Home / Plantas / Cacto Rabo de Raposa: Características, Como Cultivar e Fotos

Cacto Rabo de Raposa: Características, Como Cultivar e Fotos

O cacto rabo de raposa é um tipo de planta suculenta, pertencente à família cactácea, podendo ser encontrada facilmente nas caatingas. Os locais preferenciais para seu crescimento são as regiões áridas, contudo também é encontrado em regiões com ambiente semi-árido.

Esse tipo de suculenta se mostra sendo xerófilo. Isso quer dizer que esse organismo foi projetado no intuito de sobreviver em determinadas situações onde não se tem a presença constante de umidade e água.

O rabo de raposa vem a florescer:

  • No final do inverno;
  • Durante a primavera;
  • No começo da estação quente do verão.

Se quiser conhecer sobre essa planta curiosa, não deixe de ler o artigo até o final.

Um Pouco Mais Sobre o Cacto Rabo de Raposa

O cacto rabo de raposa se origina do México, devendo ser cultivado á meia sombra. Como citado acima, costuma florescer nos meses quentes e pode alcançar até 27 cm. Como seu espinho é branco, acaba fazendo um contraste lindo com as flores vistas na cor laranja, rosa ou amarela.

É um tipo de cacto longo, com ramos roliços e armados com espinhos. Ocorre nas Caatingas, mas na frequência menor se comparado com o Mandacaru e o Xique-xique.

A planta possui um aspecto singular e esquisito, sendo ótima para ficar em cercas-vivas e jardins. A floração noturna acontece logo nas primeiras chuvas da estação, frutificando em seguida. Assim, consegue dispersar suas sementes nas épocas chuvosas.

Seu fruto maduro é avermelhado, consumido por insetos e pássaros. Tem aplicações terapêuticas pelas populações locais contra dores de dente, problemas na próstata e rins. Sua raiz é empregada como um poderoso anti-inflamatório, bem como para que a menstruação seja facilitada.

Morfologia dos Cactos Rabo de Raposa

As Raízes

A função da raiz, como nos outros vegetais, é a extração de nutrientes e fixação da planta no solo e em todos os outros lugares. Um bom exemplo são os epífitos.

A raiz do cacto rabo de raposa é superficial e foi projetada para outro tipo de função: a extração de boas quantidades de água da chuva, já que dentro do seu habitat tem pouca incidência de chuva.

Morfologia dos Cactos Rabo de Raposa

Os Caules

O caule pode ter diversos formatos, sendo colunares ou cilíndricos, globosos, arbóreos, achatados e rasteiros. Quando é provido de espinho e carnoso é chamado de cladódios. Quando é fino e sem espinho é chamado filocládio. A principal função do caule é:

  • Armazenamento de água;
  • Sustentação;
  • Realização de fotossíntese. Isso acontece devido à falta de folhas em boa parte da planta, então ela usa a poupa dos caules para tal fim também.

Folhas e Espinhos

A estrutura espinhosa é uma das características principais do cacto rabo de raposa. Na verdade, ela desempenha, em partes, o papel da folha, já que a maioria dos exemplares não possui folhas, evitando que eles transpirem e percam mais água.

O espinho do cacto, diferente da folha, não respira nem realiza a fotossíntese. O estômato (canal entre a célula que permite a entrada do ar) que está no caule é que faz isso, e faz à noite.

As Flores

Todos os exemplares florescem. Em alguns tal fato ocorrem em alguns meses e outros somente depois de 80 anos. Curioso, não? Isso acontece porque algumas espécies conseguem viver por aproximadamente 200 anos.

Em geral, a flor do cacto rabo de raposa é isolada, bela, colorida, hermafrodita e permanece aberta durante a noite e o dia. As flores têm a polinização feita por:

  • Pássaros;
  • Insetos;
  • Pequenos morcegos.

Estas são estruturas de onde saem espinhos e flores. Também na aréola pode haver estrutura com pelos cinza, branco ou dourado. Ela está ali com o intento de proteger as entradas da flor e do estômato.

Flores Cactos Rabo de Raposa

Geralmente são carnosos, alguns exemplares são grandes e comestíveis. O sabor é peculiar e pode ser usado em diversas culinárias pelo mundo.

Como Plantar o Cacto Rabo de Raposa nos Jardins

Plantar cacto rabo de cavalo requer cuidado. O principal é escolher um lugar adequado para que o acúmulo da umidade seja evitado. Não se pode escolher locais baixos ou em desníveis, evitando, assim, que a água da chuva venha a formar poças ou que fique parada.

A água que fica contida em excesso apodrece os cactos, podendo até matá-los. A recomendação é optar por lugares altos. Se for possível, deve-se fazer até um morrinho, amontoando terra e amparando com pedras. O aspecto em termos visuais fica muito interessante.

O preparo das covas dos cactos pode alcançar mais de dois metros de altura para algumas espécies. Entretanto, para o cacto rabo de cavalo o ideal é ter a profundidade de 40 centímetros.

No fundo da cova pode-se colocar uma camada boa de pedrinhas do tipo brita. Assim, por cima, acrescenta-se uma mistura com terra. É possível utilizar a terra que é retirada desse buraco e misturá-la com areia de construção, bem como com terra vegetal, nas mesmas quantidades.

Uma boa dica é fixar a planta com uma faixa de jornal. Em torno dele, acima da terra, deve-se espalhar outra camada com pedrinhas que auxiliarão na drenagem.

Quantidade Básica de Água para Manter o Cacto

Este é o fator determinante para que o cultivo de cactos seja um sucesso. A quantidade necessária para fazer a manutenção dessa planta depende de algumas questões:

  • Tipo de terra;
  • Drenagens;
  • Temperatura;
  • Etc.

Assim, é difícil determinar uma exata periodicidade para a rega. Mas, a média pode ser calculada segundo as estações do ano. No inverno, o cacto mais velho deve receber água de 12 em 12 dias. O mais jovem, de 8 em 8 dias.

Já no verão, o exemplar que tem mais de 3 anos deve ser regado de 5 em 5 dias. A terra ao redor precisa ser molhada, contudo não encharcada. A água tem que ser absorvida antes que mais água seja colocada.

É importante ressaltar que o cacto rabo de raposa, para ter um efeito bonito nos jardins, precisa ter uma boa resistência. Ele deve resistir a raios solares, chuva e vento constante. Assim, será uma adição incrível para sua casa!

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *