Home / Plantas / Morango – Variedade Estiva mg: Características, Mudas e Nome Científico

Morango – Variedade Estiva mg: Características, Mudas e Nome Científico

A infestação de javaporcos em comunidades agrícolas suscita questionamentos quanto a procriação de híbridos, uma vez que espécies diferentes possuem  cargas genéticas diferentes, portanto híbridos deveriam ser estéreis, como as mulas. Entretanto há de se reconhecer que cruzamentos podem produzir indivíduos, com capacidade de adaptação a condições adversas, em função da manipulação genética, mais resistentes que suas matrizes.

A produção de morangos desde sua implantação em terras brasileiras a partir dos anos 60, esbarrou em dificuldades relacionadas a sensibilidade das plantas as infestação de pragas em virtude do seu crescimento horizontal ao solo, a necessária superficialidade radial e adequação nutricional do substrato demandando altas doses de produtos químicos.

A colheita e distribuição igualmente apresentavam desafios importantes, posto que após colhido, suas propriedades nutritivas e coloração se perdiam precocemente se colhidos amadurecidos e os frutos apodreciam se colhidos precocemente.

Em virtude de tais dificuldades que impediam a maior comercialização do fruto no mercado consumidor, não obstante seu enorme potencial, desencadeou muitas tentativas de através de cruzamentos se obter um fruto adaptado as nossas condições.

Importante ressaltar que o morango, embora tenha sua origem, em parte, fincada em terras americanas, foi desenvolvido para atender interesses europeus que buscavam um fruto maior e mais produtivo e assim cruzaram matrizes americanas e nativas de suas montanhas para produzir todas as variedades comercializadas desde então.

Morangos só foram repatriados para as Américas em meados do século XX, durante o frenesi das pesquisas laboratoriais, buscando elementos, em todas as áreas de entretenimento, para se tornarem ícones de modismo e símbolo de status. Hábitos exóticos eram então um charme.

Muda de Morango Característico

Vários produtores agrícolas, desde o início do cultivo em nossas terras, obviamente perceberam que um fruto elaborado para cultivo em terras europeias necessitaria de adaptações para nossas condições específicas, então várias propostas de cruzamentos foram desencadeadas, até que o produtor Pedro Ribeiro Pereira da cidade mineira de Estiva desenvolveu a nossa primeira variedade de morango.

Características do Morango Estiva mg

Quando o morango foi promovido de mero matinho, que crescia no meio das plantações de uvas nas montanhas cultiváveis do Velho Continente, para o status de fruto da moda, símbolo da sensualidade, e de tudo que é positivo, foi em virtude de sua cor vermelha intensa.

A cor é o aspecto mais característico desta variedade. O morango estiva mg apresenta fruta mais vermelha e mais saborosa do que o morango fragaria ananassa, o mais comercializado aqui no Brasil, além de apresentar-se mais firme e resistente à variações de temperatura.

A Cidade de Estiva – MG

A cidade de Estiva se encontra entre as montanhas do sul de Minas Gerais, sua principal atividade econômica é a plantação de morangos, embora seja possível encontrar lavouras de batatas, milho, feijão e hortaliças de encher os olhos. Neste ambiente o Sr. Pedro Ribeiro trabalha com morangos há 40 anos e nos últimos cinco anos na melhoria do morango.

Cidade Turística de Estiva

História do Morango Estiva mg

As plantações de morango foram introduzidas no município de Estiva no início dos anos 60, a partir de mudas (Morango azedinho) adquiridas de uma família de japoneses de Atibaia, por um agricultor local que adquirira domínio sobre as técnicas de cultivo.

No final dos anos 60, a variedade de morango campineiro passou a ser utilizada,e a técnica envolvendo a utilização de palha de arroz e mangueiras de água para garantir a umidade dos canteiros, passou a ser adotada.

Sem cobertura plástica toda a produção tinha de ser lavada e embalada para ser comercializada e a incidência de geadas destruíam as lavouras, ademais por causa da cobertura de palhas de arroz, algumas sementes brotavam e cresciam atrapalhando os morangueiros.

Ao longo destes mais de 50 anos variedades de morangos foram utilizados visando equacionar as diferentes dificuldades encontradas pelos produtores, a medida que estas surgiam, e neste ambiente foi desenvolvido o P.R.A., reconhecido pelo Ministério da Agricultura em 2016, um morango maior, mais resistente e mais doce.

Mudas de Morango Estiva

A oferta de novas variedades de morango tem alargado as possibilidades de plantio em novas regiões do Brasil, acenando para promissores novos polos de produção, como o Sul de Minas.

Variedade como o Morango estiva mg, com oferta de mudas entre setembro e abril, possibilita colheitas durante dois anos ininterruptos, a partir do escalonamento do plantio, possibilitando ao produtor a oferta de frutos durante o ano todo.

A cartilha de morangos para cultivo divide suas variedades em dois grupos: cultivares de dia curto (cujas sementes devem ser cultivadas durante o outono) e cultivares de dias neutro (cujas sementes podem ser cultivadas o ano todo), o morango estiva mg pertence ao grupo de variedade cultivares de dias neutro.

Economicamente as amostras iniciais sugerem que a variedade estiva mg. produz o ano inteiro e em qualquer região, com produtividade de 20% maior do que as demais variedades, em torno de um quilo de frutos por planta, a um custo menor para o produtor. A muda do morango que vem de fora custa em média R$ 0,80. Já o morango nacional sai pela metade do preço.

Morango Estiva: Nome Científico

Fragaria é o nome científico do morango, a protuberância carnuda acessória aos frutos da morangueira, em verdade  o receptáculo dos ovários da planta.

Cientificamente, o nome fragaria abrange as inúmeras espécies da plantinha rasteira, que invadiu os quatro cantos do mundo desde a Roma antiga e que espalhou-se em muitas variedades, entretanto mantendo sua morfologia original.

Como vimos variedades de morangos foram cruzadas no esforço de produzir um indivíduo com características próprias perseguidas pelos produtores, emprestando qualidade e produtividade necessárias para competir com o produto importado.

Em virtude da popularidade bem consistente na região do Sul de Minas, as variedades Campineira e Dover fatalmente foram, em algum momento da pesquisa, testadas na obtenção da nova variedade.

By [email protected]

Veja também

Como se Extrai a Babosa da Planta? Dicas de Como Fazer

Existem inúmeras propriedades benéficas e cosméticas da planta babosa. Hoje, em vez disso, focamos em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *