Home / Plantas / Chá de Alface Emagrece?

Chá de Alface Emagrece?

Será Que o Chá de Alface Realmente Emagrece?

O chá de alface ajuda a emagrecer pelo simples fato de exercer uma poderosa ação desintoxicante no sangue e, principalmente, no fígado.

Ela pode ser “americana”, com textura rugosa, semelhante a uma cabeça de cebola, e não tão rica quanto as demais. Ela também pode ser “lisa” (a mais tradicional), com sua inconfundível cor verde-claro e folhas extremamente sensíveis ao toque. Ou mesmo a “romana”, com um tom verde-escuro, uma textura crespa, estrutura folhosa e altamente nutritiva.

Não importa qual seja a sua variedade, o fato é que a alface pode muito bem ser apelidada de “sumo dos deuses”, tal é a quantidade de vitaminas, sais minerais, fibras, clorofila, sem contar os níveis consideráveis de ácido ascórbico, bastante utilizado atualmente na indústria de cosméticos, graças à sua capacidae de sintetizar o colágeno na pele.

Pesquisas recentes concluíram que entre as principais razões para que o chá de alface funcione como um excelente emagrecedor, estão: ele equilibra a acidez no sangue, desintoxica o fígado (por meio da ação da clorofila), ajuda na digestão dos alimentos (por meio da quebra das moléculas de aminoácidos), entre outras ações.

Para se ter uma ideia das qualidades dessa hortaliça, cerca de 100g do vegetal possuem não mais do que 15 calorias. Por isso mesmo ela é recomendada na forma de sopas, caldos, batida em liquidificador, na forma de infusão e nos mais diversos preparados que substituem, adequadamente, uma refeição noturna.

Ela fornece todas as quantidades necessárias de proteínas, vitaminas, carboidratos e sais minerais. E o melhor: ainda produz uma vigorosa ação desintoxicante enquanto alimenta.

Um teor equilibrado de flavonoides ajuda a combater os radicais livres, melhora a circulação sanguínea, quebra as moléculas de carboidratos, previne doenças cardiovasculares, atua com o seu reconhecido fator anti-cancerígeno, entre outros inúmeros benefícios.

Só o que se recomenda é atentar para a qualidade das suas folhas. Estas deverão apresentar uma aparência saudável, aspecto brilhante, estrutura consistente, uma cor característica (entre o verde-claro e o escuro) e não podem estar murchas ou amareladas.

Somente dessa forma será possível garantir as quantidades ideais de nutrientes capazes de contribuir para a manutenção da saúde do seu organismo.

Eliminando as Toxinas

Pode-se atribuir a capacidade de emagrecimento do chá de alface à presença abundante de clorofila na bebida.

Como se sabe, é ela que garante a coloração verde das plantas. E, mais que isso, é uma verdadeira potência em ferro, fósforo, potássio, magnésio, cálcio, além de inúmeros outros minerais que, em conjunto, são capazes de efetuar uma verdadeira faxina no organismo.

Eles contribuem para a diminuição da acidez do sangue, livram o intestino de impurezas, facilitam a absorção de oxigênio, eliminam os resíduos provenientes das diversas transformações e processos fisiológicos do organismo, entre outras ações.

Tais ações, combinadas com uma mudança nos hábitos alimentares e de vida, resultam numa inevitável perda de peso — na verdade, em uma completa remodelagem do corpo de um indivíduo.

Além de ser utilizada na forma de chás, o alface — tal é a sua fama de um eficiente emagrecedor — já adquiriu o status de um dos principais componente dos não menos famosos “sucos detox”.

Essas bebidas ganharam o sugestivo apelido de “sucos da luz”, devido à sua capacidade de regenerar o organismo por meio de uma ação desintoxicante que, inclusive, resulta numa sensível alteração nos padrões emocionais.

Apesar do poderoso efeito do alface na forma de chá emagrecedor, o suco do vegetal também vem ganhando cada vez mais prestígio, especialmente entre praticantes de exercícios físicos.

De acordo com os seus apreciadores, ele apresenta-se como uma poderosa fonte de fibras. E, como se sabe, as fibras possuem uma incrível capacidade de saciar a fome, muito por conta da sua característica de demorar para serem digeridas pelo organismo.

A Associação com Mudança de Hábitos

De acordo com os últimos relatórios publicados pela OMS (Organização Mundial da Saúde), 1 em cada 10 indivíduos sofre com a obesidade e mais de 2 bilhões estão acima do peso. Por isso mesmo, a obesidade é atualmente considerada a segunda causa de mortes no mundo — só perdendo para as doenças cardiovasculares.

Para piorar a situação, todos os dias somos inundados com propostas tentadoras de inúmeras variedades de carnes, molhos, lanches, sobremesas, entre outras iguarias.

O problema é que elas nada mais são do que um verdadeiro amontoado de corantes, conservantes, acidulantes, aditivos químicos, hormônios, entre outras substâncias, que transformam o organismo de um indivíduo em uma verdadeira bomba prestes a explodir.

Chá de Alface Emagrecedor
Chá de Alface Emagrecedor

É justamente aí que os chás emagrecedores, como os de alface, por exemplo, entram como verdadeiros aliados no combate aos efeitos danosos de tais substâncias, na medida em que desincham o organismo e impedem que ele se transforme num verdadeiro reservatório para os mais diversos resíduos resultantes dos processos metabólicos internos.

Mas, diferentemente do que se imagina, a simples redução ou eliminação do consumo diário de carne não é o suficiente para a eliminação das toxinas presentes no organismo. Na verdade, tais resíduos podem ser considerados como resultados quase naturais do seu próprio funcionamento.

Logo, é da eliminação de hábito alimentares deletérios, do desenvolvimento do hábito de praticar exercícios físicos e da ingestão de alimentos desintoxicantes — como os chás de alface, por exemplo — que depende o funcionamento pleno do organismo e a sua capacidade de executar, a contento, os mais diversos processos metabólicos.

E, no final, os resultados dessas associações serão visíveis: um intestino que volta a funcionar normalmente; a fome, que havia desaparecido — como um sinal evidente de intoxicação —, agora surge em horários regulares do dia; a ansiedade, que resultava em excesso de apetite, é eliminada; entre vários outros sintomas que simplesmente desaparecem do quotidiano de um indivíduo.

Como Preparar o Chá de Alface para Emagrecer

Antes de preparar o chá de alface, o recomendado é atentar primeiro para a qualidade do vegetal escolhido. Ele precisa ter uma aparência saudável. Manchas pretas podem indicar a perigosa presença de fungos e demais micro-organismos patológicos. Folhas murchas, amareladas e sem firmeza, certamente indicam um vegetal já em fase de decomposição.

Além disso, a depender da sua necessidade e disponibilidade, recomenda-se aquisição do alface em hortas orgânicas, pois é uma garantia de que estará adquirindo uma hortaliça totalmente livre de agrotóxicos e demais impurezas próprias do cultivo convencional.

E após higienizá-las corretamente, por meio da imersão das folhas ou talos em 1 litro de água (por 10 minutos) contendo 1 colher de sopa de hipoclorito de sódio, proceda da seguinte maneira:

Separe entre 4 e 6 folhas de alface;

1 litro de água;

Preparo:

Ferva a água, acrescente as folhas ou os talos do alface, deixe em infusão entre 5 e 8 minutos, coe e sirva a bebida morna.

Recomenda-se ingerir pelo menos 2 xícaras ao dia, pelo menos 2 horas após a ingestão de alimentos.

Caso esse artigo tenha sido útil, deixe o seu comentário, logo abaixo. É por meio deles que conseguimos aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Veja também

Gardênia Vermelha

Cores da Flor Gardênia: Branca, Azul, Rosa, Vermelha e Amarela

A flora que temos no mundo possui uma grande variedade de espécies de plantas, e …

2 comentários

  1. Flávia de Azevedo Fiametti

    Gostei da matéria do chá de alface, usarei a ideia.

  2. Faça isso, Flávia! O segredo dos chás é fazer deles uma rotina no dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *