Home / Plantas / Como Plantar Cebola de Cabeça em Garrafa Pet e Galão Passo a Passo

Como Plantar Cebola de Cabeça em Garrafa Pet e Galão Passo a Passo

Um dos ingredientes mais usados na culinária de todo o mundo é, sem dúvida, a cebola. E, se você tiver acesso a ela a qualquer hora, e em qualquer lugar da sua casa, melhor ainda.

Então, que tal plantar muitas cebolas no conforto do seu lar, indo lá, e colhendo quando for preciso? Você sabia, inclusive, que é possível fazer o cultivo dela em uma garrafa pet (dessas de refrigerante) e até mesmo em galões de água?

Pois é isso o que vamos mostrar a seguir.

Plantando Cebolas em Garrafas Pet

O bom desse método de cultivo é que ele pode ser feito, basicamente, em qualquer lugar, seja no parapeito de uma janela, numa estante ou até mesmo numa cozinha. E, melhor: essa mini-horta pode ser cultivada o ano todo.

O procedimento para plantar uma cebola com cabeça dessa forma é bem simples. Pegue uma garrafa pet, e corte a parte superior dela, que depois de cortada, ficará parecendo um pequeno funil (importante guardar essa parte). Depois, faça buracos ao redor da garrafa (buracos, esses, que sejam o suficiente, por exemplo, para passar um dedo, tendo, mais ou menos, 2 x 2 centímetros).

Na parte inferior da garrafa derrame uma quantidade razoável de terra adubada, e coloque pequenas cebolas com cabeça alinhadas em círculo. Faça o possível para colocar a cabeça delas para fora de cada buraco da garrafa (na verdade, metade dentro e metade fora). Em seguida, o negócio é intercalar terra e cebolas alinhadas dessa maneira até encher a garrafa por completo.

Pronto, feito o cultivo!

É bom salientar que, nesse tipo de plantio, você não precisa fazer a etapa de germinação na água, já que vai usar cebolas de tamanho menos, mas, inteiras. O ideal nesse método é que você também use uma garrafa um pouco maior do que o normal, tipo uma de 5 litros, até para que a cebola tenha espaço suficiente para germinar.

Lembra-se do “funil” feito a partir da parte superior da garrafa? Pois, agora, vai ser utilizado. Coloque a parte superior dele no topo da garrafa, a fim de fazer uma espécie de “covinha” na terra, deixando essa parte bem encaixada na garrafa. É através desse funil que você vai ficar fazendo a rega de sua mini-horta de cebolas.

É importante manter a garrafa no sol e sempre com a terra úmida. Após uns 30 dias, folhas grandes já terão nascido, e você já pode fazer a colheita para o consumo, cortado na base para que nasçam mais.

Como Plantar Cebolas com Cabeça em Um Galão?

E, que tal você colher as suas próprias cebolas através de galões de água, desses de 20 litros? Pois bem, isso é possível, e, melhor de tudo: o processo é basicamente o mesmo da dica anterior, com algumas exceções óbvias.

Por exemplo, ao invés de cebolinhas pequenas, as que serão usadas para esse processo aqui deverão ser de tamanho médio a grande. É importante também, claro, que a quantidade de terra adubada seja o suficiente para cobrir todo o galão de água. Além disso, os furos feitos na garrafa precisam ser compatíveis com o tamanho das cebolas.

De resto, os procedimentos são os mesmos, como, por exemplo, o de regar constantemente, deixando a terra úmida, que depois de alguns dias, as folhas das cebolas irão brotar tranquilamente. Após cerca de 4 ou mesmo 6 meses após o plantio, você já pode fazer a colheita de suas novas cebolas.

Plantar Cebolas com Cabeça em Um Galão
Plantar Cebolas com Cabeça em Um Galão

Uma dica para saber se as cebolas estão “no ponto” é apertar o talo deles para saber se estão ou não moles. Se estão maleáveis e se ainda estiverem envoltos em cascas, essa é a hora da colheita.

Outras Formas de Cultivar Cebolas

Plantando Cebola na Água

Na verdade, a cebola, como qualquer planta desse tipo, só pode crescer na terra. No entanto, você pode ajudar com que ela cresça de maneira saudável deixando as suas raízes submersas em água por algum tempo.

Pra incentivar o crescimento das raízes, a dica é cortar a cebola no meio, deixando, obviamente, a parte das raízes intactas. Pegue, então, um copo ou qualquer outro vasilhame que dê para cobrir o fundo do vegetal com água. No entanto, cuidado para não cobri-lo todo, caso contrário, ele apodrecerá.

Depois de, mais ou menos, uma semana, sua cebola estará com algumas folhas, e as raízes estarão crescidas, com o vegetal podendo ser enterrado na terra tranquilamente.

Plantando Cebola no Vaso

Depois da germinação da cebola, você pode plantá-la em vasos também. Assim, o cultivo pode ser feito até mesmo em locais fechados, como apartamentos. Primeiro você vai escolher um vaso que seja médio ou grande, e colocar nele um fundo para drenagem de pedrisco, tipo brita, ou até mesmo bolinhas de argila expandida. Por cima dessa camada, vai outra formada por areia de construção. Em por cima da areia, você deve colocar uma mistura de uma mistura de 50% de terra, 40% de adubo e 10% de areia.

Nessa camada mais externa no vaso, faça uma covinha que não seja muito fundam e coloque a sua cebola já britada. É importante deixar os brotos pra fora e tampar a base. Então, regue constantemente para que a terra fique úmida, fazendo esse processo pelos próximos meses. E, sem muito excesso, deixe o vaso pegar sol durante algumas horas do dia, quando o clima não estiver tão quente.

Cada pedaço plantado de cebola rende, em média, de 3 a 4 cebolas. Em suma: mesmo que leve alguns meses para a brotação atingir o seu ápice, é um cultivo válido. A colheita, inclusive, deve ser feita quando as folhas da cebola amarelarem e dobrarem, como se estivessem murchando. A depender do clima, isso pode levar uns 5 meses pra acontecer.

Ah, e é bom ficar atento, pois antes de tirar a cebola totalmente da terra, puxe-a levemente pelas folhas, deixando a cebola tombada no solo por, pelo menos, 24 horas. A partir do momento em que o topo das cebolas estiver completamente marrom, poderá colhê-las por completo.

É então que você deve retirá-las da terra, cortando os rebentos verdes 2 cm acima do bulbo, que é e cebola propriamente dita. É bom deixar secá-la alguns dias antes do consumo.

Veja também

Produção de Capuchinha no Brasil e no Mundo: Importância

Originária da região dos Andes, das regiões montanhosas do México e também do Brasil, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *