Home / Plantas / Frutas que Começam com a Letra U: Nome e Características

Frutas que Começam com a Letra U: Nome e Características

O texto de hoje é sobre as frutas que se iniciam com a letra U. A mais popular entre elas é a uva, mas existem outras espécies que são muito menos conhecidas. Nomes como ubuçu, umê e uxi são algumas das frutas que não possuem tanta fama quanto à matéria-prima do vinho.

Umê

Oriunda da China, onde é muito popular, essa fruta também é muito consumida em solo japonês e chegou ao Brasil nos anos 60 por meio da colônia japonesa. Sua árvore costuma frutificar em locais de clima temperado. Apesar da rejeição inicial, hoje é uma fruta popular no estado de São Paulo.

Umê
Umê

A planta do umê é rústica, arbórea e sua altura costuma variar entre 5 e 7 metros. Por sua vez, o peso do fruto costuma variar entre 6 e 12 gramas. As folhas da árvore medem entre 3 e 7 cm e tem uma estrutura é simples; as flores, por outro lado, são brancas e podem se apresentar sozinhas ou em pares. Com relação às frutas, elas têm um caroço e podem ser oblongas ou redondas. Além disso, sua polpa é firme e carnosa e seu sabor é amargo e cheio de acidez.

Normalmente, essa fruta não é consumida in natura, pois seu nível de amargura é muito forte. Em geral, o umê é usado na fabricação de geleias e doces misturados com ameixas e pêssegos. Essa fruta é muito apreciada no oriente, especialmente para fazer conservas ou licores.

A planta do umê tem sua polinização feita por abelhas e outros insetos, além disso, sua fruta atrai aves e outros animais. Ela pode ser cultivada em regiões onde o inverno não é tão frio. Essa planta consegue se adaptar a vários tipos de solo, com exceção dos úmidos e dos compactados.

Uxi

Também conhecida como uxi liso ou uxi amarelo, a planta dessa fruta pode atingir até 30 metros de altura, sendo que sua altura mínima é de 25 metros. Suas folhas medem entre 12 e 20 cm e possuem estrutura oblonga e simples. Por sua vez, as flores tem um excelente aroma e possuem um tom que varia entre o branco e o verde.

A fruta uxi mede entre 5 e 7 cm e seu peso varia entre 40 e 70 g. A cor dessa fruta é bem peculiar, com uma variação entre o tom verde-amarelado e a tonalidade parda. A polpa é dura, mede 5 mm de espessura e possui entre uma e cinco sementes que medem entre 2 e 3 cm. Essa fruta prefere ambientes com temperatura média de 25°C, além disso, ela gosta de solos ácidos e bem drenados.

Uma curiosidade sobre essa fruta é que suas sementes servem para o artesanato. É possível cortá-las e fazer belos colares, cintos e até mesmo brincos. Além disso, dentro dessa semente existe um pó que serve para a fabricação de cosméticos. Esse pó também é usado para o alívio de coceiras e para disfarçar manchas na pele.

Além disso, o uxi pode ser consumido junto com a farinha de mandioca e também serve para fazer sorvetes, licores ou doces. O óleo dessa fruta é parecido com o da oliva. Com uma quantidade média de vitamina C, o uxi é abundante em cálcio e fósforo. A polpa do uxi é farinácea, mas tem um ótimo sabor. O chá da casca dessa fruta ajuda a combater colesterol, artrite e diabetes.

O uxi é muito importante para a alimentação de animais silvestres. Espécies como a anta, o tatu, o macaco, quati, o veado e uma infinidade de pássaros se alimentam dessa fruta. Em muitos momentos, os caçadores de tatu colocam armadilhas perto das árvores de uxi para conseguir pegar esses animais. Por atrair vários animais, as sementes do uxi se propagam com maior facilidade. Outro animal que espalha as sementes dessa fruta é o morcego (Artibeus lituratus).

Ubuçu

Ubuçu na Cesta
Ubuçu na Cesta

Conhecida cientificamente como Manicaria saccifera, essa fruta tem formato de coco e é oriunda de Trinidad e Tobago. Contudo, ela pode ser encontrada em outros locais tanto na América Central quanto no território sul-americano.

Aqui no Brasil, o ubuçu é facilmente achado nas ilhas amazônicas, especialmente nos estados do Amazonas, do Amapá e do Pará. Os ribeirinhos utilizam a palha dessa fruta para improvisar uma cobertura para suas casas.

O comprimento das folhas varia entre 5 e 7 m. A fruta do ubuçu tem formato esférico e contém entre uma e três sementes. O cacho dessa fruta está ligado a palmeira e tem uma espécie de material fibroso (tururi) que serve como proteção. Quando o tururi cai da árvore do ubuçu, ele é utilizado para confecção de roupas, pois esse material é flexível e resistente.

Uva

Mais famosa entre as frutas com a letra “u”, a uva possui cachos que variam entre 15 e 300 frutos. Com enorme variação em sua espécie, ela pode ser vermelha, verde, rosada, amarelada e roxa. Além disso, existem as “uvas brancas”, que possuem coloração verde e estão geneticamente ligadas as uvas roxas.

A uva é tão versátil que, normalmente, é utilizada na fabricação de vários produtos como sucos, refrigerantes, geleias e até mesmo panetones, nesse caso, por meio de sua casca. O suco da uva é o principal elemento do vinho, uma das bebidas mais antigas da civilização.

A árvore da uva, chamada de videira ou vinha, possui um tronco retorcido e seus ramos apresentam um bom nível de flexibilidade. Suas folhas são grandes e estão divididas em cinco lóbulos. Tendo suas origens ligadas a Ásia, a videira é cultivada em vários lugares do planeta onde o clima é temperado.

A produção de vinho é um dos trabalhos mais antigos da humanidade. Existem evidências que apontam que essa atividade já existia no Egito durante a época neolítica. Isso teria acontecido na mesma época em que os homens aprenderam a produzir cerâmica e a criar gado.

A uva começou a ser cultivada no Oriente Médio entre 6000 e 8000 atrás. Essa fruta é tão antiga que é citada na Bíblia em vários momentos, tanto no formato in natura quanto por causa de seus vinhos. Inclusive, as bebidas derivadas da uva roxa (vinho ou suco) representam o sangue de Cristo nas religiões cristãs. Os primeiros sinais de vinho tinto foram achados na Armênia, provavelmente no ano 4000 a.C.

Veja também

Para que Serve a Folha de Bambu? Benefícios do Bambu

O bambu é uma planta multifuncional bem conhecida. As folhas são usadas para fins medicinais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *