Home / Plantas / Cacto Vela: Características, Como Cultivar, Fotos e Comprar

Cacto Vela: Características, Como Cultivar, Fotos e Comprar

As plantas são fundamentais para o desenvolvimento de outras plantas, das pessoas e dos animais que compõem o planeta. Dessa maneira, há plantas em quase todos os ambientes do mundo, até mesmo naqueles mais inóspitos e agressivos para o organismo animal. Esse é o caso dos desertos, por exemplo, que possuem também a sua forma de vegetação.

No caso, na grande maioria dos desertos há espécies de cactos, já que os cactos podem suportar as altas temperaturas e a baixa disponibilidade de água. Portanto, a falta de umidade seria um grande problema para muitas culturas, mas não para suculentas como o cacto. Isso porque plantas desse tipo são capazes de armazenar enormes quantidades de água em sua estrutura, facilitando todo o processo de acesso a um bem tão importante para o crescimento vegetal.

Assim, no universo dos cactos há aqueles que recebem mais destaque, como é o caso do famoso cacto vela. Essa espécie de cacto, mais florida, abre as suas flores apenas à noite, quando as temperaturas se tornam menos agressivas. A espécie possui certa dificuldade para crescer em ambientes que não sejam secos, mostrando como há a dependência em relação ao seu habitat. De qualquer maneira, veja mais informações sobre o cacto vela logo abaixo.

Características do Cacto Vela

O cacto vela é um tipo de cato bastante comum na América do Sul, estando mais presente ao longo das áreas quentes e secas do continente. No Brasil, por exemplo, é possível encontrar o cacto vela em partes do Centro-Oeste e do Nordeste.

Arbusto que é, o cacto vela pode chegar até os 1,5 metro de altura, o que dá a essa planta um tom de destaque. Sua base pode chegar a ter cerca de 12 centímetros de diâmetro, mostrando como pode ser pequena. Assim, ter essa espécie de cacto em sua casa não se mostra muito trabalhoso, até mesmo pelo fato de que os cuidados com ele são básicos.

Cacto Vela Características

A rega, por exemplo, pode ser feita uma vez por semana e apenas em doses pequenas, sem muito exagero. Já o solo de abrigo do cacto vela não deve ser rico em nutrientes, já que o excesso de matéria orgânica se mostra algo negativo para o cacto. Ademais, basta manter a planta sob sol forte, podendo deixá-la simplesmente no quintal, sem qualquer cuidado a mais. Seguindo essas instruções, ainda que não pareça, o seu cacto vela crescerá bastante e ficará belo.

Cultivo do Cacto Vela

A forma de cultivo do cacto vela, como se pode ver, é bastante simples. Esse tipo de planta suculenta se mostra muito bonito quando florido, o que acontece nas noites de verão. Porém, para chegar a essa beleza toda, não é necessário realizar grandes coisas. Na verdade, por ser tão independente, o cacto vela exige atitudes e cuidados mínimos de quem o cultiva.

A rega deve ser apenas uma vez por semana, além de a poda ser apenas ao fim da fase de floração, uma vez ao ano e, ainda assim, apenas para retirar as flores mortas. Essa é uma planta que gosta de locais com forte incidência de luz do sol, então é importante caprichar na luminosidade. Não mantenha o cacto vela à meia sombra, o que é bastante maléfico para o mesmo. Outra dica importante é fazer com que o cacto não tenha contato com solos de muita qualidade, já que solos ácidos e mais simples em nutrientes costumam fazer sucesso com a espécie.

Portanto, você sequer terá de investir dinheiro na compra de materiais para a composição do solo, além de não ser obrigado a investir muito tempo para os cuidados com a planta. Para quem não fica muito tempo em casa, não tendo as condições ideais para realizar o cultivo de uma planta, essa é uma grande opção.

Como Plantar o Cacto Vela

Agora que você já conhece as características principais do cacto vela e também sabe sobre o modo de cultivo mais apropriado para esse tipo de planta, é interessante entender como se dá o plantio do cacto em questão.

No caso, o cacto vela, sendo a planta de cuidados simples que é, deve ter um local único para ela. Isso pode parecer contraditório, mas, pelo fato de não necessitar de muitos cuidados, o cacto vela deve permanecer afastado. Isso fará com que você evite regar ou adubar a planta em excesso, ainda que por acidente. Após fincar o cacto no solo, uma grande dica é fazer a sua base com algumas pedras.

Ao realizar isso, a drenagem será facilitada e todo o processo evitará que o caule ou a raiz da planta apodreçam. Não tenha plantas maiores ao redor do cacto vela, pois isso pode retirar algumas preciosas horas de luz solar da espécie. Além disso, capriche na areia quando for o momento de realizar os cuidados com o solo, já que o ambiente arenoso serve muito bem para fazer com que a drenagem se dê de maneira mais simplificada.

Mais Detalhes Sobre o Cacto Vela

O cacto vela é bastante comum na América do Sul como um todo, embora o país de origem desse tipo de planta seja o Peru. Assim, as áreas mais quentes e secas do país andino viram o crescimento dessa espécie de cacto há milhares de anos, já que populações muito antigas já faziam uso da sua água armazenada para o consumo de animais.

No Brasil, sendo um país de altas temperaturas, o cacto vela se adapta bem a locais mais secos, como é o caso de parte da região Centro-Oeste e parte também da região Sudeste. Há ainda algumas casas que possuem exemplares do cacto vela, muitas vezes até mesmo em vasos menores.

Cacto Vela

Pois, por mais que esse cacto possa ultrapassar 1 metro de altura, há alguns exemplares que chegam apenas aos 50 ou 60 centímetros. Isso torna ainda mais fácil cuidar do cacto vela, já que um dos seus problemas está na altura – de qualquer forma, há arbustos muito maiores que esse. Uma dica importante para saber se a planta está bem é olhar para a sua coloração, já que o cacto vela se apresenta em um verde mais claro quando saudável.

Veja também

Frutas que Começam Com a Letra o: Nomes e Características

Essa lista com algumas das espécies frutíferas que começam com a letra O revela-nos algumas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *