Home / Plantas / Ficha Técnica da Flor Primavera: Raiz, Folhas e Caule

Ficha Técnica da Flor Primavera: Raiz, Folhas e Caule

Bougainvillea é o nome da família botânica da flor primavera. Ligada ao gênero do grupo Nyctaginaceae, as espécies desse grupo também são chamadas de buganvílias. Essa planta é encontrada com frequência na Amazônia e na Mata Atlântica do Brasil, apesar de só ficar famosa em nosso país após virar moda na Europa.

Com origens sul-americanas, essas angiospermas possuem vários nomes tais como três-marias, ceboleiro, flor-de-papel, entre outras. Essa planta possui várias colorações, podendo ser rosada, avermelhada, branca, roxa, amarela e até mesmo possuir mais de uma cor. A buganvília mais alta do planeta possui 18 m de altura e está em Minas Gerais, na cidade de Lambari, próximo ao lago Guanabara.

Características Gerais

A presença de brácteas é uma marca registrada dessas plantas. Basicamente, brácteas são folhas cuja função é fazer os polinizadores se aproximarem. Por causa disso, muitas vezes essas folhas são vistas como pétalas. As reais pétalas dessa flor são amareladas e bem pequenas.

O caule dessa flor tem espinhos que podem machucar a flor caso sejam arrancados, o que é uma situação contrária a das rosas, por exemplo. As folhas dessa flor são simples, possuem formato oval e são lisas em seus extremos. Elas também possuem um caule.

Essa planta lenhosa pode alcançar até 15 m de altura. Elas se desenvolvem mais rápido se receberem uma grande quantidade de luz solar, pois quando isso acontece, o número de flores dessa planta tende a aumentar.

Cuidados

Como essa planta não gera sementes, a flor primavera só consegue se reproduzir por meio de estacas. É necessário plantá-las em um local que facilite a exposição à luz solar, priorizando um solo que tenha areia, compostos orgânicos e substratos divididos igualmente para cada muda. Depois disso, só regue essa plantas quando a superfície da terra estiver seca, pois ela não suporta solos encharcados. Uma boa qualidade dessa planta é que ela consegue suportar bem o inverno.

Paisagismo

É possível cultivar essa flor como trepadeira, usando muros como apoio ou até mesmo como um tipo de arvoreta. Mas, para isso, essa planta deve ser podada regularmente, para que haja o surgimento de uma copa bem redonda. Não se deve plantar a flor primavera em locais de trilha ou caminhada, pois todos os seus galhos são espinhosos.

Essa planta possui muitos tons, podendo variar entre o branco e o vermelho, além de possuir tanto pétalas simples quanto pétalas com dobras. Além disso, suas flores podem ter uma medida comum ou até mesmo serem anãs.

 Flor Primavera Como Trepadeira no Pergolado
Flor Primavera Como Trepadeira no Pergolado

Subespécies

A flor primavera tem algumas subespécies que fazem parte da família botânica Nyctaginaceae. Uma dessas flores é a Bougainvillea glabra, que faz parte do gênero das buganvílias. Apesar de ser encontrada em várias regiões do planeta, essa flor é típica do continente sul-americano e é muito encontrada em terras brasileiras. Planta de cultivo ornamental, também é conhecida como três-marias, roseta, santa-rita, entre outros nomes.

Outra subespécie dessa planta é a Bougainvillea spectabilis, popularmente conhecida como cansarina, ceboleiro, juá-francês entre outros. Também sul-americana, essa buganvília pertence à família botânica das nictagináceas. Suas brácteas podem ser rosas, brancas, alaranjadas ou amarelas.

História do Nome

A flor se chama “Buganvília” ou “Bougainvillea” por conta de Louis Antoine de Bougainville, um navegador da França que viu essa planta em nosso país e a mostrou para os europeus.

Louis Antoine de Bougainville
Louis Antoine de Bougainville

Esse fato aconteceu em 1790 e foi o grande responsável por essa planta se espalhar pelo planeta. Com relação ao nome “três-marias”, ele vem da união em grupos de três que as brácteas e as flores dessa espécie fazem.

Linhagem Familiar

A flor primavera vem da família Nyctaginaceae, pertencendo à ordem das angiospermas Caryophyllales. Essa família contém árvores, arbustos, flores ornamentais, ervas medicinais e os seus gêneros mais famosos são Boherhaavia, Mirabilis (planta conhecida como “maravilha”) e a já citada Bougainvillea.

As folhas dessa família normalmente são simples, desiguais em questões de medidas, possuem pecíolos (haste que liga a folha ao caule de uma planta) e não têm estípulas presentes. Existem algumas plantas dessa família que não possuem espinhos.

Os frutos de suas plantas podem ser carnosos, coriáceos (que lembram couro e quebram com facilidade) ou antiocarpos (formado não apenas pelo ovário, mas também por órgãos como os receptáculos e s brácteas). Além disso, esses frutos costumam ter um aspecto viscoso e um formato pontiagudo.

Funções da Família

No gênero Boerhaavia, a espécie Boerhaavia difusa é uma planta que pode ser usada de forma medicinal. Popularmente chamada de Erva-Tostão e Batata-de-porco, ela serve para limpar vermes como as lombrigas e também pode ser útil para tratar enfermidades como a diarreia e a hepatite.

Ainda nesse gênero, algumas dessas plantas podem ser usadas para a fabricação de refrigerantes, algo muito comum em terras cearenses. O gênero Neea também está ligado à família Nyctaginaceae e suas folhas são usadas para fazer chá. No quesito ornamentação, a melhor planta é a Bougainvillea glabra.

Bougainvillea Glabra
Bougainvillea Glabra

Outra planta que se destaca é a maravilha, conhecida como “bonina” na região nordestina do Brasil. Herbácea, essa planta possui vários tons de cor, podendo ser avermelhada, branca, lilás ou rosada. Ela é uma boa opção para quem pretende colocar maciços em seus muros.

Uma curiosidade sobre a maravilha é que suas folhas são usadas como alimento, desde que estejam cozidas. Suas raízes são diuréticas e também ajudam a combater a diarreia, a leucorreia (um tipo de doença da vagina), além de ajudar no tratamento das sífilis.

Diversidade de Gêneros

As plantas da família Nyctaginaceae possuem 30 gêneros diferentes, espalhados por 400 espécies e podem ser achadas nos locais mais quentes do planeta, especialmente em lugares próximos ao neotrópico (região biogeográfica que representa a América Central) e as regiões áridas norte-americanas. Na região neotropical, ficam os vegetais do gênero Neea, Guapira, e Pisonia, além de outras plantas endêmicas sul-americanas.

Por outro lado, a América do Norte possui uma variedade maior de plantas, especialmente as mais famosas. Grande parte das espécies vegetais de Nyctaginaceae são muito raras. Além disso, os seus gêneros apresentam variação morfológica de acordo com a sua localização geográfica.

Reprodução

Borboleta na Bougainvillea Glabra
Borboleta na Bougainvillea Glabra

As flores dessa família podem ser unissexuais ou não. Elas costumam receber pólen das borboletas ou de insetos como as abelhas, mariposas ou até mesmo das formigas. Suas sementes costumam ser propagadas pelo vento ou então pelas fezes dos animais (endozoocoria).

Veja também

Como Plantar Vinca em Vaso em Casa?

A vinca-de-madagascar ou simplesmente vinca (nome científico Caranthus roseus) é um vegetal de fácil propagação, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *