Home / Plantas / Frutas que Começam Com a Letra o: Nomes e Características

Frutas que Começam Com a Letra o: Nomes e Características

Essa lista com algumas das espécies frutíferas que começam com a letra O revela-nos algumas das mais exóticas espécies da flora do planeta.

São variedades singularíssimas, caracterizadas por aliar qualidades gastronômicas a utilidades farmacológicas e medicinais; e ainda com diversas curiosidades só encontradas mesmo nessa incrível biodiversidade da natureza selvagem.

Elas se prestam bem ao preparo de sucos, sorvetes, compotas e doces. Enquanto isso, oferecem propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias e antivirais por meio da decocção das suas folhas. Além de inúmeros outros benefícios impossíveis de serem descritos apenas no espaço desse artigo.

Portanto, segue, abaixo, uma lista com algumas dessas espécies de frutas que, como uma de suas características, começam com a letra O.

E ainda com os seus respectivos nomes científicos, características, aspectos biológicos, entre outras singularidades de cada espécie.

1.Oiti

Uma dessas frutas que começam com a letra O é o “oiti”, ou Licania tomentosa, uma espécie também típica da Mata Atlântica brasileira, e que pode ser encontrada com os sugestivos apelidos de oiti-coró, oiti-cagão, oiti-mirim, oiti-da-praia, entre outros apelidos não menos curiosos que ele recebe em algumas paragens das regiões norte, nordeste e sudeste do país.

Com um gosto que lembra um pouco ao da manga, o oiti desenvolve-se em uma árvore com folhas perenes, da família Crysobalanaceae, e caracteriza-se por ser capaz de ornamentar magnificamente áreas urbanas.

Oiti

O fruto do oitizeiro é uma drupa em forma de elipse, com exterior rugoso e amarronzado (quando maduro), com cerca de 14 ou 15 cm de comprimento, e com uma polpa doce, macia e amarelada (semelhante a uma pinha) que se presta bem para o consumo in natura ou na forma de sucos.

2.Oxicoco

O oxicoco é o Vaccinium oxycoccos, uma espécie tipicamente europeia, mas também encontrada na América do Norte e em alguns países da América do Sul – em especial no Chile e na Argentina.

Na Europa estamos falando do “cranberry”, uma fruta típica do Natal dos Estados Unidos e Canadá, e que desenvolve-se em um arbusto com folhas perenes, em regiões de brejo ou pântanos, geralmente com um tamanho que oscila entre 1 e 2m de altura, de onde pendem frutos de cor avermelhada, do tipo bagas e em quantidades exuberantes durante o período de frutificação.

O oxicoco se presta bem para uma degustação in natura, mas também para a fabricação de sucos, molhos, compotas, geleias…Ou mesmo para a infusão das suas folhas, como um eficaz tratamento para infecções urinárias, gripes, resfriados, entre outras afecções bacterianas.

3.Orangelo

Nessa lista com algumas frutas que começam com a letra O, temos também essa subespécie da Citrus sinensis (a laranja), possivelmente um híbrido entre a laranja e a grapefruit (a toranja).

O orangelo é oriundo da Ásia, e chama a atenção pelo seu sabor bem mais ácido do que o da laranja, e por isso mesmo mais indicado para a preparação de sucos, sorvetes e como ingrediente de molhos.

A fruta pende de uma árvore com folhas perenes, que disputam em exoticidade com as suas flores brancas, perfumadas e que agrupam-se de forma solitárias.

Já os frutos, como não poderia ser diferente, são espécies de “laranjas exóticas”, com um exterior entre o amarelado e o alaranjado, polpa sensivelmente amarga e ácida, além da característica de poder ser descascadas como tangerinas.

4.Puruí-Grande

O puruí-grande é uma espécie endêmica da Floresta Amazônica, mais facilmente encontrada nos ecossistemas do Pará e do Amazonas, conhecida cientificamente por Duroia saccifera, e também como purui-da-mata, cabeça-de-urubu, entre outras denominações curiosíssimas.

Puruí-Grande

Essa espécie pertence à família Rubiaceae, e caracteriza-se por ser uma árvore com cerca de 4 a 6 m de altura, com folhas em forma de elipses, ásperas em suas superfícies externas, e em meio às quais distribuem-se os seus frutos em forma de bagas, com 6 a 8 cm de comprimento, em tonalidades verde-escuras (externamente), além de uma polpa curiosamente escura.

5.Ora-Pro-Nobis

Essa é uma das espécies frutíferas que começam com a letra O, também facilmente encontrada nos ecossistemas florestais brasileiros, em especial na região Sudeste, onde é bastante apreciada, tanto pelas suas propriedades gastronômicas quanto pelas suas propriedades farmacológicas e medicinais.

O seu nome científico é Pereskia aculeata, uma árvores perene, com características de uma espécie de trepadeira bastante resistente; e por isso mesmo costuma ser apreciada para a constituição de “cercas vivas” e outras construções paisagísticas.

Ora-Pro-Nobis

Dentre os principais usos que se pode fazer do ora-pro-nobis, podemos destacar as suas folhas, moídas para a produção de um excelente suplemento nutricional para o combate à desnutrição e anemia.

Além de outras utilizações na gastronomia mineira, para a qual a planta possui um valor inestimável.

6.Ovo-de-Galo

Apesar do sabor um tanto quanto insosso, o ovo-de-galo, ou Salpichroa origanifolia, é bastante utilizado para dar gosto a diversos pratos, como um tempero exótico da gastronomia de algumas regiões do Paraguai, Argentina e até mesmo do Brasil.

A planta pertence à família Solanaceae, mais facilmente encontrada na região sul do Brasil, e caracteriza-se por ser uma espécie perenifólia, capaz de atingir entre 2 e 3 m de altura, com folhas simples, pecioladas, que desenvolvem-se de forma inteira; e ainda com flores brancas e frutos que geralmente atingem entre 2 e 3 cm.

7.Okari Nut

A Okari nut também pode ser conhecida como simplesmente “noz de Ocari”; uma planta originária das áreas baixas e regiões costeiras da Nova Guiné, Polinésia, Índia, além de outras regiões do sul da Ásia.

Nessa lista com algumas espécies de frutas que começam com a letra O, a Okari nut entra aqui como um membro da família Combretaceae, capaz de atingir até mais de 30m de altura, com as suas folhas coriáceas, de cor verde-escura, além de frutos com uma tonalidade vermelho-alaranjada.

Cada unidade de uma Okari nut possui entre 4 e 6cm de comprimento, com um sabor meio adstringente, e ainda com sementes tão ou mais saborosas que o fruto; sendo também bastante comercializadas em alguns desses rincões onde a fruta desenvolve-se.

Okari Nut

Na verdade a Okari nut pode ser descrita como uma drupa imensa, na forma de uma elipse, que muitas vezes ultrapassa os 8 cm de comprimento, recoberta com algumas penugens amarronzadas, e que também pode ser apreciada como ingrediente de pratos salgados.

Mas, sem dúvida, são as sementes os seus principais cartões de visita. Elas podem ser consumidas assadas, cruas, tostadas, cozidas, entre outras formas de aproveitar-se das suas exuberantes quantidades de fibras.

Esse artigo foi útil? Deixe a resposta na forma de um comentário e aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Como Germinar Sementes de Peônias? Passo a Passo

Com ampla distribuição nas porções temperadas do Hemisfério Norte, as peônias são vegetais correspondentes a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *