais um pouco mais sombreados.

Em termos de temperatura, as orquídeas borboletas são plantas de regiões onde predominam o clima tropical, cujo cultivo ideal é para lugares onde a temperatura oscila entre 10 e 35°C. No entanto, existe uma curiosidade em se tratando dela, que é o fato de sua floração poder ser induzida, em especial, se a temperatura do local cai abaixo dos 20°C durante a noite. Inclusive, uma das características dessa planta é florescer somente no inverno, na primavera e no outono. Só lembrando, claro, que em termos de cultivo, não é aconselhável que essas plantas fiquem em climas muito frios por períodos prolongados de tempo.

As folhas dessas plantas são muito sujeitas a doenças fungicas e bacterianas. Por isso mesmo é necessário que na rega das orquídeas borboletas, elas não fiquem demasiadamente encharcadas. O bom é sempre verificar se não ficou água acumulada no centro das folhas ou flores, e, principalmente, no fundo do vaso.

Em se tratando de substratos, todas as orquídeas precisam dessa substância, em especial, a borboleta. Dica? Prepare uma boa mistura com fibra de coco desidratada, carvão, casca de arroz carbonizada, semente de açaí, casca de pinheiro média, e troncos rugosos de árvores rugosos, como a peroba, por exemplo. Colocar brita e sementes de açaí no fundo dos vasos ajuda bastante também.

Curiosidades das Orquídeas Borboletas

Esse tipo de orquídea não se dá bem com ar-condicionado, onde ela pode desidratar facilmente e morrer. Portanto, se for cultivar essa planta, o ideal é que seja em um ambiente totalmente livre desse aparelho.

Lembra-se que dissemos que se trata de uma orquídea que não pode receber luz direta do sol? Pois bem, isso não significa que seja uma planta que não possa receber luz de forma alguma. Ela, como qualquer planta, precisa de sol, mas de forma indireta. Caso contrário, ela não irá florescer.

Caso os botões dessas plantas fiquem murchos, ou se está ocorrendo simplesmente a queda desses botões, isso pode ser indício de que a umidade naquele ambiente é insuficiente, ou que as temperaturas à noite estão sendo muito mais baixas do que o normal.

Por fim, podemos dizer que há dois tipos principais de orquídeas borboletas: aquelas de tamanho padrão e as miniaturas. As primeiras podem chegar a 1 metro de altura, enquanto que as segundas não ultrapassam 30 cm.

Veja também

Alface Frisée Rosa e Roxa: Como Plantar e Diferenças

O reino Plantae é gigante e apresenta diversas espécies de plantas diferentes, por isso, é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *