Home / Plantas / Deficiência de Potássio em Banana Pode Ser um Problema

Deficiência de Potássio em Banana Pode Ser um Problema

Deficiência de Potássio em Banana Pode Ser um Problema- Conheça Outras Alternativas para Obtenção Deste Mineral

Caro leitor, você provavelmente já ouviu falar do Potássio, não é mesmo?

O Potássio é um mineral extremamente importante para o equilíbrio e o funcionamento do nosso organismo.

Ele age no relaxamento muscular, condução dos impulsos nervosos, equilíbrio da frequência cardíaca, regulação da pressão osmótica, entre outros mecanismos celulares.

Quando falamos em Potássio, a primeira coisa que vem à nossa mente é a fruta banana. Ela se popularizou entre os atletas, principalmente após a declaração que o ex-tenista Gustavo Kuerten a consumia no intervalo dos treinos.

Mas saiba, caro leitor, que a banana não é a principal fonte de Potássio. Existem alimentos com uma concentração muito maior deste mineral.

Acontece que a fruta é bastante popular no nosso país. Ela sacia a fome, é bastante versátil em receitas, pode ser facilmente transportada e não precisa ser lavada ou fatiada antes de ser consumida.

A popularidade da fruta contribui para que o brasileiro consuma em torno de 27 quilos de banana por ano. Essa média excede a média mundial em 16 quilos.

Neste artigo você vai descobrir quais alimentos pode consumir para suprir a deficiência de Potássio em banana. Venha conosco e boa leitura.

Qual a Necessidade Mínima Diária de Potássio?

Alimentos Ricos em Potássio
Alimentos Ricos em Potássio

A recomendação diária de ingestão de Potássio está estabelecida entre 2 a 6 gramas. Mais precisamente 4,7 gramas para um adulto, de acordo com as determinações da OMS.

Quando é Indicado Realizar Suplementação de Potássio?

A indicação para a suplementação é realizada para os casos em que há baixa ingestão diária, associada à manifestação de quadros clínicos específicos.

A deficiência deste mineral pode manifestar sintomas como problemas musculares, fadiga, câimbras, vômitos, diminuição dos reflexos, falta de ar (dispneia), artrose, artrite reumatóide, arritmia cardíaca e hipertensão.

Da mesma forma é necessário que haja equilíbrio. A ingestão exorbitante pode resultar em dificuldades para excretar esse mineral. A alta concentração de Potássio no organismo contribui para a manifestação de distúrbios cardíacos, alterações na movimentação muscular, queda da pressão arterial e confusão mental.

Os quadros de carência de Potássio recebem a terminologia médica de Hipocalemia. Para o oposto, atribui-se o termo Hipercalemia.

É importante que haja acompanhamento com o nutricionista ou nutrólogo para investigar se a deficiência de Potássio está associada à baixa ingestão ou a alguma dificuldade na absorção do mineral.

Lembrando que a absorção do Potássio, durante a digestão, ocorre no intestino delgado. Aliado a isso, os níveis desse mineral no organismo são equilibrados, através da eliminação do excesso pela urina, suor e fezes.

Qual a Concentração de Potássio Disponível na Banana?

Uma banana contém 85 gramas. A cada 100 gramas de banana, há a concentração de 350 mg de Potássio, muito abaixo do que determina a OMS.

Logo, é correto afirmar que há deficiência de Potássio em banana. No entanto, a concentração de Potássio depende da espécie da banana e do seu grau de maturidade. De modo geral, seria necessário consumir 14 bananas por dia para suprir as necessidades deste nutriente.

Alimentos com Mais Concentração de Potássio do Que as Bananas

Confira agora quais os alimentos contém concentrações significativas de Potássio:

Uva passa

Uva Passa
Uva Passa

Sem dúvida, ela é campeã da nossa lista. Atinge a incrível marca de 750 mg de Potássio a cada 100 gramas.

No entanto, se você está com uns quilinhos a mais, é recomendável consumir moderadamente, pois ela é muito calórica.

Amêndoa

Amêndoa
Amêndoa

Ela está em segundo lugar na nossa lista, e não é para menos. A cada 100 g, há 730 mg de Potássio.

Ela também é calórica, e o ideal seria consumi-la com moderação. Apenas um punhado pequeno já é o suficiente.

Por ter sabor neutro, ela pode ser facilmente adicionada a iogurtes, saladas de frutas, bolos, e até mesmo sopas. Especialistas afirmam que a ingestão dessa fruta regularmente controla o Diabetes e protege a saúde do coração.

Espinafre

Espinafre
Espinafre

Além das altas concentrações de Ferro, a cada 100 gramas de espinafre há 560 mg de Potássio.

Ele é um vegetal extremamente nutritivo, rico em fibras e proteínas.

Há várias opções de consumo, seja no famoso suco verde, seja refogado ou consumido cru em saladas.

Abacate

Abacate
Abacate

Essa fruta é uma grande preferência entre as dietas vegetarianas, devido à alta concentração de proteínas. Pode ser consumido in natura, adicionada a vitaminas ou mesmo a saladas.

A cada 100 gramas de abacate, há 500 mg de Potássio.

Aveia

Aveia
Aveia

Ela é extremamente versátil. Pode ser consumida na forma de mingau, ou adicionada à vitaminas, ao seu leite do café-da-manhã, a iogurtes e à frutas cortadas.

A grande vantagem é que, quando adicionada a outros alimentos, seu gosto pode facilmente passar despercebido.

A cada 100 gramas do grão, há 430 mg de Potássio.

Couve

Couve
Couve

O couve tradicional (conhecido como couve manteiga) apresenta quantidades significativas de Potássio em suas folhas escuras.

A cada 100 gramas, há 403 mg do mineral.

Outros benefícios incluem a grande concentração de Cálcio e Ferro. Não há restrições ao consumo. Aliás, ele é muito querido por vegetarianos e veganos.

Beterraba

Beterraba
Beterraba

A concentração de Potássio na beterraba, não é tão alta.

Chega a ser praticamente igual á concentração encontrada na banana, ou seja, 350 mg a cada 100 gramas.

No entanto, a beterraba não traz sensação de saciedade rápida, assim como a banana, logo é possível consumir grandes quantidades do alimento e, consequentemente, ingerir bastante Potássio.

Outros Alimentos

Dentro de uma dieta, é importante diversificar. Outros alimentos com grande oferta de Potássio incluem a batata doce, molho de tomate, melancia, água de coco, castanha-do-Pará, feijão preto, feijão branco, acelga, abóbora, arroz, cogumelo  e batata.

Pois bem, agora você já sabe que a banana não é a única, e nem a melhor opção para suprir esse mineral.

Então, utilize essas dicas para diversificar o seu cardápio e realizar refeições cada vez mais nutritivas.

Continue conosco, e navegue por outros artigos também.

Até as próximas leituras.

 

REFERÊNCIAS

1. BECK, F. 10 alimentos que tem mais Potássio que a banana. Disponível em :<https://www.ativo.com/nutricao/10alimentosmais-potassio-do-que-a-banana>;

2. FRAZÃO, A. Saiba o que pode acontecer se o Potássio no sangue estiver alterado. Disponível em: < https://www.ativo.com/nutricao/10-alimentos-mais-potassio-do-que-a-banana/>;

3. G1 São Paulo. Metas para ingestão de Potássio e sal estão fora do compasso, diz estudo. Disponível em: < https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/09/metas-para-ingestao-de-potassio-e-sal-estao-fora-de-compasso-diz-estudo.html>.

Veja também

Historia da Flor Gardênia, Significado e Origem da Planta

A gardênia é uma flor que todos conhecemos. É frequentemente usado em decoração e como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *