Home / Plantas / Ficha Técnica Da Rosa Do Deserto: Raiz, Folhas E Caule

Ficha Técnica Da Rosa Do Deserto: Raiz, Folhas E Caule

Não vá se precipitando, pois esta rosa não é nada parecida com aquela tradicional que vemos pelo nosso país!

Você por acaso já viu uma rosa que cresce em pleno deserto? A Rosa do Deserto carrega tal nome justamente por causa disso, ela consegue se desenvolver em locais bem secos e aparentemente sem vida!

Se quiser aprender e descobrir todas as curiosidades sobre esta excêntrica espécie, então sugiro que tire um tempinho para ler esta interessante matéria que preparei para outros(a) curiosos(a) como eu que nunca estão satisfeitos(a) em aprender sobre a fauna e flora brasileira e também internacional!

Vamos começar!

Flor Rosa Do Deserto
Flor Rosa Do Deserto

A Raiz e As Folhas Da Rosa Do Deserto

Mesmo com um nome tão delicado pode ser que esta planta lhe surpreenda, pois as suas características não são nada delicadas, ela é uma espécie que possui uma força imensa sem contar a sua resistência a temperaturas altas que nem nós mesmos poderíamos aguentar.

Assim que me deparei com a Rosa do Deserto logo me lembrei das espécies Bonsai, aquelas árvores pequenas cultivadas em vasos.

Esta rosa possui raízes bem grossas e fortes, tirá-las do solo pode ser uma tarefa um tanto complicada, não estou exagerando, as raízes dessa planta são realmente fortes e as vezes podem até se alargarem formando certos gomos que dificultam ainda mais a sua retirada.

A Rosa do Deserto é sem dúvida mais uma das espécies que compõem as plantas mais fortes que existem!

Quando se trata das folhas desta espécie eu não posso dizer que fiquei surpreso, elas são bem comuns com aquela cor verde clara bem tradicional e seu formato também não traz nada que não já exista em outras espécies de planta. Neste aspecto não vi nada de novo!

Sobre O Caule Da Rosa Do Deserto

Esta parte da planta é bem semelhante as raízes, elas são grossas e de aspecto bem áspero, nesta parte eu também não tenho muito o que falar, pois tudo isso pode ser visto em outras espécies de planta.

Lembrando que é no Caule que esta planta faz as suas reservas de água e nutrientes para preservar a sua vida diante de tanta escassez e sequidão, afinal de contas, o que há num deserto a não ser isso?

Saiba Algumas Coisinhas Sobre A Rosa Do Deserto

Se você é do tipo que adora estudar o significado das coisas, então vai gostar de conhecer esta flor, de cara dá para ver que ela é bem forte e resistente as adversidades que possam aparecer a sua volta, ela é um símbolo de superação total.

A Rosa do Deserto é pertencente as terras Africanas, se você estudou geografia sabe que neste país o sol é de castigar e a seca é um fator que assola muito a população mais pobre deste lugar, basta ver os noticiários para saber isso.

E a nossa planta do deserto, como ela vive em um local desses? Ela consegue permanecer nele tranquilamente, ela é como os Cactos que possuem dentro de si mesmos os recursos necessários para garantir a sua própria sobrevivência!

Não há como falar de flores e não comentar sobre as cores delas, creio que esta característica é uma das que as pessoas mais procuram saber. A Rosa do Deserto é uma espécie com muitas cores, mas uma que me encantou foi a mistura entre o rosa e o branco.

As pétalas da nossa rosa desértica possuem uma característica muito encantadora, nas pontas delas a sempre a predominância de um tom mais forte do que está presente na flor por completo, isso causa um contraste incrível nela.

Dicas Para Os(A) Futuros(A) Cultivadores Da Rosa Do Deserto

Esta é uma das espécies com o cultivo mais contraditório que eu já vi, muitas das espécies tradicionais que eu conheço precisam de uma exposição ao sol sempre em meia sombra, mas a nossa Incrível Rosa do Deserto é exatamente ao contrário, ela precisa de sol pleno.

Saiba que você pode cultiva-la em meia sombra sim, mas entenda que ela não vai conseguir desenvolver perfeitamente, ou seja, ela terá um aspecto inferior do que se tivesse sido exposta ao sol pleno. Fique atento(a) a isso!

A preparação do solo para receber a planta é algo essencial, você vai precisar te uma terra bem arenosa e com uma ótima drenagem, com isso a sua planta não vai acabar tendo as suas raízes afogadas por causa do excesso de água.

Cultivo da Rosa Do Deserto
Cultivo da Rosa Do Deserto

Só lembrando que a Rosa do Deserto não é uma espécie que necessita de ser regada com muita frequência, por causa da sua habilidade de armazenar nutrientes e água ela não vai precisar muito de auxílios.

Com a mistura da terra juntamente com a areia faz com que um perfeito substrato seja criado, esta junção de substâncias fará com que a sua planta possa crescer perfeitamente.

Se você quiser ter a planta em um formato escultural é necessário realizar um replantio de 2 a 3 anos, também é preciso levanta-la a ponto de deixar a parte superior das raízes um pouco expostas. Não precisa ficar com o procedimento, pois ele não fará mal algum a sua Rosa do Deserto!

Rosa Do Deserto Na Decoração

Esta espécie de planta é perfeita para ambientes externos e internos, todos os lugares ficam completamente incríveis com ela.

Você pode deixá-la na sua sala, na sua varanda, enfim, tenho a certeza de que em qualquer lugar ela ficará perfeita.

Pesquise o melhor lugar para deixá-la, lembrando que ela gosta muito de sol, portanto, é bom colocá-la num espaço mais aberto onde ela possa receber bastante luz solar, ou então separe um período do dia para que ela possa se fortalecer com o benefício do sol.

Ei, muito obrigado pela sua presença aqui e fique sempre conectado a este site, pois em breve eu irei trazer novas matérias que sem dúvida serão muito interessantes para você!

Lembre-se de que este site é um dos melhores quando o assunto é conhecimento a respeito da fauna e flora brasileira!

Até a próxima!

Veja também

Frutas que Começam com a Letra H: Nome e Características

As frutas são alimentos extremamente populares. Variam entre os sabores adocicado, cítrico, travoso e amargo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *