Home / Plantas / Frutas Que Começam Com a Letra C: Nome e Características

Frutas Que Começam Com a Letra C: Nome e Características

As frutas podem ter uma série de benefícios para as pessoas. Dessa forma, é completamente natural que a sociedade foque muito em consumi-las, sobretudo quando se trata de manter a saúde em dia. Portanto, é essencial que as frutas façam parte da rotina alimentar de um ser humano.

Nesse sentido, é possível dividi-las de muitas maneiras. Seja pelo tamanho, pelas cores, pelos principais benefícios ou pelo sabor, o certo mesmo é que as frutas possuem uma lista quase infinita de grupos. Há quem goste mais daquelas que são fontes de vitamina B em larga escala, embora outros prefiram consumir as frutas vermelhas. De qualquer forma, o importante mesmo é tê-las no dia a dia.

Logo, com o tempo foram surgindo mais e mais formas de qualificar as frutas, sendo uma delas a partir da letra inicial do nome de cada uma. Uma maneira interessante de testar tal segmentação é analisar as frutas que começam com a letra C, como é o caso de algumas como coco, caqui, cacau, carambola, cajá, caju, cereja e muitos outros. Se você quer saber mais sobre as frutas que começam com a letra C, veja algumas delas logo abaixo e aprenda certas características a seu respeito.

Carambola

A carambola é uma fruta muito comum em grande parte do Brasil. Dessa maneira, a fruta pode ser encontrada em ambientes úmidos, com solos ricos em matéria orgânica. O pé-de-carambola é chamado de caramboleira, sendo uma árvore de pequeno porte. O pé-de-carambola é muito usado para enfeitar os jardins, seja no Brasil ou em outros países, sobretudo da Ásia.

Carambola

Essa árvore, por não ser tão grande quanto outras e ainda dar frutos bonitos e saborosos, é uma excelente alternativa para quem deseja mudar um pouco o visual do quintal. A carambola é muito comum na China e também em parte da Índia, o que a faz uma das frutas mais populares de todo o planeta. A cor da fruta pode variar entre o verde e o amarelo, com o sabor sendo levemente agridoce.

A carambola cresce em formato de estrela e, quando cortada, é esse formato que se vê. A fruta é rica em vitamina A, além de ter também a vitamina B em larga escala. Ademais, a carambola ainda pode ser usada para a produção de doces e sucos, além de ser consumida de maneira direta pelas pessoas. A árvore que gera a carambola, não sendo tão grande, por vezes é atacada por crianças ou jovens em diversas partes do planeta.

Cereja

A cereja não é muito comum no Brasil, já que o país não tem o clima ideal para o plantio dessa fruta. Assim, o mais natural é que os brasileiros comam a falsa cereja, feita a partir do chuchu. Em todo caso, nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia a cereja possui grande produção, sendo consumida também em larga escala.

O Irã, por exemplo, é um dos principais produtores de cereja em todo o mundo. Acontece que o pé-de-cereja precisa ser exposto ao frio para germinar e gerar as frutinhas. Portanto, no Brasil, não é possível que isso aconteça, pois há uma forte instabilidade climática.

Uma cerejeira leva cerca de 4 anos para produzir frutas com sabor realmente bom. Ademais, o pé pode levar cerca de 7 anos para atingir a sua maturidade. A partir desse momento, é provável que as frutas geradas pelo pé sejam sempre saborosas e doces. De qualquer maneira, o pé-de-cereja pode ser bastante bonito em qualquer época do ano, mas sobretudo quando carregado, o que acontece logo depois do inverno.

Caju

O caju não é exatamente o fruto do cajueiro, sabia? Na verdade, o fruto do pé-de-caju é a castanha, que vem junto de um corpo sólido chamado de caju. Logo, o caju não é exatamente o fruto do pé-de-caju. Dito isso, o sabor do caju costuma ser agridoce, embora o suco da fruta seja um dos mais famosos de todo o Brasil.

O caju é muito famoso na região Nordeste do país, onde o clima quente e seco favorece o crescimento das plantações. Na realidade, há uma série de locais que vivem da venda do caju na parte Nordeste do Brasil. Vale ressaltar que o pseudofruto, o caju, é rico em vitamina C e também muito rico em ferro.

Caju

Portanto, o caju é uma ótima opção para quem deseja ganhar força e aumentar a capacidade do sistema de defesa do corpo humano. Se fermentada, a solução extraída do caju pode ser usada para a produção de bebidas que contenham álcool. Todavia, o caju também serve para produzir bebidas mais leves, como é o caso do suco da fruta. Já a castanha do caju pode ser consumida de muitas formas, sendo complicado o processo de retirada da amêndoa ali existente.

Caqui

O caqui é extremamente popular na região Sudeste do Brasil, mas não é igualmente comum em outras partes do país. Na verdade, no período de alta é possível encontrar o caqui sendo comercializado nos mais diferentes locais do Sudeste.

O alimento costuma ser muito úmido, com água em abundância. Portanto, para produzir o caqui é necessário que a rega seja frequente ao longo da fase de desenvolvimento do fruto. No Sul do Brasil, por exemplo, o caqui é também bastante popular.

Por outro lado, as regiões Centro-Oeste e Nordeste não possuem grandes ofertas dessa fruta. O caqui, em relação aos seus benefícios nutricionais, possui as vitaminas B1, B2 e A. Ademais, o caqui ainda tem muitas proteínas, ferro e cálcio. O mais interessante de tudo é que, mesmo com todos esses nutrientes, o caqui possui poucas calorias e, assim, não é uma fruta que engorda tanto.

Para quem está em dieta, pode ser uma grande opção adicionar o caqui. Porém, vale lembrar que o índice de açúcar presente na fruta é alto, então é importante não exagerar. Além do Brasil, o caqui é também produzido em muitas outras partes do planeta, por vezes em espécies diferentes. Portugal, por exemplo, possui grandes plantações de caqui em seu território, sobretudo perto de rios.

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *