Home / Plantas / Flores Que Começam Com a Letra H: Nome e Características

Flores Que Começam Com a Letra H: Nome e Características

As plantas que começam com a letra H são espécies muito bonitas, trazendo muita alegria aos ambientes, quando utilizadas como ornamentos de decoração, ou nos jardins das casas. Além de grande parte delas possuírem propriedades que podem ser utilizadas como plantas medicinais, para tratar diversos tipos de males.

Enfim, continue lendo e confira as características de várias flores que começam com a letra H.

Hábu

O Hábu pertence à família das Fabaceae. Tendo origem asiática, mais especificamente no Japão. Muito usada na sua medicina popular.

Essa planta é considerada um estimulante, pois atua acelerando o metabolismo devido às várias propriedades, tais como: depurativas, diuréticas e hipertensoras.

Problemas relacionados a gases, anemia, fraqueza, resfriado, para purificar ou desintoxicar o sangue, podem ser tratados com o Hábu. Todos os benefícios medicinais são retirados de suas sementes, um costume que veio dos índios Misquitos, da Nicarágua.

A partir de então, essa planta foi usada para tratar de dores em geral. Sobretudo àquelas relacionadas à saúde da mulher, como cólicas menstruais e uterinas, por exemplo. Sem falar dos problemas de intestino preguiçoso, que alguns bebês apresentam.

Sendo também usada pelos índios para tratar febre, malária, problemas hepáticos, sarnas e doenças de pele.

Suas características:

  • Flor na cor amarela;
  • Possui galhos e suas folhas são na coloração verde-escuro

Hera Terrestre

A Hera terrestre pertence à família das Araliacae, usada como planta medicinal. Cientificamente, é chamada pelo nome Glechoma hederacea, mas é conhecida popularmente como Herazinha, Hera de São de João, Coroa da Terra e Correia de São João Batista.

Essa planta atua como tônico, béquico, anti-inflamatório, desobstruente, vermífugo e antiespasmódico. Além de adstringente, diurético e antiescorbútico também. Muito indicada para desobstrução do fígado, inflamações de garganta e eliminação de vermes.

Também pode usada na limpeza dos olhos. Para isso, deve-se fazer a infusão com duas partes da planta para uma parte de celidonea. Pode se acrescentar um pouco de mel.

Pode ser usada ainda para tratamento de tosse antes e pós resfriado, pois ajuda a eliminar possíveis secreções, deixando-as moles e líquidas. O que facilita a sua eliminação.

Hera Terrestre

Seu uso deve ser feito apenas com a planta seca pois, na sua forma fresca, pode ser perigosa, pois apresenta substâncias tóxicas. Por isso, é contraindica para crianças.

Deve ser consumida somente sob orientações médicas. E sempre obedecendo a quantidade indicada. A quantidade indicada não deve ser excedia por ninguém, principalmente no caso daquelas pessoas que fazem uso de outros medicamentos.

Suas características:

  • Mede entre 10 e 30 centímetros de altura;
  • Possui raízes delicadas e fibrosas;
  • Flores azuis violáceas, rosas ou esbranquiçadas;
  • Suas folhas são dentadas e triangulares,
  • Exala um cheiro forte.

Heléboro Negro

O Heléboro Negro é uma erva que pertence ao grupo da família das Ranunculaceae. São reconhecidas 20 espécies desse gênero, conhecido popularmente como “rosa de natal”, utilizada na maioria das vezes como plantas ornamentais, devido a exuberância das suas flores. No Brasil, são cultivadas nas regiões mais frias.

O uso medicinal dessa erva vem desde a antiguidade. As civilizações gregas e egípcias utilizam como analgésico. Por possuir propriedades glicosídeos cardioativos, ela muito usada para evitar possíveis doenças relacionadas ao coração, além de possuir efeito diurético e hiper tensor.

Conforme apontam alguns estudos, o uso do Heléboro Negro deve ser dosado, pois o uso em excesso pode resultar em problemas cardíacos graves, como ataque cardíaco, por exemplo.

Por isso, é bom tomar cuidado, e consultar um médico antes de ingerir qualquer remédio ou chá, mesmo que seja natural.

Suas características

  • Suas flores são brancas, possuem cinco pétalas que rodeiam um pequeno anel em forma de cálice;
  • Suas folhas são largas na cor verde clara,
  • Possui um caule fino e comprido.

Heliotrópio

O Hiliotrópio, de nome cientifico Hiliotropium europaeum, pertence à família das Boragiaceas. Trata-se de uma planta anual, com origem na região mediterrânea, podendo ser encontrada de forma dispersa ao sul e à oeste da Europa, no norte da África, sudoeste asiático. Além das ilhas Macaronésia, com exceção de Cabo verde.

Em algumas localidades, ela é conhecida popularmente como erva das verrugas, tornassol, tornassol com pelos, verrucaria ou verrucária com pelo. É considerada uma erva daninha, por nascer na beira de algumas estradas.

Suas sementes germinam na primavera e são resistentes à seca, devido às suas raízes profundas. Suas flores duram até o verão, e vão morrendo aos poucos no inverno.

Heliotrópio

Ela possui propriedades antisséptica, cicatrizante, febrífuga e emenagoga. Além de ativar a menstruação e estimular o funcionamento da vesícula biliar. É muito comum animais morrerem após o consumo excessivo dessa planta, pois são intoxicados. Esse problema ocorre mais comumente entre gado e cavalos.

Suas características:

  • Mede entre um e cinco metros;
  • Possui cheiro agradável, e coloração acinzentada ou esverdeada;
  • Possui corola branca ou liliácea, afunilada ou assalveada,
  • Suas folhas são elípticas, assim como os caules são cobertas de pelos suaves.

Hibisco

O hibisco é uma planta muito conhecida, originária da China, sudoeste da Ásia, e Polinésia. Pertence à família das Malvácea. Conhecida popularmente pelos nomes cardado, hibisco, vinagreira e caruaru-azedo.

Adapta-se bem em lugares de clima tropical, florescendo o ano todo. É usada tanto como planta medicinal, como na área dos cosméticos.

Muito utilizada no tratamento da depressão, para redução na taxa de colesterol. Também é diurética, atua em doenças do fígado, ajuda a impedir a oxidação de lipoproteínas de baixa densidade. Não sendo indicado o  seu uso para gestantes e lactantes, pois possui substâncias que podem interferir na estrutura dos genes do bebê.

O seu consumo em excesso, por ser diurético, pode levar a pessoa a eliminar muitos nutrientes, que são essências para o funcionamento do organismo.

Suas características:

  • Pode chegar a medir até dois metros de altura,
  • Suas flores são pequenas com pétalas crespas ou grandes, simples ou dobradas com pétalas inteiras, a cor das flores varia muito.

Hamamélis

A Hamamélis, nativa da América do Norte, foi introduzida na Europa e outras regiões partir dos anos de 1736. Usada como planta ornamental, muito valorizada no mercado da fisioterapia e homeopatia. As suas partes mais usadas são os seus galhos, folhas e cascas.

Suas propriedades são adstringentes, tônica, anti seborreica, descongestionante, refrescante, antiacne, anticaspa e sedativa. Evita também o ressecamento da pele.

Hamamélis

Possui uma grande quantidade de flavonoides e taninos, utilizados para tratamento de hemorroidas e varizes. A ingestão de quantidades elevadas pode provocar distúrbios gastrointestinais, como náuseas e vômitos. Além de uma possível hepatoxicidade, afetando os rins e fígado.

Suas características:

  • Arbustiva de pequeno porte, pode chegar entre dois a três metros de altura;
  • Flores na cor rosa,
  • Folhas pequenas e esverdeadas.

Veja também

Tudo Sobre a Planta Cíclame: Características da Flor e Fotos

Cíclame, também conhecida como cyclamen ou cíclame-da-pérsia, é uma planta que tem origem nos continentes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *