Home / Plantas / Como Plantar Cactos Pendentes? Como Fazer Mudas?

Como Plantar Cactos Pendentes? Como Fazer Mudas?

Os Cactos são uma espécie de arbusto super fortes, existem pessoas que os tatuam em seus corpos para representar o quanto elas também são fortes e resistentes ás adversidades da vida.

Por acaso você já percebeu que os Cactos nascem exatamente nos lugares onde a vida é praticamente impossível? Este resistente arbusto além de conseguir nascer nos locais mais remotos, ainda é capaz de sobreviver neles por períodos bem longos sem precisar da intervenção humana para isso!

Já ouviu falar em plantas pendentes? Não é nada de outro mundo, apenas se trata das espécies as quais se desenvolvem para baixo, as samambaias e muitos outros tipos de flores e plantas podem pertencer a esta classe!

Cactos Pendentes
Cactos Pendentes

Plantando Cactos Pendentes

Por mais que eu tenha falado da resistência que há nos Cactos, fique sabendo que toda planta, flor ou arbusto, precisa de condições mínimas para se desenvolverem, sendo assim, saiba que será preciso um pouco do seu esforço para fazer com que o seu Cacto Pendente cresça saudavelmente.

Para plantá-los você pode fazer isso utilizando a própria semente do Cacto Pendente que deseja ter, lembre-se que há muitas espécies classificadas como pendentes, escolha a sua e comece o processo.

Devo lembrá-lo de que ao desejar plantar um cacto, você estará optando pela melhor escolha, pois ele é facílimo de cuidar e de manter na sua casa, visto que não precisará de muitos dos mimos os quais outras espécies necessitam.

Os Cactos não necessitam tanto de resíduos orgânicos como as outras plantas, flores e arbustos, eles possuem uma capacidade enorme de cuidarem de si mesmos sem precisar tanto da mão humana para sobreviverem.

Utilizando a semente do Cacto, você só vai precisar depositá-la em um vasinho ou então na terra onde deseja instalar o seu Cacto, lembrando que se você quiser depositar algum tipo de ingrediente que ajude no crescimento do seu Cacto Pendente também pode, eu lhe aconselho a optar por adubo composto por nitrogênio e fósforo.

Caso esteja utilizando a muda de um Cacto Pendente, saiba que será preciso apenas fixá-lo na terra até que permaneça completamente ereto.

Uma dica extra bem importante na hora de plantar um Cacto Pendente é a de usar cascalhos ou areia em volta dele por cima da terra a qual ele está fixado.

Quando o assunto for regar o seu Cacto Pendente aí sim as coisas ficarão boas para o seu lado, pois como eu já disse, os cactos não precisam de tantos cuidados e água é algo que eles necessitam com pouca frequência, pois eles a armazenam dentro de si mesmos.

A rega pode ser realizada uma vez por mês, este período já é suficiente para manter o seu Cacto Pendente permanecer bem hidratado, ele vai reter este líquido para dentro de si mesmo e vai conseguir viver todo este tempo sem ele. Não se esqueça de que não pode regar demais o seu Cacto, ou então vai acabar matando ele encharcado.

Se você já estiver apaixonado(a) pelos Cactos e quiser ter um montão deles em sua casa, fique sabendo que pode fazer isso retirando uma pequena parte do seu Cacto Pendente, este pedacinho não deve ter menos que 30 cm para que o processo dê certo.

Você só precisará pegar este pequeno pedacinho do Cacto que agora se tornou uma peça fundamental para a produção de mudas, e fixá-lo na terra até que o mesmo fique bem firme.

Tome muito cuidado com o local no qual vai deixar o seu Cacto, procure sempre colocá-lo exposto a meio sol, luz solar intensa não é algo recomendável para ele, isso pode prejudicar seu desenvolvimento.

Agora que você já está por dentro de tudo que precisa saber para plantar o seu Cacto Pendente, porque não fica um pouco mais e aprende algumas coisas sobre este curioso arbusto?

Curiosidades Sobre O Cacto

Cactos no Vaso
Cactos no Vaso

Sabia que o nome Cacto é referente as espécies que possuem muitos espinhos? Este nome foi dado por um estudioso que estava a observar este arbusto!

Algumas pessoas costumam conceituar as plantas que possuem líquido dentro de si mesmas como Cactos, mas esta característica é dada apenas aos próprios Cactos.

Todos os Cactos florescem, mas você sabia que alguns fazem isso só depois que alcançam 2m e ainda quando completam 80 anos de idade?

Depois que o primeiro período de floração ocorre, toda vez ele vai acontecer no mesmo período.

Por mais que os Cactos pareçam arbustos meio sem graça, saiba que algumas espécies dão até mesmo frutos, o Cacto mexicano Opuntia Ficus-indica é um tipo que dá fruto e este é chamado de figo-da-índia.

Opuntia Ficus-Indica
Opuntia Ficus-Indica

Nós seres humanos tomamos uma verdadeira lavada perante o Cacto quando o assunto é expectativa de vida, um Cacto pode viver por 200 anos e crescer até 20 metros de altura, mas também existem Cactos extremamente pequenos e com períodos de vida mais curtos. Já viu algo assim?

Onde há Cactos há pobreza de solo e água, este arbusto é um indicativo de carência da terra a qual está fixado, isso é algo até meio óbvio visto que os Cactos estão em locais desérticos e nestes lugares sabemos que não há nada além de terra e sequidão.

Nosso Brasilzão abriga mais de 300 espécies de Cactos e no mundo todo existem cerca de dois mil tipos deste arbusto, nosso país foi abençoado com um número bem vasto deles!

Já ouvi dizer que os espinhos do Cacto são uma forma de adaptação do arbusto ao ambiente precário o qual está inserido, dar-se a entender que ele já foi repleto de flores e reduziu esta característica em prol da sua sobrevivência.

Aqui no Brasil o Cacto está presente nas regiões mais secas como a Caatinga e os Cerrados, nestes lugares com certeza você vai poder ver o forte Cacto paradinho em meio ao sol quente e a terra seca. Este é o nosso Cacto!

Ei, agora chegou a hora de se despedir de você, espero que tenha gostado da matéria, em breve trarei novos conteúdos!

Muito obrigado pela sua importante presença e até a próxima!

Veja também

Como Plantar Vinca em Vaso em Casa?

A vinca-de-madagascar ou simplesmente vinca (nome científico Caranthus roseus) é um vegetal de fácil propagação, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *