Home / Plantas / Bonsai de Cravo da Índia

Bonsai de Cravo da Índia

É comum que a cultura de determinado lugar seja repassada de diversas formas para outros lugares. Seja por pessoas que migram, viajantes temporários ou pela internet, que permite tudo isso ser bem mais fácil. O Ocidente principalmente vem pegando muita coisa do Oriente e trazendo para cá há milênios.

Uma coisa interessante é em relação as árvores no Oriente. Elas são tratadas de forma especial, e normalmente além de serem muito bem cultivadas para o uso ornamental, também são utilizadas para terapia e arte. Algo que para nós, ainda é algo bem novo e muito interessante. A espécie Bonsai de árvore vem crescendo sua popularidade em todos os lugares.

Apesar do que popularmente é achado, o Bonsai não é uma espécie única. Existem diversas espécies espalhadas principalmente no Oriente, e trazida para o Ocidente. Uma delas é o Cravo da Índia, também conhecido por Cravinho. E é sobre ela que iremos falar no post de hoje, mostrando suas características e muito mais.

Bonsai

A palavra Bonsai vem do japonês, e significa “cultivado, plantado em bandeja ou vaso”. Ela não é chamada de árvore Bonsai por eles, somente Bonsai. Algo que muitos desconhecem, é que o Bonsai não é uma espécie vegetal qualquer ou específica, mas se trata de uma técnica utilizada nas árvores para miniaturizá-las.

Por isso, que utilizar o termo “árvore de Bonsai” é errôneo. O termo correto seria “árvore que se transforma em Bonsai”. Para uma árvore ser considerada uma Bonsai, é necessário primeiramente escolher um vaso raso e pequeno. Depois, a escolha da árvore é feita minunciosamente, e deve ser uma réplica de uma árvore da natureza em miniatura.

Observando-as, podemos notar que cada árvore tem tendências e comportamentos próprios, completamente diferentes um do outro. Por isso, encontramos diferentes estilos de bonsai, que vão desde as mais tradicionais, até as mais incomuns, diferentes e modernas. Elas possuem categorias que as designam de acordo com suas formas e número de árvores na composição.

A Arte do Bonsai

Como explicamos, o Bonsai é uma arte. Uma arte, um passatempo e até mesmo uma terapia para muitos. Essa prática chegou no Ocidente há 200 anos e foi se espalhando e se desenvolvendo com o tempo. Hoje, as encontramos em todos os lugares do mundo, sendo utilizadas em várias culturas diferentes.

Pode parecer muito complicado primeiramente, mas ao entender melhor todo o conceito e processo, você percebe que é igual a jardinagem. Porém, com cuidados, técnicas e uma atenção redobrada, para reproduzir as características de uma árvore enorme. É necessário ter um lado artístico, uma certa habilidade.

Além disso, as técnicas. Como escolher e ser cuidadoso em relação a adubação e as podas. Elas normalmente não passam de 60 centímetros Quem cuida bem de sua Bonsai, em algumas lendas orientais, é sinal de boa sorte e muito dinheiro.

Para escolher corretamente você deve procurar por características ideias. O tronco deve possuir ramos bem organizados, além de ter uma casca de cor bonita e atrativa. Sua folhagem, sempre compacta e fina, além das flores ou frutos, se houver, serem pequenos. É ideal compra-las diretamente em lojas de jardinagem, a não ser que você tenha muita paciência e queira ter mais cuidados ao cultivar sementes, estacas ou enxertos.

Cravo da Índia ou Cravinho

O cravo da Índia, ou somente cravinho, como é muito chamado em Portugal, é nativa da Indonésia, mas hoje em dia já é possível encontra-las em diversos outros lugares do mundo. Seu nome científico é Syzygium aromaticum. Você provavelmente a conhece pelo seu uso na culinária, especialmente em pratos doces.

O botão da flor, quando está seco, é utilizado como especiaria e também como medicamento. Isso acontece desde a antiguidade, e era extremamente valorizado durante o século 16. Na China, quando um Imperador precisava falar com alguém, ele mastigava cravos para tirar o mau hálito. O óleo dela também é muito utilizado, especialmente na área da odontologia, já que ele possui propriedades antissépticas.

Hoje, é muito comum utilizarmos o cravo em doces, pois ele dá um gosto especial. Entretanto, antigamente, o principal motivo era para impedir as formigas, já que trabalhava como se fosse um repelente. Hoje, muita gente ainda coloca cravo no meio de potes de açúcar, mesmo sem saber o porque.

Outra forma de consumo do cravo da Índia, é através dos cigarros aromatizados. Eles são muito populares especialmente na Indonésia. Por isso, é comum muitas pessoas dizerem que o país inteiro cheia cravo. Os chineses utilizam também o óleo de cravo para tratar náuseas e outros problemas digestivos.

Também ajuda na hora de emagrecer, pois reduz o colesterol ruim. Ajuda também no controle da tireoide, importante para emagrecer e manter-se saudável. Misturado com o gengibre em algum chá ou outra receita dentro de uma dieta, é a dupla perfeita para ajudar durante todo o processo de emagrecimento.

Entretanto, é recomendado que mulheres gestantes e crianças menores de seis anos não consumam essa especiaria. Isso porque ela pode causar irritações na mucosa gástrica e também na pele. Para cria-la, é o mesmo processo de uma outra Bonsai. Todos os cuidados são necessários, e é preciso saber exatamente do que é preciso para que ela fique da forma exata no vaso raso.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre as bonsais e também em relação ao cravo da Índia. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas, ficaremos felizes em responde-las. Leia mais sobre plantas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Flor de Pessegueiro: Época de Florada, Características e Fotos

O Brasil é um país com uma grande variedade de espécies quando nos referimos à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *