Home / Plantas / Cacto: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Planta

Cacto: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Planta

As plantas são fundamentais para a sobrevivência de todo e qualquer animal na Terra, já que possuem muitas funções chaves para todo o ciclo da vida no planeta. Dessa forma, há muitas maneiras de enxergar a importância das plantas, algo que pode ser visto sem maiores dificuldades. Logo, uma das importantes funções das plantas para as pessoas é o fornecimento de gás oxigênio, o gás da vida quando se trata de seres humanos e até mesmo de animais.

Portanto, enquanto as pessoas consomem oxigênio e produzem gás carbônico, as plantas fazem o processo oposto de trabalho, produzindo oxigênio em larga escala e consumindo o gás carbônico produzido pelas pessoas. Portanto, esse trabalho todo é chave para fazer com que haja vida no planeta, já que sem respirar oxigênio seria impossível que qualquer animal conhecido ainda estivesse vivo e habitando a Terra de forma saudável.

Ademais, as plantas ainda possuem outras funções importantes para o equilíbrio e para a manutenção da vida em boa qualidade no planeta. Dessa maneira, as plantas oferecem alimento para os animais existentes em todo o mundo, o que faz com que a sua importância seja ainda maior. De toda forma, além de participar da produção de alimentos, as plantas são essenciais para que as pessoas consigam realizar a captação adequada de nitrogênio.

Isso porque, por mais que o nitrogênio seja essencial à vida das pessoas, é impossível para o ser humano captar esse elemento na natureza, em forma de gás na atmosfera da Terra, sem morrer. Portanto, para que as pessoas possam ter acesso a um dos elementos mais importantes para a ocorrência de reações em todo o corpo, o papel dos vegetais é chave, fazendo com que o nitrogênio seja fixado no solo a partir das bactérias fixadoras, o que, em última instância, faz com que as pessoas possam ter acesso ao nitrogênio.

A Questão dos Cactos

Assim, todo esse papel das plantas é muito importante e pode ser visto diariamente pelas pessoas. Contudo, mesmo naqueles ambientes mais hostis do planeta Terra, ainda assim é importante que haja a presença de plantas e vegetais.

Logo, não é possível pensar em um ambiente minimamente habitável sem a presença de qualquer planta. No caso dos desertos, por exemplo, a planta por lá presente é o cacto, um tipo de planta bastante importante para o seu local de existência. Assim, os cactos são capazes de viver sob temperaturas muito altas, variações de temperatura grandes e, ademais, com tempo seco ao longo de quase todo o ano.

Dessa maneira, o mais comum é que as plantas morressem em um local tão hostil. Contudo, com o cacto é diferente, já que esse tipo de vegetal está preparado para tudo isso, sendo capaz até mesmo de enfrentar de 5 a 6 meses sem qualquer chuva e ainda assim manter o verde forte e desatacável da sua base. Assim, os cactos possuem uma série de mecanismo para evitar a sua morte, sendo resistentes, fortes e muito auto-sustentáveis, o que é sempre interessante de acompanhar.

Fatos Sobre os Cactos

Cactos no Deserto
Cactos no Deserto

Os cactos são parte essencial do deserto, já que, muito provavelmente, um deserto sem qualquer forma de cacto não teria qualquer tipo de vida habitando a imensidão das suas terras.

Um detalhe muito interessante sobre o cacto, assim, é que todos os cactos do mundo florescerem ou florescerão em algum momento da sua vida, mas por vezes esse tempo até a parição das primeiras flores pode levar cerca de 80 anos. Dessa forma, é por isso que muitas vezes se vê cactos sem flores, por mais que todos eles tenham a capacidade de florescer.

Ademais, por mais que muitas pessoas sequer saibam disso, há cactos que podem ser consumidos, algo que depende do tipo de cacto em questão. Esse é o caso, por exemplo, de alguns cactos vistos no México e, sobretudo, do cacto conhecido como o “figo-da-índia”. Outro detalhe muito interessante é que um cacto pode viver cerca de 200 anos e alcançar até mesmo os 20 metros de altura, algo que muitas vezes passa desapercebido pleas pessoas, que costumam ter contato apenas com aquele tipo de cacto de vaso, criado em casas e apartamentos de todo o mundo.

Características dos Cactos

Os cactos possuem várias características muito únicas, que fazem dessa planta um tipo de muito destaque em qualquer parte de todo o mundo. Logo, o cacto é conhecido, entre outras coisas, por ter uma reserva de água imensa. Dessa maneira, o cacto consegue puxar a pouca água da chuva através das suas raízes enormes, que podem até mesmo chegar a um metro de comprimento.

Assim, após puxar a água, o cacto mantém essa água em uma reserva, fazendo uso aos poucos. Logo, mesmo após muitos meses sem chuva sé possível que o cacto tenha água à disposição e em larga escala. Além disso, os cactos também são conhecidos por terem espinhos o que possui uma explicação natural. O cacto possui esse tipo de defesa para se proteger de outras plantas que podem tentar crescer para perto dele e também para evitar que animais quebrem o cacto para buscar a sua água ali guardada.

Dessa forma, os cactos são moldados para viver de forma simples, sem muita oferta de água ou sombra, além de um solo muitas vezes ácido e pobre em nutrientes, o que faz dos cactos um tipo de planta muito resistente quase tudo.

Mais Curiosidades Sobre os Cactos

Cacto no Vaso
Cacto no Vaso

Um detalhe interessante é que nem todas as plantas que guardam água em sua estrutura são cactos, sendo que algumas outras plantas também fazem isso para passar por momentos de seca. Ademais, é possível notar que o nome do cacto possui origem na Grécia e tem relação com os seus espinhos, que tornam essa planta tão voraz contra invasores.

Assim, desde a sua apresentação à sociedade humana, já se destacava o fato de o cacto ser forte, resistente e de saber se defender contra outras plantas ou até mesmo contra animais. De qualquer forma, atualmente há muitos cactos que já não possuem mais espinhos.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *