Home / Plantas / Mini Margarida Branca: Fotos, Características e Cultivo

Mini Margarida Branca: Fotos, Características e Cultivo

A mini margarida branca é a Chrysanthemum anethifolium, uma espécie pertencente ao gênero Chrysanthemum, saída diretamente do seio da rica família Asteraceae.

O que se sabe sobre essa espécie, é que o seu cultivo possui uma história milenar. Em alguns países asiáticos ela é quase como uma parte cultural, em especial na China, onde há pelo menos 25 séculos é sinônimo de nobreza, superioridade de espírito, honra, altivez, entre outras qualidades.

Qualidades que até chegaram a fazer com que ela figurasse nos brasões oficiais das mais nobres famílias daquela civilização.

Ela é a “Flor de Ouro”, para os gregos. Foi o símbolo do “sol nascente” na tradição budista do Japão. Chegou a ser o símbolo do país dos xoguns – o “Trono de Crysanthemum” onde assentava-se o imperador, que ainda poderia adquirir vida longa e abundante, caso saboreasse uma taça de vinho com uma só pétala da flor.

Foi somente no séc. XVII que o ocidente teve o prazer de conhecer as pequenas e delicadas mini margaridas brancas; e mais uma vez a partir da descrição do botânico sueco Carl Von Linnaeus, que decidiu batizá-las com base nas suas características físicas mais marcantes: Chrys (dourado) + anthemon (flor) – uma clara referência ao detalhe dourado do seu centro.

A Chrysanthemum anethifolium é uma planta que também tem a suas especificidades. Elas apreciam uma boa jornada de luz (mas sem serem assediadas diretamente pelo sol) e florescem durante o ano todo, principalmente se encontrarem as condições ideais para o seu desenvolvimento, em uma região de clima quente e com boa umidade.

As Características Da Mini Margarida Branca.

A mini margarida branca também é conhecida como paquerete, céu-estrelado, bonina, margarida-glauca, entre outras denominações que elas recebem também nos seus habitats de origem, o Norte da África e as Ilhas Canárias.

Essa é uma espécie tipicamente herbácea, capaz de atingir entre 60 e 70cm de altura, com as características de uma variedade perene, que possui um caule bastante maleável e repleto de ramos, flores brancas com centro dourado, além de outras particularidades de uma típica variedade ornamental.

É entre os meses de dezembro e maio que a sua quantidade impressionante de flores (ou inflorescências) desenvolve-se de forma esplêndida, principalmente quando cultivadas em regiões com temperaturas amenas – como as que ocorrem nas regiões sul e sudeste do Brasil, por exemplo.

No entanto, nada impede que elas também floresçam, exuberantes, de norte a sul do país, compondo uma paisagem com pequenos grupos de margaridas ou servindo como uma espécie de moldura para jardins onde destacam-se outras espécies.

Elas só precisam mesmo é de um solo rico em nutrientes, com boa umidade, em canteiros muito bem cuidados, com terreno devidamente “amaciado”, aplainado, sem ervas daninhas, entre outros cuidados – sem os quais dificilmente uma mini margarida branca consegue desenvolver-se com a beleza, delicadeza e suavidade que lhe são tão características.

Como Cultivar Mini Margaridas Brancas?

O cultivo de mini margaridas brancas exige a observação de algumas técnicas, como a de mantê-la sob incidência de sol a maior parte do tempo e evitando-a nos horários entre 12:00 e 15h:00.

Para tal, é preciso que as plantas possam abrigar-se do sol nesses horários, pois, caso contrário, fatalmente a sua floração será comprometida e dificilmente você conseguirá obter o efeito de um jardim com as características que elas ajudam a compor.

Os exemplares devem ser plantados a uma distância entre 15 e 20cm uns dos outros, formando uma fileira irregular, a fim de que se evite a formação de touceiras que comprometam a oxigenação das plantas.

O solo também precisará ser “fofo”, rico em nutrientes, levemente úmido (sem excesso de água), livre de mato, capins, ervas daninhas, inços, torrões, entre outros obstáculos ao crescimento adequado das mudas – que possuem a característica de serem bastante exigentes quando o assunto é espaço.

As mini margaridas brancas também podem ser plantadas a partir de sementes. Nesse caso, recomenda-se cavar um buraco no solo que não ultrapasse meio centímetro, regar periodicamente, e aguardar entre 8 e 20 dias até que elas comecem a florescer (geralmente entre dezembro e maio).

E elas florescerão! Belas e delicadas! A partir da muda principal, e desenvolvendo-se como apêndices, que poderão ser destacados e plantados novamente, até que atinjam uma altura que poderá chegar aos 60cm.

Uso Decorativo da Chrysanthemum Anethifolium

A mini margarida branca é uma espécie ornamental. Ela foi criada pelos deuses para compor jardins, enfeitar praças públicas, embelezar casas e apartamentos em vasos decorados – e onde quer que elas possam exibir todo o seu fascínio.

A espécie é uma exuberância cuidadosamente esculpida em uma estrutura com caules maleáveis, em tons verdes, com bordas serrilhadas, folhas em posições contrárias, pecíolos compridos, flores planas e bastante simétricas, além de outras características que lhe conferem suavidade e singeleza.

Quem, afinal de contas, não conhece o jogo (de origem supostamente francesa) “bem me quer, mal me quer” – que também supostamente revelaria as intenções do amado ou da amada?

Pois bem! São justamente as mini margaridas brancas que as revelam! Elas foram as escolhidas para simbolizar uma correspondência amorosa, mas também a bondade, o frescor das intenções, a virgindade, pureza, inocência, timidez, paz, entre outras características, sempre ligadas à nobreza e pureza de sentimentos.

Elas são praticamente sinônimos de flores ornamentais, tal a sua capacidade de florescimento (em praticamente todas as condições climáticas) e a beleza das suas formas, que ajudam a compor belos jardins, vistosos gramados, a engalanar conjuntos de vasos decorados e unir-se a outras espécies para formar um conjunto dos mais apreciados.

Mas isso desde que você as proteja dos excessos de frio e calor, combata possíveis pragas típicas dessa espécie, mantenha o solo levemente úmido (também sem excesso), tome o cuidado de sempre replantá-las (já que o tempo é bastante cruel com as suas aparências), entre outros cuidados.

Todos esses cuidados irão garantir um jardim sempre renovado!, com um formidável aspecto de leveza e suavidade, repleto dessas singulares “Flores Douradas” – os “Tronos de Crisântemos” -, símbolos de delicadeza, pureza e nobreza de espírito.

As mini margaridas brancas já foram símbolos de nobreza entre os imperadores da China Antiga. Mas, e para você, o que elas representam? Deixe a resposta em forma de um comentário, logo abaixo. E aguardem as próximas publicações do blog.

Veja também

Árvores Frutíferas Para Quintal

Um quintal arborizado traz vida e alegria à casa como um todo, principalmente quando essa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *