Home / Plantas / Dálias Collarette Dahlias: Características, Nome Científico e Fotos

Dálias Collarette Dahlias: Características, Nome Científico e Fotos

As dálias são plantas que pertencem à família das margaridas e possuem lindas florações. Ela recebeu esse nome em homenagem à um botânico chamado Andras Dahl. Uma de suas espécies mais lindas é “dália de colarinho”. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa flor, suas características e a melhor forma de cultivo? É só continuar acompanhando!

Características da Dália

É uma planta herbácea que pode se apresentar em diversas espécies. Dados destacam que elas começaram a ser cultivadas em 1800, na Inglaterra. Entretanto, no México existem algumas espécies nativas e que foram essenciais para a disseminação da dália por todo o mundo.

Basta observar essa flor para entender o motivo dela ser tão cobiçada por quem entende de plantas. Seu formato e sua exuberância alegram o ambiente e oferecem inúmeras opções de cores e formas. Assim, existe sempre uma dália que se adequa ao seu gosto e ao seu propósito de utilização da planta.

O caule da planta pode chegar a medir mais de dois metros, mas isso pode variar com a espécie cultivada. A combinação dos tons que ela se apresenta pode deixar o seu jardim muito diferenciado e bonito. São plantas que apresentam flores perfumadas e coloridas.

Mas engana-se quem pensa que ela possui apenas utilização paisagística! As pétalas das dálias podem ser comestíveis  e suas raízes são usadas para a extração de uma substância doce chamada “dacopa”, amplamente utilizada para em produtos como: sorvetes, chás e aromatizantes em geral.

 Dália Collarette Dahlias

Essa é uma das espécies de dália mais lindas e vibrantes. Suas flores são pequenas, mas suas pétalas são maiores e se destacam visualmente. Ao centro, elas trazem uma espécie de “colarinho” com outras pétalas menores dando um visual muito diferenciado a esse tipo de dália. Esse “colar” que existe na flor geralmente apresenta-se em cores diferentes das demais pétalas tornando a Dália Collarette (ou dália de colarinho) ainda mais exuberante.

O efeito da combinação do colorido da dália collarette faz com que a flor seja utilizada frequentemente para a composição de arranjos florais. As plantas  são cultivadas facilmente a partir de bulbos ou tubérculos da dália e geralmente florescem quando as árvores estão com aproximadamente um metro e meio.

Elas têm uma temporada longa, começando no verão e muitas vezes continuam produzindo lindas flores até a chegada do inverno. Essa espécie surgiu a partir da hibridização da planta por plantadores americanos. Hoje ela pode ser encontrada em diversas partes do mundo, inclusive, no Brasil.

Cultivo da Dália

São plantas que se adaptam com muita facilidade em diversos tipos de solo e se desenvolvem muito rapidamente. São perenes e as flores geralmente aparecem nas estações do verão e da primavera.  As dálias podem ser cultivadas, inclusive, em vasos e são amplamente utilizadas para a decoração de ambiente externos e interno. Lembre-se de utilizar vasos grandes que possibilitem o crescimento do vegetal, ok?

A reprodução da planta pode ser feita por meio de sementes, que são vendidas misturadas e apresentando as mais variadas opções de cores de flores para o plantio. Outra opção é utilizar as raízes para originar novas mudas.

As dálias necessitam de muita luz solar para o desenvolvimento pleno. Observe que o vegetal deve ficar longe de ventos fortes, já que seus galhos podem quebrar com muita facilidade. Os climas mais quentes e úmidos são os preferidos dessa planta tropical. Ela pode até se adaptar em temperaturas mais baixas, mas não resistem a incidência de geadas.

O plantio pode ser feito em sementeiras ou diretamente no solo. As estacas e tubérculos também são opções para multiplicar a dália. Fique atento para as regas e em aproximadamente um mês a planta começará a germinar. Caso plante mais de uma semente, deixe um espaço de pelo menos cinquenta centímetros entre uma e outra.

As sementes podem ser encontradas em lojas especializadas, sendo possível adquiri-las até mesmo pela internet. Outra opção são as mudas já crescidas que são vendidas em floriculturas.

Outras Informações Sobre a Dália

Dália no Vaso
Dália no Vaso

Para finalizar, confira algumas curiosidades sobre a flor dália. Veja:

  • A dália é uma flor muito usada no México. A sua origem na região é bem antiga e está associada aos índios nativos, já que eles utilizavam a flor para alimentação. Após se popularizar no país, a dália se espalhou pelo continente europeu e acabou se adaptando aos climas mais frios.
  • Na Europa existem diversos campos de cultivo da dália híbrida. Aqui no Brasil, o desenvolvimento da planta aconteceu por influência dos holandeses que colonizaram algumas regiões do nosso país. A produção brasileira de dália inclui mais de três mil variedades.
  • A dália negra é uma flor muito exótica. Ela apresenta coloração de um vermelho intenso aparentando ser uma flor negra.
  • Por sua versatilidade, ela é amplamente utilizada tanto em jardins e vasos, quanto em composições de paisagismo. Como podem crescer muito, também são usadas em ambientes externos.
  • A difusão da planta pelo continente europeu aconteceu depois do encantamento de um botânico responsável por um jardim na Espanha. A planta fascinou o profissional que começou o desenvolvimento da multiplicação da dália por todo o continente.

Agradecemos sua visita ao Mundo Ecologia e aproveitamos para convidá-lo para acompanhar os nossos novos conteúdos.  Você já conhecia a dália? Que tal incluí-la em seu jardim? Não esqueça de nos deixar um comentário contando o que achou do artigo ou nos dando uma sugestão sobre quais conteúdos você gostaria de encontrar aqui no site.  Até a próxima!

Veja também

Nectarina Sunlite: Características, Nome Científico, Muda e Fotos

A nectarina é uma fruta muito apreciada no Brasil e possui algumas variedades. Neste artigo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *