Home / Plantas / Óleo de Gabiroba: Benefícios para a Saúde

Óleo de Gabiroba: Benefícios para a Saúde

A gabiroba é também conhecida como a planta de mil nomes. Sua nomenclatura é indígena e sofreu inúmeras modificações considerando sua viagem por diversas régios e povos brasileiros. O nome original do Tupi Guarani tem significados conjuntos. Os termos originais para a nomenclatura são Wa’bi: “Assim que comer”; Rob “amargo”. Faz referencia à casca amarga da fruta.

Características da Gabiroba

A fruta é para muitos um elemento nostálgico, principalmente para quem cresceu nos anos 90 na região sul e sudeste do Brasil. Era possível encontrar, naquela época, muitos pés de gabiroba pelas ruas. Crianças subiam e colhiam gabiroba. Hoje tornou-se um elemento que marcou essa época para muitos.

Ainda é cultivada em pomares e pode ser encontrada em alguns lugares urbanos. Sua árvore chama-se gabirobeira.A árvore pode chegar a mais de 15 metros de altura, produz flores e frutos o que a deixa ainda mais robusta e bela.

Essas características fazem com quem a gabirobeira seja uma ótima arvore para a arborização urbana. Sua resistência pode aguentar os ataques que uma cidade pode fazer a uma árvore.

Sua presença no sul e sudeste confirma que é uma arvore resistente a poluição, mas não é nativa daqui e se identifica melhor com serrado e mata atlântica.

A fruta é pequena e amarela quando madura, quando ainda não está pronta para consumo, é verde. Apesar do nome sugerir sua casca amarga, o fruto é adocicado. Seus galhos são fora de padrões, e suas folhas são verde-escuro no topo da arvore e verde-claro na parte de baixo.

O tronco da gabirobeira é grosso e muito utilizado industrialmente. No início da primavera começa sua floração que dura até novembro ou começo de dezembro. Juntamente com o fim de sua floração inicia a frutificação, nos períodos entre o fim de uma e inicio de outra é possível encontrar uma gabirobeira adulta cheia de flores, furtos grande e robusta.

Gabiroba: Como Cultivar

As sementes podem ser encontradas no interior da fruta, mas assim que retiradas devem ser rapidamente plantadas, ou perderão sua capacidade de germinar. A resistência da gabiroba se desenvolve em sua fase adulta, depois de 5 anos. Para o plantio, é necessário que a terra tenha os nutrientes corretos e que a rega seja diária aé o terceiro mês.

Cultivo de Gabiroba
Cultivo de Gabiroba

Os primeiros frutos já poderão ser colhidos a partir do terceiro ano da gabirobeira. A partir de então as regas podem ser periódicas e ela se desenvolverá bastante por conta própria.

As podas iniciais precisaram ser feitas para que se formem bem, retire também alguns ramos e galhos que cresceram em seu tronco.

Adube com adubo orgânico e NPK 10-10-10, isso será suficiente. De ano em ano refaça a adubação, depois do terceiro ano não será mais necessário.

A gabirobeira se desenvolve bem em climas tropicais. Precisa de água, mas consegue se manter tranquila em tempos de seca. Precisa sempre de exposição ao sol e sua resistência pode até aguentar solos desnutridos ou secos.

O segredo para o bom desenvolvimento de sua planta é estar sempre em observação, analisando semanalmente o que ela precisa, atento às pragas, queimaduras, desidratação e etc.

Óleo de Gabiroba

O óleo extraído da guabiroba tem o aroma como principal função. Sendo um ótimo elemento na fabricação de perfumes e colônias. O óleo tem muitas funções farmacêuticas e medicinais além do cheiro delicioso.

Atua como relaxante, calmante, anti-inflamatório. Muito utilizado também em sessões de aromaterapia. Há diversas pesquisas e relatos sobre o poder terapêutico e medicinal do óleo dessa fruta além de todas as suas funções culinárias.

Gabiroba: Benefícios para a Saúde

O fruto da gabirobeira é rico em proteínas, carboidratos. É famosa por ser rica em vitaminas C e do complexo B. Para ter acesso a essas propriedades deve-se consumir a fruta in natura ou em sucos, sorvetes, sobremesas, no caso dos frutos. É possível realizar banhos de assento; Infusão de folhas; Chás de folhas e talos, etc. Sempre atento para que os processos não retirem totalmente a vitamina desejada.

Os benefícios para a saúde são vários, veja alguns:

  • Anemia: A gabiroba é utilizada para diminuir o nível de açúcar no sangue. É utilizada para aumentar a forca e vigor em casos de fraqueza generalizada.
  • Infecções: Pode tratar feridas, dores, contusões e até induzir o parto. O processo deve incluir limpeza de onde será o tratamento para que as propriedades da fruta possam agir.
  • Intestino: Problemas de disenteria, diarreia ou dores no estomago estão na lista de problemas que a gabiroba pode resolver.

Além disso, é diurética e previne problemas urinários.

  • Emagrecimento: Diferentes de muitas frutas que produzem a sensação de saciedade, a gabiroba pode ir além no processo de perda de peso e pode até auxiliar no ganho de massa muscular. Suas proteínas contribuem no desenvolvimento da massa, músculos, fortalece os ossos e ligamentos.
  • Pele: A vitamina C, encontrada na gabiroba, melhora o aspecto da pele, fazendo com que receba melhor a hidratação. Também combate manchas e sinais, e auxilia na cicatrização.
  • Dor de dente: A gabiroba é um dos métodos naturais mais utilizados e mais simples para tratar a dor de dente.
  • Hemorróidas: O banho de assento feito com infusão da casca de gabiroba reduz significativamente as hemorroidas e também previne.
  • Alzheimer: O óleo da gabiroba contém um componente chamado mirtenal. Que combate sintomas do Alzheimer além de problemas no fígado.
  • Respiração: O óleo ainda tem funções de melhoria em problemas respiratórios.

Curiosidades Sobre A Gabiroba

  • Existem dois tipos de gabirobas, a mais comum é sua árvore de altura que pode chegar até 25 metros. Porém existe uma gabiroba rasteira. Mesmo fruto porem do tamanho de arbustos que chagam a 2 metros.
  • O lobo-guará é um dos principais amantes da gabiroba! Apesar do medo de ser um animal carnívoro ele prefere as frutinhas.
  • Um aliado na proliferação das gabirobeiras é um animal chamado cuíca, muito confundido com os gambás. Esse marsupial come gabirobas e espalha as sementes em suas fezes por onde passa.
  • A gabiroba pode resistir a altas e baixas temperaturas, também resiste a poluição, tempos chuvosos e seca, sendo uma arvore muito boa para aborizacao de regiões ou sombreamento por seu crescimento rápido.

Veja também

Extração De Bambu No Brasil E No Mundo: Qual a Situação?

A extração de elementos naturais do meio ambiente para qualquer finalidade que seja, tem sido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *