Home / Plantas / Como Plantar Cana de Macaco: Fazer Mudas e Germinar

Como Plantar Cana de Macaco: Fazer Mudas e Germinar

Uma planta tradicionalmente brasileira, a cana de macaco (Costus spicatus), possui uma das flores mais interessantes e que se adaptam ao clima tropical do nosso país. Pode ser encontrada na região amazônica, Mata Atlântica e também é conhecida popularmente por canarana, cana-roxa, cana do brejo, flor-da-paixão, jacuacanga, paco-catinga, paco-caatinga, periná, pobre-velho e ubacaia.

A cana de macaco é uma planta que gosta muito de sol e costuma ser encontrada em jardins de todo o país. A planta pode ser multiplicada por meio de sementes e de mudas que podem ser adquiridas em lojas especializadas e até mesmo pela internet.

Essa planta costuma se adaptar melhor em regiões de brejo e pode chegar a dois metros de altura. Suas folhas possuem forma de espiral e coloração em tons em verde claro. A cana de macaco é reconhecida muito facilmente devido as suas flores que possuem forma de espiga e são inconfundíveis!

É uma planta muito usada para fins medicinais e possui ações: antileucorréica, adstringente, antimicrobiana, antissifilítica, anti-inflamatória, depurativa, diurética, diaforética, emoliente, sudorífera, febrífuga e tônica. Ufa! Muitas coisa, não é  verdade?

Como Cultivar Cana de Macaco

A planta pode alcançar até dois metros de altura e produzir flores nas cores: vermelho, laranja e amarelo. A planta geralmente floresce na primavera e no verão e costuma atrair abelhas e pássaros, fazendo o seu jardim ficar ainda mais bonito.

O solo precisa se encontrar rico em nutrientes e as regas devem ser sempre observadas para que a terra não fique encharcada. O ideal é colocar água de duas a três vezes por semana nos períodos mais quentes.

Cultivo de Cana de Macaco

Pode se desenvolver bem em tanto em climas frios quanto com calor e exposição aos solares. Possui grande resistência à pragas e se propaga mais facilmente pela divisão de caules e bulbos. Entretanto, deve ser evitada a exposição da cana de macaco em climas extremamente frios

Observe que a meia sombra é ideal para o desenvolvimento da cana de macaco e o solo deve ser arenoso. A cana de macaco pode ser facilmente cultivada tanto em vasos, quanto em espaços mais amplos.

Propriedades Medicinais

A cana de macaco é uma planta amplamente usada na medicina popular. Possui diversas propriedades e podem auxiliar na cura de diversas enfermidades. A utilização da planta como remédio é repassada de geração para geração.

São aproveitadas as folhas, as cascas e até mesmo os caules da planta que podem ser a solução de diversas doenças. Dentre as principais utilizações da cana de macaco podemos citar: problemas gastrointestinais, hemorragia, além de problemas nos rins.

A haste da planta pode ser diluída e utilizada no tratamento de cálculo renal e algumas doenças sexualmente transmissíveis como a sífilis e a gonorreia. A planta ainda serve para aliviar os sintomas da nefrite e para acelerar o metabolismo quando consumida de forma regular. E com o metabolismo funcionando direitinho, você pode até perder alguns quilinhos. Uma maravilha, não é?

No passado, a cana de macaco era muito utilizada para auxiliar as dores e edemas de contusões. Mas não para por aí! Essa planta tão versátil pode ser também utilizada para acalmar e deve ser usadas por pessoas que sofrem com insônia, depressão, hiperatividade e ansiedade.  Ou seja, uma infinidade de utilizações!

Lembrando que o tratamento alternativo com a cana de macaco não substitui o acompanhamento com médicos especializados. Além disso, altas concentrações da planta podem ser prejudiciais. Tome cuidado e não exagere na dose do chá!

Além de todas essas utilizações no campo medicinal, a planta ainda pode compor arranjos belíssimos e servir como cerca viva em jardins.

Pragas que Atacam a Cana de Macaco

Entretanto, é preciso ficar atento pois a flor da planta é comumente atacada por uma praga chamada “podridão vermelha”. Trata-se de um fungo que costuma atacar plantações de cana de açúcar e que também prejudica a cana de macaco.

As folhas acabam ficando cheias de manchas pretas ou pardas. Para evitar que a doenças se espalhe, é necessário retirar as folhas afetadas e tratar a planta com um fungicida chamado calda bordalesa. Ele pode ser encontrado em lojas especializadas ou pode ser feito até mesmo em casa.

Não se esqueça de manter seus jardins e canteiros sempre limpos e livres de folhas mortas. Fique atento para a presença de animais como lesmas e caracóis, pois eles costumam ser responsáveis por trazer esse tipo de doença para as plantas.

Como Fazer Chá de Cana de Macaco

Uma das alternativas para o consumo da planta é através do chá. Vamos aprender a fazê-lo?

O que você vai precisar:

  • Um litro de água
  • 20 gramas de folhas e caules da cana de macaco

Como fazer:

Leve ao fogo a água,  a planta e deixe ferver. Após a fervura, desligue o fogo e tampe para abafar. Após ficar morno o chá deve ser coado e o líquido estará pronto para ser consumido. Você pode acrescentar um pouco de açúcar e ingerir durante três vezes ao dia.

Chá de Cana de Macaco

É importante lembra que o uso do chá não deve ultrapassar uma semana e que o seu consumo em excesso pode causar problemas de saúde. Além disso, o chá é proibido para gestantes e mulheres que estão amamentando.

Não se esqueça de sempre consultar um médico caso os sintomas não desapareçam, ok?

Encerramos nosso artigo por aqui e convidamos você a deixar um comentário, sugestão ou dúvida sobre a planta cana de macaco. Conta para a gente: já conhecia a planta?  Já testou algumas das suas propriedades medicinais? Até a próxima!

 

Veja também

Tudo Sobre a Planta Cíclame: Características da Flor e Fotos

Cíclame, também conhecida como cyclamen ou cíclame-da-pérsia, é uma planta que tem origem nos continentes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *