Home / Plantas / Doenças Comuns Do Manacá De Cheiro E Como Tratá-Las

Doenças Comuns Do Manacá De Cheiro E Como Tratá-Las

Combater doenças em plantas nem sempre é tarefa fácil, pois muitas são bastante resistentes, e antes que se perceba, a planta acaba morrendo.

No caso do manacá de cheiro, existem algumas pragas e doenças que são mais comuns bela,  mas que podem ser tratadas e até evitadas com bastante eficácia.

Vamos descobrir como.

Pragas Que Podem Atacar O Manacá De Cheiro

Também chamada de manacá-de-jardim, essa planta pode ser invadida por alguns visitantes, aparentemente, bem inconvenientes, como é o caso da borboleta-do-manacá (de nome científico Methona themisto). Sua característica, enquanto praga dessa planta, é colocar ovos em suas folhas, e quando as lagartas nascem, alimentam-se delas.

Importante destacar que esse inseto só aparece em ambientes urbanos, que foi onde ele se adaptou para sobreviver de hospedeiros como o manacá de cheiro.

Na verdade, o certo não é tentar matar essas lagartas, pois elas, de fato, não vão destruir a planta. Lembre-se: elas precisam desse manacá para se alimentarem e para ser um espaço de proteção onde posteriormente vão se transformar em borboletas.

E é só lembrar também que esses insetos, quando já devidamente adultos, são importantes polinizadores das plantas na natureza, junto com as abelhas.

Ok, no caso da borboleta-do-manacá, ela pode até não ser necessariamente uma praga, mas essa planta também é frequentemente atacada, aí sim, por pragas bem sérias, como é o caso de pulgões e cochonilhas. Contudo, eles podem ser combatidos com inseticidas comuns. Uma forma de prevenção é evitar o excesso de umidade no ambiente.

Excesso de umidade, inclusive, que pode fazer o manacá-de-jardim ser atacada também por algumas espécies de fungos, mas que, assim como as pragas que mencionamos antes, podem ser eliminados com fungicidas.

Formas De Identificar E De Se Prevenir Contra Algumas Pragas

Para prevenir que o seu maracá de cheiro possa atrair alguma praga desas que mencionamos, como pulgões e cochonilhas, um passo importante é fazer uma grande limpeza nos vasos, canteiros e jardineiras onde a planta se encontra. Essa limpeza inclui também recolher galhos e folhas secas.

É bom, também como forma de prevenção, sempre olhar atentamente as folhas do seu maracá, especialmente os versos delas, pois é ali que alguma praga pode estar escondida. Essa vistoria, inclusive, precisa ser feita, no mínimo, uma vez a cada semana. Também vale a pena prestar atenção nos sinais que a planta pode dar, como, folhas amareladas, flores sem muita cor, e por aí vai.

Flor do Manacá De Cheiro
Flor do Manacá De Cheiro

Claro que também é fundamental reconhecer qual tipo de praga você está lidando. Umas dicas: lesmas e caracóis costumam surgir em solos úmidos, e atacam geralmente à noite. Já com relação às formigas, não são todas as espécies que danificam plantas. Importante verificar isso também.

No caso de cochonilas e pulgões, na maior parte das vezes, as folhas de plantas atacadas ficam enrugadas ou mesmo com pequenas cascas pretas. Ambas as pragas se caracterizam por roubarem nutrientes, e ainda liberam uma ceda meio doce que atrai fungos e formigas cortadeiras e saúvas.

Inclusive, durante a vistoria na planta é bom saber a aparência dessas pragas, pois, por exemplo, as joaninhas, ao contrário de fazerem algum mal ao manacá de cheiro, elas fazem bem, já que uma de suas comidas preferidas são justamente os pulgões. Ou seja, em caso de usar inseticida, é preciso ter cuidado para não matar também aliados importante contra pragas de diversos tipos.

Doenças Mais Comuns No Manacá De Cheiro

Uma das enfermidades que mais podem atacar o manacá-de-jardim é a chamada mancha verde. Essa doença basicamente é causada por um tipo de vírus pertencente ao grupo Rhabdovirus, e que é disseminado por meio do ácaro da espécie Brevipalpus phoenicis. As plantas hospedeiras desse microrganismo são o cafeeiro e o ligustro.

Os sintomas mais comuns dessa doença nos manacás são manchas cloróticas que possuem o formato de ameias concêntricos nas folhas da planta. Essas manchas vão se espalhando pelas nervuras dela de um modo geral, amarelando as folhas, e causando a abscisão prematura delas.

Consequentemente, esse problema causa a queda gradativa de folhas do manca de cheiro, o que a deixa vulnerável a outras doenças e pragas, visto que sem as suas folhas, ela fica sem energia e enfraquece. Já uma das formas mais eficazes de combater esse problema é adubando bem o manacá de cheiro, pois assim ela resiste à queda de sua folhagem.

E claro, também é importante controlar o agente vetor da doença (no caso, o acaro), com o uso frequente de pesticidas ou mesmo através de controle biológico, introduzindo no local inimigos naturais desses insetos.

Remédios Caseiros Para Ajudar No Combate a Pragas E Doenças

Em muitos aspectos, receitas caseiras para se livrar de pragas nas plantas são bem melhores do que inseticidas, já que, entre outras coisas, eles não poluem o ambiente.

Uma dessas receitas consiste em usar 100 g de pimenta, 100 g de alho e mais 2 litros de álcool. Primeiro, é bater a pimenta e o alho em um liquidificador. Em seguida, é colocar a mistura em uma garrafa com o álcool, deixando curtir por uns 7 dias. Depois é diluir essa mistura na proporção de 100 ml para cada 10 litros de água e pulverizar no manacá de cheiro para protegê-lo contra o ataque de insetos.

Outra receita muito boa envolve 10 folhas de coentro, e mais 1 litro de água, sendo ótima para o combate a pulgões. Folhas de CoentroBasta cozinhar as folhas na água por cerca de 10 minutos, e espere esfriar para coar. Depois é só pulverizar no manacá que estiver sob ataque.

Pode-se fazer também uma solução com 50 g de flores de camomila e mais 1 litro de água para combater fungos dos mais diversos tipos. Basta misturar as flores na água, deixando essa mistura repousando por uns 3 dias, agitando sempre umas 4 vezes por dia durante esse tempo. Depois coe a mistura, e pulverize no manacá de cheiro.

Por fim, para se livrar de vez de cochonilhas, pulgões e outras pragas, é só pegar 200 g de cebola, mais 2 litros de água, bater tudo em um liquidificador e deixar curtir por 10 dias. Depois é só diluir uns 300 ml dessa mistura em 1 l de água e borrifar na planta doente.

Veja também

Flores que Começam com a Letra T: Nome e Características

As flores são um dos maiores presentes que a natureza pode nos proporcionar. Elas encantam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *