Home / Plantas / Ciclame: Como Plantar, Fazer Mudas, Germinar e Tratar Amarelo

Ciclame: Como Plantar, Fazer Mudas, Germinar e Tratar Amarelo

O nome científico ou latino é Cyclamen persicum, tendo origem na Pérsia. A seguir demonstraremos algumas curiosidades sobre o ciclame.

Um Pouco Sobre

– Família: Primulaceae (Primulaceae).

– Origem: Pérsia, Oriente Médio, Crecia. Também cresce nos Alpes da Europa.

– Altura: 30-40 cm.

– O cíclame é uma das plantas com flores de inverno mais populares porque existem poucas plantas com flores no momento.

– Suas pétalas tendem a ser mais ou menos grandes que se dobram, construindo flores bonitas e únicas.

– As variedades modernas têm uma ampla gama de cores florais que variam de branco a escarlate, passando por tons de rosa, roxo e salmão, e as folhas blindadas e fornecidas com um pecíolo longo mostram manchas prateadas formando desenhos diferentes.

– Época da floração: outono, inverno e primavera.

– Embora seja considerada uma planta anual, pode durar vários anos se for mantida nas condições corretas.

– As flores tendem a diminuir de tamanho à medida que a idade da planta aumenta.

– Permanece inativo durante a estação quente e seca e brota com a queda de temperatura e o início das chuvas.

– O inconveniente dessas plantas é sua curta duração em casa, que se torna menor quanto maior a temperatura do local.

– Para manter a floração por alguns meses, eles devem ser comprados com brotos abundantes ainda pendentes de abertura.

Plantando

– Luz: evita a luz solar direta e encontra áreas de sombra ou sombra, especialmente se você estiver em um jardim. Cultivado em ambientes fechados, você precisa de uma dose diária de luz intensa.

– Temperaturas: dentro de casa, coloque a planta em uma sala fria, voltada para o norte e perto de uma janela, evitando a radiação solar direta.

– No interior, você deve mantê-lo o mais longe possível de fontes de calor (fogões, radiadores), pois fica “triste”: as folhas se abrem e as flores se deitam.

– Temperatura ótima: dados variáveis ​​segundo os autores: 15-20 ºC (Jiménez e Caballero, 1990); 12-13 ° C e após o transplante deve subir momentaneamente para 16-18 ° C (De Larra, 1975); 7-15 ° C (Longman, 1981); Temperatura ideal no verão de 18 a 20 ºC no verão e de 12 a 15 ºC a partir de outubro até a floração e venda (Jiménez e Badía, 1973).

– Umidade: mantenha-o permanentemente em um local fresco e úmido, colocando-o em um prato de areia molhada.

– Plantação: a estação de plantio é no meio ou no final do verão, para que floresça bem no outono ou na primavera.

– O ciclâmen floresce melhor se estiver em uma panela estreita.

– Água de baixo (isso é muito, muito importante), não derramando água diretamente no chão. O método é colocar a panela em uma tigela grande ou panela com água, mas sem que o nível da água molhe a lâmpada. A água penetrará através dos orifícios de drenagem inferiores por capilaridade. Mantenha 1 minuto e escorra.

– Não o repita até que esteja quase seco novamente, pois muitos riscos podem apodrecer.

– Verifique a boa drenagem do solo ou vaso e se o solo é leve, para facilitar a aeração.

– Assinante: adicione a cada 15 ou 20 dias fertilizantes líquidos à água de irrigação durante o período de crescimento e floração, tomando cuidado para não exagerar com nitrogênio para evitar o desenvolvimento foliar excessivo. O potássio é decisivo na qualidade da floração.

– Areje a terra.

– Quando a planta terminar de florescer, remova as folhas puxando-as para que o caule se solte do tuberobulbo (para que uma parte do caule não fique exposta a doenças).

– Mudança de vaso: é aconselhável, uma vez terminada a floração (quando as flores e as folhas devem e desaparecem) mudar a terra, colocando uma mistura de turfa e solo fertilizado para torná-la esponjosa.

– Ao transplantar, é conveniente aplicar vasos de fertilizantes de longa duração misturados ao substrato.

– Multiplicação do cíclame:

– Por sementes, mas a operação exige boas práticas.

– Para propagação, “batatas” bem desenvolvidas, maiores que 5 cm, são divididas.

– Também se reproduz por sementes, embora para isso as flores devam ser polinizadas artificialmente. Uma escova de cerdas macias, passada suavemente pelas flores de várias plantas, cumpre essa função.

– A semente dá origem a uma planta que floresce a partir do terceiro ano e depois decai, comportando-se como planta de uma estação.

Colheita

Cultura de Ciclame
Cultura de Ciclame

– A propagação no nível comercial é realizada exclusivamente por sementes, principalmente de casas especializadas, uma vez que a obtenção dessas sementes apresenta dificuldades; O poder de germinação diminui rapidamente após três anos.

– A semeadura é realizada em bandejas multilóculos de 3 cm, cobrindo a semente com algum substrato.

– O referido substrato deve ter um pH próximo a 6, sendo conveniente fornecer um adubo completo com micro-elementos e, após aproximadamente 1 semana, deve ser fertirrigado, com pequenas concentrações de nutrientes.

– A semeadura é realizada em bandejas multilóculos de 3 cm, cobrindo a semente com algum substrato.

– O referido substrato deve ter um pH próximo a 6, sendo conveniente fornecer um adubo completo com micro-elementos e, após aproximadamente 1 semana, deve ser fertirrigado, com pequenas concentrações de nutrientes.

– Transplante: 4-5 meses após o plantio, em um estado de 10 a 12 folhas, é levado para um vaso de 8-9 cm e posteriormente 12-14 cm, embora possa ser realizado diretamente no vaso final com bom controle de irrigação e fertilização e se for usado um substrato equilibrado.

Doenças

– Botritis

– Nos pecíolos das folhas e nos pedúnculos das flores, um molde de cor cinza chamado Botrytis cinerea pode se desenvolver. Pétalas de flores podem ter manchas da mesma cor.

– Evite molhar as plantas ao regar.

– Comece e destrua as folhas assim que vir os primeiros pontos de mofo.

– Sprays também podem ajudar a impedir a propagação do fungo.

– Manchas brancas em pó. É combatido com um fungicida antioide.

– Manchas Nas Folhas

– Grandes manchas marrons escuras e essas folhas acabam secando. O fungo causador é do gênero Phyllosticta.

– Bacteriose

– É uma doença causada pela bactéria Erwinia carotovora. Os sintomas são: as folhas velhas murcham e caem, as novas amolecem e acabam apodrecendo. O centro da lâmpada apodrece.

– Destrua plantas doentes e desinfecte a terra.

– Antracnose

– O fungo Gloeosporium cyclaminis produz manchas marrons ou áreas podres nos pecíolos das folhas e, freqüentemente, nos pedúnculos das flores.

– Quando o ataque afeta o ápice desses pedúnculos, resulta na queda da flor, deixando o pedúnculo reduzido a um apêndice seco e curvado no final.

– Os tratamentos com fungicidas são eficazes.

Ciclame no Vaso
Ciclame no Vaso

– Fusariose

– Amarelecimento, murcha e secagem de folhas, flores e brotos.

– A planta inteira murcha e morre devido à alteração da área do pescoço, onde geralmente se desenvolve um bolor branco-rosa, que é o fungo Fusarium oxysporum.

– Evite o excesso de matéria orgânica e corrija a acidez da terra com limão.

– Insolação

– O ambiente seco e quente pode murchar o ciclâmen, as folhas amarelas e secas.

– Nos terraços, proteja as plantas contra ventos secos.

– Poder Do Coro

– Existem vários fungos, como Pythium e Rhizoctonia, que podem apodrecer as raízes e a raiz do cíclame; como conseqüência, as folhas secam e enrugam.

– Prestos Dos Ciclamas

– As folhas têm uma cor avermelhada e uma aparência ruim por causa das picadas e dos muitos pontos pretos, que são os dejetos desses insetos. Eles lutam com inseticida.

– Voa Branca

– Cogumelos

Cogumelos
Cogumelos

– Os ácaros Steneotarsonemus palidus produzem a deformação das folhas jovens e brotos de flores com as picadas e podem comprometer a floração. Use acaricidas.

– Gorgojos

– Otiorrhynchus rugosostriatus é um besouro que morde as folhas pelas bordas. Os adultos são pretos ou marrons escuros e têm 7 milímetros de comprimento. Suas larvas vivem em terras roendo as raízes, bem como o bulbo tuberoso.

– Assim que as primeiras folhas pulverizadas pelas bordas forem notadas, pulverize com malation ou outros fósforos. A pulverização deve ser repetida se novas mordidas forem observadas, até garantir que nenhuma larva permaneça não processada.

Lagartas

– Plusia e outras pessoas comem e devem combatê-las quando ainda são pequenas, pulverizando as plantas com lindano. Vermes cinzentos, os Donuts roem o caule ao nível do pescoço, ao nível do solo.

– Eles podem ser combatidos com iscas.

– Nemátodos.

– Nemátodos do gênero Meloidogyne podem ser efetivamente combatidos com nematicidas.

– Transtornos Do Ciclamo

– Se as hastes da flor amolecerem, é sinal de rega excessiva e drenagem inadequada.

– É bastante frequente que as folhas fiquem amarelas e as hastes apodrecem após a compra.

– Por que isso acontece?

– É comprado em plena floração, no outono-inverno, de uma estufa fria, ou seja, sem aquecimento.

– Você o leva para um interior aquecido e as folhas ficam amarelas e caem.

– Odeie os riscos de cima.

– Para que não apodreça, você deve molhá-lo, colocando-o por 10 minutos em um prato com água até que ele o absorva por capilaridade e depois remova a água.

– O ciclâmen pode ser cultivado no solo do jardim ou como planta interna.

Ciclame no Jardim
Ciclame no Jardim

– Plantado no jardim, resiste ao frio, até -5ºC e, graças à proteção dos raios solares, principalmente nas horas de calor máximo.

– Debaixo das árvores fica perfeito.

– Eles ressurgirão mais tarde se puderem passar o verão quase seco que é o período de descanso.

– O ciclâmen é muito sensível ao excesso de umidade.

Um ponto fraco. Nunca regue o centro da planta, pois ela apodrecerá.

– Água por baixo, colocando a panela 10 minutos em um prato com água para absorver por capilaridade; Depois retire a água.

– Regue 2 vezes por semana durante o período de crescimento.

– No verão, que é quando descansa, será suficiente para manter um mínimo de umidade.

– Amarelo Das Folhas (CLOROSE).

Folha Amarelada
Folha Amarelada

– Pode ser devido ao excesso de cal no solo ou irrigação com calcário. Use quelatos de ferro para corrigir a deficiência do elemento de ferro.

– Descanso

– É comum cultivá-la como planta anual, ou seja, é descartada após a floração, pois a próxima está degenerando e a flor é de pior qualidade. No entanto, o ciclâmen pode durar vários anos se você descansar durante os meses de verão.

– Uma vez que a planta murcha após a floração. Você pode fazer o seguinte:

– Remova e guarde o tubérculo em um local seco, escuro e arejado para plantá-lo na próxima temporada.

– Outra opção é plantá-lo no jardim à sombra e quase esquecê-lo, molhando um pouco para que não seque completamente.

– No meio do outono, leve-o de volta para casa ou replante os tubérculos para iniciar um novo ciclo.

– Tudo isso depende do clima, pois, por exemplo, em muitos lugares nunca seca completamente, permanecendo sempre verde e florescendo 3 vezes por ano.

Veja também

Tudo Sobre Jasmim Manga: Características e Nome Científico

O jasmim manga encontrou no Oriente (especialmente na Índia) um lugar de proeminência. Para budistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *