Home / Plantas / Heliconia Psittacorum: Nome Popular

Heliconia Psittacorum: Nome Popular

Cultivar plantas ou simplesmente estuda-las vem sido a escolhe de cada vez mais pessoas pelo mundo. Isso principalmente pelo fato que o cultivo e estudo de flores e plantas é um ótimo remédio para problemas mentais, e até para quem simplesmente quer lidar com o estresse do dia a dia.

Existem muitas espécies de plantas que você pode começar a plantar e descobrir mais sobre ela. Nosso Brasil mesmo é muito rico em sua fauna. É muito provável que você já tenha ouvido falar nas helicônias. São várias espécies e tipos dessa flor que vem se tornando muito popular no nosso país, principalmente por ser majoritariamente endêmica aqui.

No post de hoje iremos falar um pouco mais sobre uma das espécies de helicônias, a Heliconia psittacorum. Mostraremos um pouco mais sobre suas características e contaremos seu nome popular. Continue lendo para aprender mais sobre essa bela e interessante planta.

Mais Sobre Heliconia Psittacorum

A heliconia psittacorum, é um arbusto perene rizomatoso nativo da América do Sul e do Caribe. Ela é uma planta muito bonita, e bastante utilizada para ornamentação, seja dentro dos países que é nativa, quanto em outros fora. Ela pertence à família das Musaceaes, que são plantas de grande porte, em torno de 3 gêneros e 45 espécies no total.

Como deu para perceber, ela gosta de um clima mais quente, preferindo áreas com clima equatorial, subtropical ou até mesmo tropical. São facilmente encontradas no Brasil. Seu grande porte pode passar de 1,20 metros de comprimento, e são principalmente suas folhas e flores que chamam atenção.

As folhas são estreitas, lanceoladas e coriáceas. Tem uma coloração de verde escuro e são lisas, elas nascem enroladas como se fossem um canudo, logo na base da planta. E com o tempo, vão se estirando pela haste, alcançando tamanhos enormes. Somente após crescerem bastante, elas começam a se desenrolar.

Quanto as suas flores, elas tem uma coloração bem brilhante. São de um amarelo esverdeado, envolvidas por algumas brácteas brilhantes e bem cerosas em um formato de barco que vai do amarelo ao vermelho. Surgem durante a maior parte do ano, mas principalmente na primavera-verão.

Porém, atualmente existem diversas variedades comerciais de Heliconia psittacorum, para conseguir atender os pedidos do mercado. Elas vem com brácteas róseas, laranjas com manchas marrons e várias outras. Entre estas podemos citar ‘Andromeda’, ‘Sassy’, ‘Lady Di’, ‘Choconiana’, ‘Golden Torch’ e ‘Strawberries and Cream’.

Nome Popular da Heliconia Psittacorum

Mas ficar procurando e falando Heliconia psittacorum não é muito fácil, certo? Esse é seu nome científico, que ajuda os biólogos a classificar essa planta em diversos grupos que ela faz parte. Heliconia, quer dizer seu gênero, que é o único da família Heliconiaceae. E psittacorum é a sua espécie.

Jardim Com Heliconia Psittacorum
Jardim Com Heliconia Psittacorum

No Brasil nós temos diversos apelidos e nomes populares para plantas e animais. Fica mais fácil de pronunciar, e normalmente ou faz referência para uma característica do animal, ou para algo que ele representa na determinada região e cultura. No caso da Heliconia psittacorum, os nomes mais populares que elas recebem são: Helicônia Papagaio; Caetezinho; Planta Papagaio e Tracoá.

Como Plantar e Cuidar de uma Heliconia Psittacorum

Se você se interessou em ter uma helicônia papagaio em sua casa e quintal, saiba que não é muito difícil. A primeira coisa que você procurar, são os rizomas, que são vendidos em casas próprias de floriculturas e semelhantes. Lembre-se sempre de checar o local que você está comprando, pois é ilegal lugares que pegam plantas direto da natureza.

Cuidando de uma Heliconia Psittacorum
Cuidando de uma Heliconia Psittacorum

Depois de conseguir os rizomas, basta plantá-los com a ponta superior do caule um pouco para fora do solo. Depois, é hora de colocar a matéria orgânica: misture bastante terra vegetal no local que a planta ficará. De primeira, molhe os rizomas em profusão, até que eles soltem folhas ou brotos nas proximidades – hábito típico das plantas de característica musoide, como as helicônias e as bananeiras. Mas lembre-se: os rizomas podem resistir por um período notável fora da terra, mas podem acabar falhando se perderem uma grande quantidade de líquido. Uma dica para não correr riscos é plantá-los o mais rápido e antes possível..

A Helicônia papagaio é ótima para ser criada em jardins externos, pois forma touceiras, e suas flores são bastante duráveis, utilizadas principalmente como flor de corte em arranjos florais. Quando suas flores são retiradas, em um curto período de tempo surge uma nova flor no lugar da que foi colhida. É uma das helicônias mais cultivadas e conhecidas no mundo.

Deve ser sempre cultivada a meia sombra, mas sem deixar de ter bastante luminosidade, pois não suporta a incidência direta do sol das 10 horas da manhã até as 17 horas. O solo precisa ser bem fértil, rico em matéria orgânica, drenado e mantido sempre úmido. Quanto as podas, elas devem ser feitas como limpeza. Removendo galhos e flores secas, sem realmente cortar nenhuma parte da planta. No inicio da primavera, é necessário fazer a adubação com esterco de gado ou composto orgânico, enriquecido com farinha de osso. E na primavera-verão, usar adubo mineral NPK 4-14-8. Essa planta multiplica-se facilmente por divisão de touceira, para quem quiser ampliar a quantidade.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender e ensinado um pouco mais sobre a helicônia psittacorum, seu nome popular, suas características e como cultiva-las em casa. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre a Helicônia papagaio outras helicônia e vários assuntos diferentes de biologia aqui no site!

Veja também

Quando o Amendoim foi Introduzido no Brasil? Onde Foi?

O amendoim é originário da América do Sul, de países como o Brasil, Bolívia, Paraguai …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *