Home / Plantas / O Que é Estaquia e Mergulhia? Estaquia Por Ponteiros?

O Que é Estaquia e Mergulhia? Estaquia Por Ponteiros?

Caso você esteja tentando, com alguma falta de sorte, fazer a reprodução de algumas plantas. Deve saber, primeiramente, que é preciso conhecer quais são os métodos mais adequados para cada espécie. Estaquia e mergulhia são alguns deles.

Sim, determinadas plantas só vão se reproduzir por meio de metodologias específicas. A estarquia de ponteiro, por exemplo, é uma técnica incrível para propagação vegetativa.

O Que É Mergulhia?

A mergulhia é a ferramenta que consiste no mergulho dos ramos no solo, mas sem separá-los das plantas mãe. A finalidade é para o mesmo regenerar um sistema novo radicular para, posteriormente, ser separado. As mergulhias são feitas no vaso, no solo ou em canteiros, quando o ramo das espécies se mantém de manejo fácil e flexível.

Esse método consiste no enterro de partes das plantas, como, por exemplo, ramos. Assim, o objetivo é que ocorra alguma forma de enraizamento dentro da região que foi coberta. Este é um processo muito usado para se obter das plantas o que dificilmente se propagaria por quaisquer outros métodos.

Os enraizamentos ocorrem devido às auxinas, ou hormônios endógenos, se acumularem. Tal ação ocorre pela ausência da luz nas regiões enterradas ou cobertas. Isso promove as formações de raízes adventícias, além do aproveitamento no fornecimento contínuo da água, bem como dos nutrientes por meio das plantas matrizes.

Ilustração de uma Mergulhia
Ilustração de uma Mergulhia

É bem importante que os locais para as realizações da mergulhia estejam isentos de patógenos. Como o solo é utilizado para fazer o enraizamento, existe sempre um risco da contaminação de plantas novas plantas através de pragas ou doenças.

É importante que se coloque um tutor nas plantas a serem enraizadas para que as mesmas cresçam eretas. A mergulhia é uma forma bastante utilizada para se obter porta-enxertos, por exemplo, da:

  • Macieira;
  • Marmeleiro;
  • Pereira;
  • Trepadeira-jade;
  • Abieiro;
  • Jabuticabeira;
  • Camu-camueiro;
  • Entre outras.

Vantagem E Desvantagem Da Técnica

Algumas plantas infelizmente não podem se reproduzir através do método de estaquia. No entanto, podem ser facilmente reproduzidas por meio da mergulhia.

Esta é uma forma bem mais difícil de executar do que as estaquias, sendo recomendado, apenas, quando a outra técnica não é totalmente possível.

Como Realizar a Mergulhia?

Há diversas formas de mergulhia, mas, de forma geral, podemos fazer a simplificação de alguns passos:

  • A escolha – Opte por um ramo mais flexível e que esteja ao alcance do chão, mas sem quebrar. Deve-se verificar quais partes do ramo que poderão ser enterradas. As partes enterradas não devem ser o ponteiro, e sim, as partes medianas do ramo. Na parte que deverá ser enterrada, é preciso fazer um tipo de anelamento – ou retirada de toda a casca – de 2 até 3 cm, ou a retirada de folhas do lugar;
  • Enterrio – Abaixe os ramos até chegar no solo, enterrando algumas partes pequenas, mas consideráveis dele, ou seja, as que estão aneladas ou desfolhadas. É preciso prender tal ramo bem firme ao solo, talvez, quem sabe, com um tipo de estaca feita de bambu, madeira, pedra, ou pode ser mesmo com arame bem grosso. É recomendado que se regue constantemente, o que manterá o solo mais úmido, mas sem encharcar, para que aconteça o enraizamento;
  • Plantio e corte – Após efetivar o enraizamento dos ramos, basta cortar de uma vez só. Mas também é possível fazer isso de forma gradativa, formando, dessa maneira, a muda nova. Recomenda-se que as plantas sejam plantadas em sacos de muda ou vaso antes de fazer o plantio no lugar definitivo.

O Que É Estaquia?

Estaquia
Estaquia

No meio das propagações vegetativas ou reproduções assexuadas, a estaquia é bastante utilizada na produção da muda de plantas. Isso ocorre especialmente com as plantas frutíferas ou ornamentais.

Este método consiste em plantar alguma folha ou algum ramo, desenvolvendo-se uma planta “novinha em folha”. O resultado ocorre por meio do enraizamento das plantas partindo, assim, do enraizamento das mesmas.

Muitos tipos de plantas só poderão ser multiplicados, de forma econômica, através dessa técnica. Isso porque produzem algumas sementes pouco ou nada férteis. Sem contar que, em determinados casos, raramente conseguem produzir sementes. Dessa forma, é muito importante verificar a melhor forma para propagar as espécies desejadas.

Escolher a Planta Saudável E Forte

A escolha da planta é um dos principais fatores para o sucesso da estaquia. Devemos usar uma que esteja saudável e forte como matriz (a planta da qual serão feitas mudas), pois senão as doenças serão “carregadas” para as mudas.

Além disso, uma planta bem nutrida possui mais chances de vingar, pois ela precisa ter reservas para estimular a produção de novas raízes e folhas. Também é preciso cuidado com o galho escolhido, ele não pode ser nem muito tenro (fino), nem muito velho (lenhoso).

Usar a Tesoura O Mais Limpa Possível

As chances de vingar a estaquia aumentam consideravelmente quando a tesoura usada está limpa e afiada. Isso porque ela entra em contato com o interior da planta, podendo transmitir doenças – caso esteja suja ou tenha sido usada em outras plantas; além de poder mascar e rasgar a estaca caso esteja mal afiada. Para esterilizar a tesoura basta lavá-la com água fervente por alguns segundos.

Garantir Condições Favoráveis Para O Enraizamento Da Estaca

Na fase de enraizamento a estaca precisa de água e sombra. No entanto, ela não pode ficar sem a luminosidade, uma vez que precisa da luz natural. É o que estimulará a brotação de suas folhas, que é a etapa posterior ao enraizamento.

Para melhorar a chance de enraizamento, é possível deixar que as estacas fiquem com 1 cm abaixo do nível d’água dentro de um copo. Se ficar assim por alguns poucos dias, as raízes brotarão. Posteriormente pode-se plantar a estaca dentro de um vaso lindo com substrato e/ou terra.

É importante ressaltar que assim dos primeiros dias, as plantas ainda são muito sensíveis. Portanto, é preciso evitar deixá-las em locais onde bate muito sol.

Algumas plantas que são excelentes para fazer a estaquia:

  • Jiboia;
  • Hortelã;
  • Peperômia;
  • Alecrim;
  • Videira;
  • Quivizeiro;
  • Macieira;
  • Buganvilea;
  • Pitangueira;
  • Hibiscus;
  • Figueira;
  • Onze horas;
  • Cactos;
  • Ora pro nobis.

Você entendeu o que é estaquia e mergulhia? Veja bem o tipo de planta que quer reproduzir e escolha o melhor método para obter êxito.

Veja também

Qual Planta Serve Para Inflamação?

As plantas são usadas, desde muito tempo atrás, para curar diversos problemas de saúde. Assim, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *