Home / Plantas / História da Brinco-de-Princesa e Origem da Flor

História da Brinco-de-Princesa e Origem da Flor

Flor Brinco-de-Princesa

As flores Brinco-de-Princesa, como próprio nome diz, é de uma beleza de realeza e sem igual. Suas cores chamam a atenção de todos, tons de roxo com detalhes em rosa, essas flores ficam de cabeça para baixo, como se fosse sinos abertos, e também podem ser chamadas de lágrimas.

Ela pertence ao gênero Fuchsia e da família Onagraceae. Essa combinação de cores atrai muitos beija-flores, que as polinizam. Então, o espetáculo se torna completo ao unir a beleza dessas flores com a desses lindos pássaros!

A maioria dessas plantas são cultivadas com arbustos em diversos jardins, já que não necessitam de muitos cuidados, acabam sendo escolhidas por diversas pessoas amantes de floriculturas, mas que não possuam ainda tanto conhecimento.

A maioria dessas plantas, não tem uma relação muito amigável com o frio do inverno, e o único porém em sua escolha, é que pode ser necessário uma área coberta ou estufa principalmente para protege-las durante essa estação, porém feito isso, elas estarão lindas e perfeitas durante o ano todo e até mesmo requisitadas mesmo nessas estações.

É espécie bem híbrida e por conta disso, raramente serão originais como as plantas-mães quando pegas por estaca ou mudas. Suas colorações também podem variar em razão disso, sendo rosas, ou até mesmo amarelas em algumas espécies.

História da Flor Brinco-de-Princesa

Por falar em plantas híbridas, e foram modificadas geneticamente utilizando as melhores espécies encontradas na América do Sul e Cordilheira dos Andes no Chile. Suas cores podem variar, mas geralmente são em tons de rosa mais escuro pra pink, roxo, vermelho, ou a mistura de todas essas cores, ou até mesmo essas cores com detalhes em branco, o que não faltam são tipos para serem escolhidos para compor o seu jardim e o deixar ainda mais enfeitado.

De acordo com significados mais voltados para simbologia, a flor brinco-de-princesa possui vários temas que a envolvem, e pode ser utilizada para tratamento psicológicos com terapias florais pois traz serenidade e amadurecimento, além de positividade para lidar com os problemas da vida adulta.

Isso geralmente é feito em Minas Gerais, nas brincos-de-princesa encontradas em morros e montanhas na região, por gostar de um clima mais ameno ela é encontrada mais facilmente na região Sudeste e Sul.

E já que estamos falando da região Sul, essa planta foi eleita como símbolo do estado Rio Grande do Sul, devido a sura graciosidade e beleza sem igual, e por conta da temperatura, se adaptou bem nesse local e atraiu vários beija-flores, além de ser de fácil cultivo e não sofre alterações durante o frio.

Essas características fizeram os gaúchos escolherem essa flor e falar que ela supera os desafios  no caso da brinco-de-princesa seria o tempo frio  sem perder a graça e compostura.

Origem da Flor Brinco-de-Princesa

Brinco-de-Princesa no Vaso
Brinco-de-Princesa no Vaso

São originárias da América do Sul, em países com o clima mais ameno como a região sul do Brasil, Chile, entre outros países que ficam localizados mais abaixo do continente. Em outros locais do globo podem ser encontradas na Nova Zelândia, México e Taiti, porém em uma escala e quantidade bem menor.

Características da Flor Brinco-de-Princesa

Suas folhas são de tom verde mais claro, porém, são muito bonitas e vivas. Suas bordas possuem pequenos recortes, e variam de espécie para espécie, podendo ter 1 até mesmo 25 centímetros.

Suas flores são lindas e ficam penduradas, possuem muitos tons de cores que vão de branco até mesmo a cor magenta, um roxo mais forte. Possuem uma espécie de pedúnculos voltado para baixo e alongados.

A parte interna da flor brinco-de-princesa pode variar e ser aberto, fechado, curtas e até mesmo mais largas. Os seus tipos também variam em relação a época de florir, mas geralmente acontece na Primavera, Verão, Outono e ficam abertas durante quase o ano todo.

O que poucos sabem que essa flor possui uma baga ou fruto bem pequeno, quase minúsculo com cerca de 20 milímetros, ou menos. Sua cor é vermelha quando madura, e são comestíveis. As sementes são bem pequenas e vem em grande quantidade.

O que muitas pessoas não sabem é que essa flor também é comestível e pode ser utilizada para enfeitas saladas, entre outros pratos mais gourmet, dando uma apresentação ainda mais linda ao cardápio além de dar um sabor ligeiramente ácido que deve ligação ao seu solo que também precisa ter essa acidez.

Como o assunto é esse, veremos no tópico abaixo como cultivar sua flor brinco-de-princesa. Ficou curioso (a)? Então vamos lá!

 Como Cultivar a Flor Brinco-de-Princesa

Depois de falar sobre tanta beleza e como é fácil cuidar da brinco-de-princesa, agora é hora de saber se você tem as condições corretas para planta-la ou cultiva-la em seu quintal e ser presenteado todos os dias com a presença dos beija-flores e um colorido indescritível.

Essa flor geralmente precisa ser cultivada e replantada por estaca. Essas estacas podem ser encontradas em estabelecimentos da área e específicos sem grandes problemas. Seu solo deve ser bem feito, então anteriormente, saiba como prepara-lo e deixa-lo forte, além de possuir fácil drenagem, pois o acúmulo de água pode apodrecer as suas raízes.

Beija Flor na Flor Brinco-de-Princesa
Beija Flor na Flor Brinco-de-Princesa

Ter um solo com mais acidez também é essencial, por isso, caso as flores estejam “tristinhas” coloque o suco do limão puro ou um pouco de vinagre, somente na terra. As regas devem ser espaçadas, já que essas plantas não podem ser colocadas diretamente sob a luz solar, então, sua terra demora um pouco para ficar bem seca.

As podas são outro benefício dessa planta, que pode ser feito anualmente retirando os galhos sem vida, as flores secas, entre outras que não tenham se formado ou se adaptado tão bem ao ambiente. Embora fiquem sem demais problemas na temperatura fria, necessitam como qualquer flor da luz solar, nesse caso, de preferência de forma indireta, a meia sombra.

Principalmente no início, em período de enraizamento, essas flores necessitam de grande fertilização, principalmente de húmus de minhoca. Uma forma de fazer isso sem comprar os húmus é colocar em solo com a presença grande de minhocas.

Para saber mais sobre essas flores ou tantas outras para ornamentar seu jardim, continue acessando os guias do Mundo Ecologia!

Veja também

Flores que Começam com a Letra T: Nome e Características

As flores são um dos maiores presentes que a natureza pode nos proporcionar. Elas encantam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *