Home / Plantas / Flor-Monstro: Nome Científico, Características e Imagens

Flor-Monstro: Nome Científico, Características e Imagens

Em Bruxelas, capital da Bélgica, uma flor começou a abrir suas pétalas num domingo de sol e encantou os visitantes de uma das estufas do Jardim Botânico belga. Não era uma flor qualquer, era uma flor de Arum Titan (Amorphophallus tintanum). Esta planta, também conhecida como jarro-titan ou flor cadáver, produz um espádice considerado a maior inflorescência do mundo vegetal.

O tubérculo da flor cadáver  pesa além dos 7o kg., e a inflorescência dura apenas três dias, com periodicidade tardia e longa, tanto que esta inflorescência era apenas a terceira em cinco anos, o que justifica o encantamento dos visitantes. Após a floração o tubérculo entra num estágio de dormência e pode ser replantado em outro lugar. Seu nome científico Amorphophallus tintanum, significa ‘falo gigante sem forma’.

Erva perene com maior inflorescência no mundo, que medem acima de dois metros de comprimento, podendo atingir os cinco metros , envolvendo uma espiga carnuda (espádice). Alcance de quase  3 mts. de circunferência, apresentando cores verde-clara salpicada de branco, externamente, cor carmesim escura,  internamente. Spadix amarelo, com mais de  2 mt. de altura, oco e expandido na base. Folha solitária podendo ultrapassar 4 mts. de largura. Caule da folha (pecíolo) verde pálido manchado de branco. Polinizada por besouros e moscas.

Esta de fato é uma flor monstruosa e desproporcional aos padrões anatômicos das flores mais comuns, mas embora grandiosa ela não é a flor monstro verdadeira.

Flor Monstro: Nome Cientifico

Rafflesiaceae Dum, a famosa flor monstro, Rafélia Comum, da família Rafflesiaceae, é vizinha da Arum Titam, sendo originária da mesma região geográfica, as florestas tropicais da Indonésia e correndo o mesmo risco de extinção por causa do desmatamento. Reconhecida como o maior exemplar de flor do mundo, com até 106 cm. de diâmetro e peso de 11 kg., possuindo como característica peculiar, produzir seu próprio calor para ajudar a espalhar o cheiro de carne podre que exala, atraindo moscas e besouros , seus polinizadores.

É uma planta estranha, quase extraterrestre, da família Euphorbiaceae, que inclui a seringueira e o arbusto da mandioca, plantas cujas flores são caracteristicamente pequenas, vai entender! A teoria mais aceita, para explicar esta estranha metamorfose, sugere que há 40 milhões de anos atrás, a minúscula flor começou a se desenvolver num ritmo muito acelerado. Esta teoria se estabelece observando-se certas características da flor monstro.

Flor Monstro: Características

A flor monstro se apresenta com um diâmetro superior a um metro e pesa mais de dez quilos. O meio da flor é esférico e amplo, sendo ladeada por cinco pétalas grandes e desenvolvidas. As flores tem manchas brancas sobre um fundo avermelhado. Seu fruto contém sementes gosmentas.

A flor monstro apresenta-se rasteira em meio a floresta, ou seja, num ambiente de pouca luz e de difícil visualização aos seus polinizadores, “fora da vitrine” podemos dizer. Seus processos evolutivos maximizaram sua área de superfície, transformando a flor num (Graal), local vistoso de parada obrigatória e propagação de odores, espalhando-os de maneira mais sedutora no ar, cativando seus polinizadores pelo odor e visual.

A Rafélia Comum, ou Flor Monstro é uma planta parasita que sobrevive retirando nutrientes das raízes de uma árvore chamada Tetrastigma, um arbusto de parentesco próximo a das videiras, cipós e trepadeiras. São plantas que para absorverem a necessária luz solar para suas trocas gasosas necessitam de suporte pra manterem-se eretas e crescerem em direção a luz disponível acima das árvores. A Rafélia Comum não faz fotossíntese, não tem folhas, caule ou raiz, apenas vasos que a conectam a planta hospedeira.

A propagação da espécie depende inteiramente de sua flor, que desabrocha a cada ano, pois nas flores estão contidos os osmóforos células produtoras do cheirinho que deixa seus polinizadores inebriados. O cheiro exalado pela Rafélia Comum é tão desagradável para os admiradores de plantas, que esta é conhecida também como “lírio podre”.

Flor Monstro: Características

Por Que o Cheiro?

Hábitos, características e comportamentos dos seres vivos, estão sempre relacionados às suas necessidades de completar seu ciclo de vida, que nos animais inicia-se no acasalamento entre os  indivíduos adultos, passa pela fertilização, o estágio embrionário durante a gestação ou a incubação e o nascimento, o desenvolvimento à fase adulta de sua prole e o ciclo se repete enquanto viver.

Nos vegetais não é diferente começa na floração, polinização, fertilização, frutificação, colheita, seleção de sementes gerando uma nova geração, mudas, transposição, plantio, desenvolvimento, floração e o ciclo se renova. Diferentes estágios e circunstâncias durante estes variados momentos são  objeto de investigação e seus resultados são surpreendentes.

Flor-Monstro Fotografada na Floresta
Flor-Monstro Fotografada na Floresta

Já dissemos que a flor monstro não tem raiz, nem caule e nem folhas, como se daria sua reprodução em face de tais características impares entre os vegetais. Também já sabemos que seu cheiro serve para atrair polinizadores. A polinização garante a reprodução das flores.

Como cada planta dá origem a uma flor monstro e esta flor só possui um sexo, para que haja a reprodução, plantas com flores do sexo oposto, devem coexistir nas vizinhanças. A presença dos insetos, garante a coleta deste gameta e seu transporte até outra flor com sexo oposto, possibilitando a fecundação.

Flor Monstro: Características

Polinização

Quando os insetos se apoiam nas flores para sugar o néctar, acabam ficando com grãos de pólen grudados em seus corpos e assim, ao vagar de uma flor para outra, levam esses grãos junto com eles, favorecendo a união dos gametas masculinos e femininos, esta polinização chama-se entomofilia.

Os insetos enxergam bem mais rápido do que nós e podem ver detalhes que nossos olhos não são capazes de observar, dessa forma eles podem encontrar mais rapidamente as imensas flores em meio a mata densa, inclusive conseguindo encontrar onde o néctar se encontra.

No caso da flor monstro, sua expectativa de vida e de menos de uma semana, fim dos quais seus gametas morrerão junto com a flor, por isso a planta faz esta propaganda de forte apelo sensitivo, garantindo a atenção de seus polinizadores, tanto pela visão, como pelo olfato.

A flor polinizada gera um fruto com muitas sementes, que são consumidos pelos musaranhos, que vão defecá-los novamente junto  a fendas em sua hospedeira, um broto cresce ali até que fique grande o suficiente para romper a casca da hospedeira. A flor pode levar um ano até desabrochar,  reiniciando o ciclo.

by [email protected]

Veja também

Como Plantar Amor Perfeito Para Lembrancinha? Como Fazer?

A flor Amor Perfeito é muito delicada e significa amor duradouro e romântico. Ela vem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *