Home / Plantas / Como Podar Bromélias e Colocar Substrato

Como Podar Bromélias e Colocar Substrato

O cultivo de flores vem se tornando cada vez mais um atrativo para pessoas que possuem algum tipo de problema psicológico. Além de estar na lista das atividades favoritas para quem quer desestressar após um longo dia de trabalho e cansaço. Não importa o tamanho de seu quintal, é sempre possível melhorar sua aparência.

As flores são sempre as plantas preferidas para serem utilizadas, principalmente devido sua beleza. Uma das flores mais conhecida no mundo todo é a bromélia. Sua aparência, que se diferencia dependendo da espécie, causa muito encanto nas pessoas. E também por ser de fácil plantio e cuidado.

No post de hoje iremos falar um pouco mais sobre essas bromélias e de após planta-las, como se deve poda-las e colocar substrato.

As Bromélias

Você pode ter na sua cabeça já exatamente como uma bromélia pode parecer. Mas a realidade, é que existem mais de 3 mil espécies de bromélias espalhadas pelo mundo, cada uma com características completamente diferentes das outras. Apesar de poder ser vista em todos os continentes, a maioria das espécies são da América e da África.

E nosso Brasil é o que mais abriga espécies de bromélias, especialmente na Mata Atlântica. Elas são plantas epífitas, ou seja, utilizam de outra planta, especialmente árvores altas, para obter luz e ar. É possível encontra-las também no solo ou em pedras (rupestres), mas preferem utilizar outras plantas. Lembre-se: elas não são parasitas, pois não roubam nada da planta em que se apoiam.

As flores são lindas, com muitas pétalas e de cores muito variadas. E elas dão frutos também, e para sua surpresa: o abacaxi é um deles. São plantas bem resistentes e possuem grande habilidade de adaptação em diferentes localizações e climas. Os maiores usos dessas plantas são para ornamentação, compostos farmacológicos, frutos e produção de fibras. Cada uma dessas áreas costuma utilizar espécies de bromélias bem diferentes entre si.

Como Podar Bromélias

Depois de um tempo em que você plantar sua bromélia, você precisará ter cuidados que podem ser de forma rotineira ou algo mais programado. A maioria das plantas precisam ser podadas em determinadas vezes por ano, porém não é o caso das bromélias. A poda serve para retirar tudo aquilo que está morto ou morrendo. Fazer uma limpa para que a planta continue crescendo saudável.

Podar Bromélias
Podar Bromélias

Porém, no caso das bromélias, é completamente diferente. Dependendo da espécie da bromélia, você pode até utilizar esse método para deixa-la com uma aparência melhor, mas não é recomendado. Quando folhas vão caindo e ficando secas, as bromélias não a substituem como acontece em diversas outras flores.

Nesses casos, você deve apenas retirar as folhas secas, mas com muito cuidado para não causar nenhum estrago. Quando são plantas mais velhas, mas que ainda fornecem mudas, aí você pode analisar e ver se deve ou não podar. Quando ela chega em seu limite, essa bromélia libera brotinhos. Você pode escolher planta-los ou não em outro vaso. Depois disso, é comum que essa bromélia antiga morra. Mas em alguns casos ela continua dando mudas por algum tempo, mas não da mesma forma que antigamente até chegar o ponto que morre.

Como Colocar Substrato nas Bromélias

Porção de Substrato na Mão de Uma Pessoa
Porção de Substrato na Mão de Uma Pessoa

Outro cuidado que muitas pessoas acabam se deixando passar é em questão do substrato. Cada espécie de flor vai melhor com determinado substrato, porém existe aquelas que são mais rigorosas e outras que basicamente qualquer um funciona. No caso das bromélias, veremos uma variação bem grande.

Existem algumas espécies dessa flor que são bastante exigentes, mas a maioria consegue se adaptar com uma simples mistura. O mais importante é que o substrato seja drenável, e tenha a capacidade de reter água. Dessa forma, a planta consegue ter manutenção da umidade em seu redor.

O pH do substrato deve ficar entre 5,8 e 7,1 nunca passando disso. Estudiosos dizem que o melhor desenvolvimento das bromélias ocorreu quando o pH estava em 7,1. Ele também precisa ter baixa densidade, para que então haja bastante aeração e drenagem da água tanto das chuvas quanto das regas.

Um exemplo que funciona perfeitamente para a maioria das bromélias de substrato é:

  • 1 medida de areia
  • 1 medida de terra
  • 1 medida de húmus (minhoca)
  • 7 medidas de fibra de coco (pode ser substituída por pinus triturada)
  • 1 colher de chá de carvão moído

É possível também comprar substratos já prontos, para quem não tem paciência de ir atrás de todos os ingredientes. Pode ser uma boa ideia para quem está começando a mexer com toda essa área de jardinagem. Porém, se você quer entender mais sobre como funciona o solo e as plantas, é interessante você mesmo ir fazendo seu substrato e vendo como ela reage.

Lembre-se também que vai sempre depender da espécie de bromélia que você está trabalhando. Existe algumas mais exigentes, que essa simples mistura não vai ser o suficiente. Nesses casos, é ideal perguntar ao floricultor no momento da compra ou até mesmo depois, pois ele terá um conhecimento específico sobre essa planta.

E também é possível encontrar algumas espécies, como a encontrada na Tailândia, que não utilizam substrato. Por isso a importância de saber sempre qual é a sua espécie de bromélia. Para que você possa dar todos os cuidados necessários.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender melhor sobre as bromélias e de como realizar a poda e o substrato nelas. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-los. Você pode ler mais sobre bromélias e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Quanto Produz Um Pé de Caju? Qual a Melhor Época?

O cajueiro, denominado popularmente como pé de caju, é uma espécie de planta originária brasileira, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *