Home / Plantas / Como Acelerar a Germinação das Rosas?

Como Acelerar a Germinação das Rosas?

As rosas com certeza podem ser consideradas as flores mais famosas no mundo.

Elas são usadas das mais diversas maneiras, principalmente enfeitando quase todo tipo de celebração onde ela é introduzida, desde de ser declarada a flor símbolo de cidades como Beijing, festas de casamento, até o show anual de fim de ano do Roberto Carlos.

Conheça Mais Sobre as Rosas

As rosas sempre chamaram muito a atenção dos humanos, desde do início do seu cultivo, que datam mais de 5 mil anos, e se tornou prática comum a hibridização das rosas, misturando 2 espécies para se apreciar os resultados. Agora há cerca de 30 mil variedades de rosas atualmente e diariamente se faz uma nova intervenção com objetivo de aperfeiçoar a planta.

Muitos possuem a vontade de cultivar rosas, no entanto poucos sabem como fazer isso, devido a detalhes sobre o cultivo de rosas que você não irá notar sem uma pesquisa básica sobre a flor, e aqui vamos ensinar a você sobre os métodos para o cultivo mais rápido dessas flores tão lindas.

Para que a semente germine de maneira rápida, você tem que primeiro fazer um processo chamado estratificação, isso se a semente não vier estratificada de onde você comprou (se esse for o caso, vá direto a parte sobre o plantar).

A estratificação serve para “acordar” a semente, e a semente assim que é colhida na planta, se encontra em um estado de dormência, onde ela não irá germinar mesmo que encontre condições propícias (água, vitaminas, luz solar e temperatura).

Acelerando a Germinação da Rosa

A estratificação a frio serve para despertar as sementes.

Cada flor possui um método diferente, e a estratificação está diretamente ligada com as condições que planta precisa para se desenvolver.

No caso da rosa, as sementes precisam de um ambiente úmido e frio que simule o inverno, uma rosa em situação natural iria levar quase 3 anos para brotar, com a estratificação fria pode-se ter germinação nas sementes em até 3 meses.

A rosa é uma flor que exige paciência e um pouco de dedicação, pois a rosa costuma germinar no inverno para que esteja estabelecida na primavera, para então aguentar o próximo inverno.

Para simular o inverno para as sementes vamos precisar de:

  • Sementes (podem ser extraídas do fruto da roseira)
  • Água oxigenada (10 volumes 3%)
  • Papel toalha
  • Um saco plástico (preferência ziplock)

Passo a Passo:

  • O primeiro passo é limpar as sementes, retirando elas do fruto ou do pacote (o número de sementes por frutos varia muito de espécie para espécie) e então lave com água primeiro, depois retire tudo que há em volta da semente
  • Misture a água oxigenada e água normal num copo, 8ml de água oxigenada para 250ml de água, deixe as sementes descansar nessa solução por 1 hora.
Germinação da Rosa
  • O segundo passo serve para limpar a semente de qualquer fungo que possa estar crescendo nela, por isso não se preocupe se ela boiou ou não.
  • Retire as sementes e as coloque no papel toalha, abra o papel toalha completamente para isso.
  • Um jeito para não errar a quantidade de água é molhar uma parte do papel toalha e deixar a outra seca, feche o papel toalha nas sementes, e se for preciso esprema ele um pouco para tirar umidade excessiva. É muito importante evitar que o papel esteja encharcado, pois o ideal é que esteja úmido.
  • Já com as sementes envolvidas pelo papel toalha, coloque-as no saco plástico, feche ele e o coloque na geladeira, mas não coloque no freezer, nem junto dos legumes. Depois espere algumas semanas parar verificar. (Se for cultivar outras plantas de maneira similar é interessante marcar os sacos).
  • As sementes podem levar de 4 a 16 semanas para brotar, e a maioria delas provavelmente não irá brotar nunca, por isso preste bem atenção nas sementes já que elas são muito pequenas.

Plantando as Rosas: Aprenda Mais Sobre Essa Arte

A semente quando germinada vai ter brotado nela um ínfimo fio branco, que é a raiz da rosa, então esse pequeno broto deve ficar virado para baixo.

Qualquer tipo de solo pode desenvolver uma rosa, mas solos mais argilosos e com boa drenagem são indicados, tal como um solo rico em humus, que é benéfico para rosas, o pH mais indicado é ente 6,5 e 7 (neutro), há medidores de pH do solo disponíveis para compra em lojas com produtos de jardinagem, se for preciso corrigir o pH basta misturar outros tipos de solos, pois há solos mais ácidos (- de 6.5 pH) e solos mais alcalinos (+ de 7 pH).

Em relação à plantar em vaso, é preciso preparar o solo, podendo ser um vaso pequeno no começo. Assim, é indicado não plantar mais de uma semente no mesmo vaso, pois cada rosa precisa de um espaço próprio mínimo que também varia dependendo da espécie.

As sementes germinadas irão virar pequenas mudas em cerca de 1 semana, então elas devem ficar numa temperatura de 16 a 21°C, pois essa é a temperatura ideal para a maioria das espécies de rosas, não obstante precisar de 6 ou mais horas de sol diárias.

Aprenda Como Transplantar Uma Muda de Rosa

As duas primeiras folhas da muda normalmente não são folhas desenvolvidas de roseiras, são mais arredondadas e partem direto da semente.

É preciso esperar até que a muda possua diversas folhas com uma aparência mais típica de roseira, para então passar a muda para um vaso maior ou canteiro.

Durante o inverno (quase no final) ou início da primavera é melhor para transplantar a muda, e é melhor não fazer esse procedimento nos momentos de auge de crescimento da planta.

Outra maneira de saber a hora de mudar o vaso é quando perceber que a raiz já tomou conta do recipiente, sem demorar demais para não atrapalhar o desenvolvimento da planta em si.

Quando for mudar a planta de vaso, espera-se um momento frio com pouco sol, quando a planta perde menos líquidos. Um buraco será necessário ser cavado no vaso ou no canteiro que possua espaço para conter as raízes e toda a terra do recipiente antigo.

A muda deve ser removida com toda a terra e colocada no novo local, e o resto do buraco precisa ser preenchido com terra adubada.

A melhor adubação é orgânica: esterco animal, farinha de osso ou torta-mamona.

Acelera a Germinação da Rosa com Rega, Poda e Adubação Correta

A rega deve ser moderada e diária desde a muda até a primeira floração, após isso, no inverno ou seca, regue menos.

Na temporada de chuvas, pode até se suspender as regas, sempre observando a terra, evitando regar se ela ainda não estiver quase seca, assim como evitar encharcar a planta, mantendo a rosa em local arejado para evitar fungos.

A poda deve ser feita por volta de um ano após o plantio e ser anual, também é aconselhável podar sempre que notar folhas secas, galhos malformados ou tortos e flores murchas, não há um momento certo para a poda, mas evite os invernos mais intensos, para que o frio não queime o novo broto.

É interessante adubar 3 vezes ao ano, sendo a primeira sempre que ocorrer a poda anual, a segunda entre novembro e dezembro e a terceira entre janeiro e fevereiro.

Veja também

Crisântemo Murchando ou Doente, O Que Fazer?

Os crisântemos têm uma imunidade relativamente forte, portanto, a prevenção precoce ajudará a evitar problemas. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *