Home / Plantas / Bromélia Nidularium: Fotos, Caracteristicas, Flores e Nome Cientifico

Bromélia Nidularium: Fotos, Caracteristicas, Flores e Nome Cientifico

As bromélias são atualmente uma das flores mais conhecidas e adoradas por todo o mundo. Isso se dá principalmente pelo fato de elas terem uma variedade gigantesca de flores, formatos e outros. No post de hoje iremos mostrar um pouco mais sobre uma espécie que vem tomando cada vez mais espaço, a bromélia nidularium. Continue lendo para aprender mais sobre suas características, suas flores, nome científico e muito mais. Tudo isso com fotos!

Características da Bromélia Nidularium

A bromélia nidularium é um grupo ainda pequeno de bromélias nativas daqui do Brasil, o que é algo muito comum para essas plantas. Nosso país é ótimo para a criação e desenvolvimento delas. Elas são facilmente confundidas com a espécie de bromélias neoregélias, principalmente pela questão do tipo de haste de floração. Inclusive, o próprio nome nidularium faz alusão ao tipo de inflorescência que aparece no fundo da roseta, que se assemelha bastante com um pequeno ninho de passarinhos.

Na nidularium, a haste floral tem a circulação feita por brácteas das mais diversas cores, formando um conjunto de entidade distintamente separada no seu próprio ramo, ao invés de ficar enterrado na própria roseta. Mais uma das diferenças entre nidularium e neoregélias, é que a nidularium possui folhas verdadeiras da roseta, e por isso não possui uma pigmentação colorida.

Ela é uma espécie que se desenvolve em locais sombreados, podendo ser criada em ambientes internos, mas sempre tomando algumas precauções. Como, por exemplos, evitar lugares que fiquem próximos a fontes de calor, e sempre regar quando o substrato estiver seco já. Mais do que isso, são ótimas atrativas tanto para as pessoas, quanto para outros animais, devido sua beleza nas flores e nas folhas em formato de roseta. São extremamente brilhantes, parecendo que foram até envernizadas.

Suas folhas lanceoladas são bem largas, e possuem espinhos e escamas nas bordas. Apesar de que, nem todas as espécies possuem essas escamas. O centro da roseta parece um copo, e tem como função armazenar toda a água que aquela planta precisa. Suas inflorescências são todas protegidas pelas folhas modificadas, chamadas também de brácteas, que são coloridas. Algumas espécies também possuem algumas flores na lateral, isoladas das outras. Em relação ao local em que a nidularium vive, isso varia. Algumas podem crescer no solo, já outras diretamente em árvores, sendo então epífitas. Vale lembrar que elas não são parasitas.

Sua alimentação é feita pelas raízes, mas tem como complemento a solução de detritos orgânicos que ficam armazenados no copo da roseta, como insetos, poeira, folhas e até excrementos de pássaros e frutos. No Brasil, seu nome popular acabou sendo caraguatá ou gravatá, dependendo da região. Esses nomes são mais usados no sul e sudeste. No norte e nordeste do país, são conhecidas pelo nome macambira.

Elas são utilizadas principalmente para ornamentação, devido sua beleza incrível. Pode ser utilizada tanto em espaços interiores, quanto em espaços exteriores. Se você quiser, pode colocar uma nidularium em um pequeno vaso em uma mesa, ou até formar uma coleção de vasos em alguma prateleira na parede. De qualquer forma, é fácil arranjar um espaço para elas, já que não ocupam muito espaço. Caso queira ser criativo, pode imitar a própria natureza, colocando-a em galhos e troncos de alguma árvore em seu jardim.

Para conseguir uma árvore de bromélias, no qual você coloque várias bromélias nela, é preciso arranjar ou uma árvore viva ou um galho grande, com muitos ramos menores que sejam firmes. Você pode apoia-lo em uma coluna ou até fixar em algum local, mas que permita sua movimentação depois. Para isso, é preciso remover, de forma delicada, o resíduo de solo das raízes, e envolve-las em uma bola de esfagno úmido anteriormente. Para amarrar as bromélias nidularium, é preciso utilizar fios de náilon que podem ser facilmente encontrados, deixando o esfagno em torno das raízes.

Bromélia Nidularium no Jardim
Bromélia Nidularium no Jardim

As rosetas abertas ficam em torno de 30 a 60 centímetros de diâmetro, e a coloração varia entre branca e púrpura. Mas as brácteas sempre coloridas e vibrantes. A textura das folhas é bem macia, isso se deve ao fato de ela precisar ser criada em lugares sombreados, e nunca com luz plena do sol. Para cuidar dela durante o período de crescimento, fazer fertilizações regularmente, até depois da floração, fornecendo todos os nutrientes que são necessários para o bulbo e a planta em geral.

Nome Científico da Bromélia Nidularium

O nome científico de uma planta ou animal é uma forma que os cientistas criaram para conseguir categorizar esse ser vivo. Dessa forma, o primeiro nome refere-se ao gênero botânico que a planta pertence, enquanto que o segundo nome a espécie em questão.

O nome cientifico dessa bromélia, portanto, é Nidularium lem. Ela faz parte da família das bromélias, sendo Bromeliaceae, e da subfamília Bromelioideae. Como falamos anteriormente, o gênero recebeu esse nome pela sua semelhança com um ninho de passarinho. Vindo do latim nidus+arius. A primeira vez que esse grupo de bromélia foi descrito pelo homem, foi em 1854.

Fotos da Bromélia Nidularium

Veja a seguir algumas fotos da Bromélia nidularium para que você possa identificar quando se deparar com uma.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre a bromélia nidularium, suas características, nome científico e muito mais. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixe suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre bromélias e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Como Cultivar Flor Coreópsis Margaridinha-Amarela e Tirar Mudas

O nome coreópsis vem da combinação de duas palavras gregas: “koris”, que significa percevejo, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *