Home / Plantas / Como Usar o Amaranto em Flocos? Para Que Serve?

Como Usar o Amaranto em Flocos? Para Que Serve?

O amaranto é uma planta que produz muitos frutos pequenos. As sementes do amaranto são conhecidas como grãos de amaranto. Esses grãos minúsculos são uma excelente fonte de proteína, além de fibras e minerais como magnésio, ferro, cálcio e fósforo.

Tem um sabor sutil e não é doce nem salgado, tornando-o perfeito para todos os tipos de culinária e panificação. É naturalmente sem glúten, tornando-o um ótimo ingrediente para quem tem intolerâncias ao glúten. Esses grãos de energia são comercializados de várias formas diferentes: farinha, flocos e grãos integrais.

Características do Amaranto em Flocos

Amaranto é uma potência nutricional que teve um ressurgimento da popularidade nos últimos 20 anos. Suas sementes podem ser pequenas, mas são saudáveis, ricas em proteínas e naturalmente sem glúten. Além disso, o amaranto possui um excelente perfil nutricional.

Como o trigo sarraceno, o amaranto não é tecnicamente um grão “verdadeiro” porque não vem da mesma família botânica – a família da grama (Poaceae) – que os cereais verdadeiros, como aveia ou trigo. Às vezes, é chamado de “pseudocereal”. No entanto, o amaranto é listado com outros grãos porque seu perfil nutricional, métodos de preparação e usos culinários são semelhantes.

Amaranto é o nome comum para cerca de 60 espécies diferentes do gênero Amaranthus. Geralmente são plantas altas, com folhas largas e flores brilhantes em tons de roxo, dourado ou vermelho. Você costuma vê-los crescendo como plantas ornamentais em jardins de todo o mundo, bem como as folhas sendo comidas como vegetais e as sementes como cereais. O nome amaranto vem da palavra grega amarantos, que significa “aquele que não murcha” ou “o que nunca desvanece”. Esta é uma descrição adequada das plantas, porque algumas espécies são consideradas ervas daninhas.

Usos Culinários do Amaranto em Flocos

O amaranto pode ser confuso para cozinhar, porque as sementes permanecem crocantes enquanto criam um mingau gelatinoso ao seu redor. Eles nunca amolecem completamente, então você acaba com um mingau suave que tem uma trituração no centro. Esqueça de tentar cozinhar sementes de amaranto em um pilau ou em grãos separados e macios, como o cuscuz. Pense em mingau de aveia para um café da manhã saudável, ou sopas e refeições cozidas lentamente, engrossadas com amaranto.

O amaranto pronto (uma versão menor e mais saudável do arroz) pode ser  combinado com aveia, flocos de arroz, farelo de arroz e nozes picadas para mueslis e barras de granola interessantes. Como alimento saboroso, o amaranto é particularmente compatível com tomates, azeitonas, milho e gengibre; para um lanche doce, combine amaranto com bananas, mel, nozes e canela.

Ao assar, pode substituir um quarto da farinha de trigo na receita por farinha de amaranto (amaranto moído). Com o teor mais alto de proteínas, fibras e minerais do amaranto, mesmo essa pequena quantidade aumenta a nutrição geral do que você estiver assando, de biscoitos  a muffins. Independentemente de você usá-lo como uma semente inteira, farinha ou cereal em flocos ou inchado em sua preparação de alimentos, o amaranto tem um sabor agradável, de nozes e torrado. A semente interna permanece firme após o cozimento, dando uma leve crocância ao produto final; portanto, siga os tempos de cozimento recomendados para evitar um resultado gomoso e menos palatável!

Informação Nutricional do Amaranto em Flocos

Um tamanho de porção padrão de 45 g. de amaranto cru fornece 167 calorias, 6 g. de proteína, 3 g. de gordura, 29 g. de carboidrato e 3 g. de fibra, além de ferro, magnésio, fósforo, cobre, manganês, selênio e piridoxina (B6).

Sementes de amaranto são do mesmo tamanho que as sementes de papoula, mas não deixe sua natureza pequena enganá-lo. Como seu primo quinoa, o amaranto é classificado como um “superalimento” porque é rico em proteínas e fibras, com gorduras saudáveis ​​e uma ampla variedade de minerais e vitaminas do grupo B.

O teor de proteína do amaranto é de 13 a 14%, e a proteína é de boa qualidade porque contém lisina, um aminoácido essencial que está ausente ou é insignificante em muitos outros grãos. Nosso corpo não pode fabricar lisina, por isso precisamos obtê-la com os alimentos proteicos presentes em nossa dieta.

Amaranto em Flocos na Caixa
Amaranto em Flocos na Caixa

A lisina geralmente é encontrada apenas em produtos de origem animal, portanto o amaranto é um bônus em uma dieta vegana, porque é uma excelente fonte de proteína se você não ingerir proteína animal. E quando combinado com feijão (por exemplo, misturando amaranto com grão de bico em um prato), cria um perfil ainda melhor de aminoácidos. O amaranto é composto de 6 a 9 por cento de óleo, mais alto que a maioria dos outros cereais, mas semelhante às sementes de aveia e chia. O óleo de amaranto contém mais de 60% de ácidos graxos insaturados “saudáveis”, com alto teor de ácido linoleico.

Dependendo da espécie, o óleo de farelo de arroz, semelhante ao óleo de amaranto, pode ser uma fonte rica de fitosteróis, que demonstraram ter propriedades redutoras de colesterol. O amaranto tem níveis muito altos de manganês, magnésio, fósforo e potássio e quantidades apreciáveis ​​de cálcio e fibra. Ele contém um peptídeo do tipo lunasina e outros peptídeos bioativos, que ajudam a baixar a pressão alta e prevenir o câncer.

 Grão Proibido dos Deuses

Além do sustento, o amaranto teve um papel essencial nas cerimônias religiosas astecas. Durante o importante festival dedicado ao deus beija-flor, Huitzilopochtli, as sementes de amaranto foram combinadas com mel e usadas para fazer uma estátua do deus.

Huitzilopochtli
Huitzilopochtli

No final do festival, a estátua foi cortada em pedaços e compartilhada entre as pessoas, permitindo que todos comessem uma pequena parte do deus. Após a conquista do México, Hernan Cortes proibiu o cultivo de amaranto por causa de seu significado cultural para os astecas. O amaranto em crescimento ilegal era punível cortando as mãos dos culpados. O amaranto sobreviveu no México apenas porque a planta continuou a crescer na natureza.

Veja também

Frutas que Começam com a Letra H: Nome e Características

As frutas são alimentos extremamente populares. Variam entre os sabores adocicado, cítrico, travoso e amargo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *