Home / Plantas / Catálogo de Bromélias Aéreas e Não Aéreas Com Fotos

Catálogo de Bromélias Aéreas e Não Aéreas Com Fotos

Algumas plantas estão entre as preferidas das pessoas. As rosas normalmente são as primeiras nas listas, mas não muito longe estão também as orquídeas. Sua beleza que é muito variada faz com que hajam adeptos para ela no mundo inteiro.

Além disso, são fáceis de plantar e cultivar, podendo achar espécies que se adaptam a qualquer tipo de solo. Existe uma categoria que divide as espécies de orquídeas em duas: as aéreas e as não aéreas.

E é sobre essas duas categorias e espécies representativas de seus catálogos que iremos falar no post de hoje.

Um Pouco Sobre as Bromélias

Você pode ter na sua cabeça já exatamente como uma bromélia pode parecer. Mas a realidade, é que existem mais de 3 mil espécies de bromélias espalhadas pelo mundo, cada uma com características completamente diferentes das outras. Apesar de poder ser vista em todos os continentes, a maioria das espécies são da América e da África.

E o Brasil é o país que mais abriga espécies de bromélias, especialmente na Mata Atlântica. Elas são de maioria plantas epífitas, ou seja, utilizam de outra planta, especialmente árvores altas, para obter seus nutrientes, luz e ar. É possível encontra-las também no solo ou em pedras, mas preferem utilizar outras plantas. Lembre-se: elas não são parasitas, pois não roubam nada da planta em que se apoiam.

As flores são sempre de beleza estonteante, com uma variação de pétalas e de cores. E elas dão frutos também, e para a surpresa de muitos: o abacaxi é um deles. São plantas com grande resistência e possuem a habilidade de adaptação em diferentes localizações e climas. Os usos mais comuns dessas plantas são para ornamentação, compostos farmacológicos, frutos e produção de fibras. Cada uma dessas áreas costuma utilizar espécies de bromélias bem diferentes uma da outra.

Catálogo de Bromélias Aéreas Com Fotos

Uma planta aérea é caracterizada por não precisar de terra para ser cultivada, e se desenvolve longe e acima do solo. Pode parecer estranho e complicado, mas na realidade, seu cultivo é bem simples e interessante. Chamadas também de “air plants”, elas vêm fazendo muito sucesso por pessoas que cultivam flores.

Um dos maiores exemplos de bromélias aéreas é a Tilandsias. São diversas espécies de tilandsias, e todas elas são aéreas, incluindo várias de origem brasileira. Elas são epífitas, ou seja, crescem em cima de algum lugar que a sustente, como galhos de árvores, cercas e outros.

Não a confunda com plantas parasitas, elas não roubam nutrientes de outras plantas. Seu crescimento é lento, pois todos os nutrientes e água que elas precisam, são adquiridos pelo ar. Preferem locais com sombra fresca, e ao ar livre. Precisa estar com ar sendo renovado sempre.

Caso você veja uma planta em algum lugar, não tente tira-la. Elas já estão acostumadas com aquele ambiente, e isso pode fazer com que suas raízes arrebentem e ela acabe morrendo. As raízes servem diretamente para a função de se agarrarem em determinado local.

Se você está criando uma tilandsia, é preciso rega-la de forma correta. Uma vez na semana deve borrifar em toda a sua estrutura. Nos dias mais quentes, é ideal mergulha-las na água por uma hora, duas vezes na semana. Depois de seu “banho”, seque-a bem, sem apertar muito. Água parada pode fazer com que ela apodreça. E a temperatura da água sempre ambiente.

Você pode encontrar essas plantas em diversas colorações, e é esse um dos motivos que ela está sendo muito requisitada para o uso ornamental. Podendo deixar seu jardim com uma cara nova, e sem tanto cuidado com terra, adubação e outras questões que envolvem plantas não aéreas.

Catálogo de Bromélias Não Aéreas Com Fotos

Diferente das aéreas, essas espécies de bromélias nascem diretamente do chão. Logo, são espécies que para serem plantadas e cultivadas, é necessária a utilização de terra. Os cuidados costumam ser bem diferentes das outras.

A primeira espécie representativa é a Neoregelia carolinae. Essa espécie é endêmica aqui no Brasil, podendo ser encontrada em qualquer do país.

Como segunda espécie representativa das bromélias não aéreas temos a Neoregelia flandria, também conhecida por Bromélia de Von Regel, o homem que descobriu a planta nos anos de 1800.

Elas possuem suas folhas abertas, e preferem lugares com bastante luminosidade. O fato luminosidade ajuda na beleza de sua floração. Quanto amis luz, mais intensas são as cores das folhas e flores. Porém, é necessário ter um limite de luz diária, para não fazer com que ela fique muito seca.

Em seu interior é onde fica acumulada a água, e de onde saem as flores. Muitos insetos também costumam desovar nessa parte da flor, por isso são chamadas de plantas ninho ou até mesmo ama da selva. Isso acaba sendo positivo tanto para a flor, quanto para os insetos.

Bromélia Não Aérea
Bromélia Não Aérea

Para quem pretende ter essa flor em casa, é necessário que seja regada com água limpa somente, e desde o seu interior. Se você viver em um local que seja frio em algum período, não esqueça de escorrer a água. A cor das folhas e flores é bem chamativa, para atrair o quanto mais polinizadores possíveis. Costuma ser de coloração vermelha.

Esperamos que o post tenha te ensinado e ajudado a entender um pouco mais sobre as bromélias aéreas e não aéreas. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-las. Você pode ler mais sobre orquídeas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Como Plantar, Cultivar e Fazer Muda de Pé de Ameixa em Vaso?

Será que se pode plantar o caroço que sobrou da ameixa que a pessoa comeu? …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *