Home / Plantas / Bichinho da Couve-Flor Faz Mal?

Bichinho da Couve-Flor Faz Mal?

A Couve-Flor: Origem e Benefícios

É um vegetal oriundo da Costa Norte do Mediterrâneo, da Ásia Menor e da Costa Oriental Europeia, introduzida em grande parte do território europeu a partir do Século XVI. Foi trazida ao Brasil e a América a partir da vinda de imigrantes italianos, que já tinham na sua cultura o costume de consumir os vegetais crucíferos.

A Couve flor pertence à família dos vegetais crucíferos, também das brassicáceas, onde o brócolis, o repolho, a couve-manteiga, a couve comum também fazem parte desta família. São herbáceas, muitas são bienais, possui um sistema radicular mais superficial, seus caules são curtos, pequenos e grossos, variando a coloração do verde claro ao verde escuro, as folhas são em formatos arredondados e seus pecíolos são compactos, achatados.

O tipo mais comum de couve flor, que nós brasileiros estamos acostumados a consumir e cultivar, é a couve flor branca. Ela é riquíssima em vitaminas do tipo B1, B2, K e C. É capaz de nos fornecer 80% do que nosso organismo precisa diariamente de vitamina C, em apenas 100 gramas do alimento, estão presentes 15% de vitamina K, ácido fólico e diversas fibras. É considerado por muitas pessoas um dos alimentos mais saudáveis do mundo.

Couve Flor: Plante em Casa

E se é tão saudável, o que nos impede de plantar este vegetal de tanta qualidade em nossas casas? Existem diversas maneiras de cultivo, seja em vasos, em jardineiras, em pequenas hortas ou para quem vive em apartamento e possui menos espaço, pode cultiva-la também em hortas verticais.

O primeiro passo é você escolher se prefere plantar semente ou mudas. O recomendado é que você procure alguma loja de jardinagem ou estufas e adquira algumas mudas. Ou se quiser sementes, existem tanto lojas físicas, como lojas on-line que vendem, no caso delas, é preciso germina-las antes de introduzi-las a terra.

Para a germinação o processo é simples: Basta que você introduza as sementes sobre um papel toalha parcialmente molhado (úmido) dentro de algum recipiente tampado, e esperar por alguns dias, as sementes então irão “abrir”.

Após a germinação, o próximo passo é cavar buracos rasos, de no máximo 0,5 cm a 1,25 cm no local em que você quer plantar e colocar as sementes dentro desses pequenos buracos, não se esqueça de regar sempre, ela adora água, mas também não a encharque, pois isso pode “roubar” os nutrientes dela.

A planta prefere climas mais amenos e baixas temperaturas, escolha um local onde a luz sol não a atinja diretamente. Um lugar ideal é onde seja possível que ela receba claridade e tome vento.

Quando você notar que suas plantas já estão com uns 15 centímetros, saiba que é hora de colhê-las, corte a haste central e busque conserva-la na geladeira, caso não for consumir no mesmo dia.

Bichinhos Indesejados

Algo que incomoda muito os cultivadores tanto de couve flor quanto de outros vegetais crucíferos, são os bichinhos que aparecem desde o período de semeadura até a colheita. São diversas larvas, lesmas, fungos, pequenos insetos que se alimentam e vivem nos vegetais e que podem aparecer com frequência se não nos alertarmos e tomarmos as devidas providências. Caso eles apareçam em sua plantação, saiba como preveni-la. O primeiro passo é saber identificar qual é o parasita que está lá para depois saber o que fazer.

Como Identificar qual Bicho Está na sua Planta

Quando as folhas de sua planta estiverem com traços mais viscosos, com pequenos círculos irregulares, é sinal que está com lesmas, uma ação preventiva pode ser cortar cilindros de garrafa pet e coloca-los sob a planta.

Quando as folhas estão com manchas brancas, é sinal Oídio, basta que retire as folhas infectadas para que não espalhe para as restantes.

Lesma na Couve Flor
Lesma na Couve Flor

Se perceber que sua planta está com um fraco desenvolvimento, com as folhas muito pequenas, com algumas larvas minúsculas e um pouco azuladas, saiba que isto é sinal da Mosca-da-Couve, o recomendado é que procure uma manta térmica e cubra-as.

Se analisar que existe algum tipo de colônia de insetos acinzentados e pequenininhos, pode ser o Pulgão-Cinzento, estes que se instalam na parte de baixo das folhas. A medida de prevenção a ser tomada é a retirada de todas as folhas que foram atingidas.

O Bichinho da Couve Flor Faz Mal?

A lagarta que produz o próprio repelente: Curiosidade

Foi feito um estudo nos Estados Unidos, na Academia Nacional de Ciências, junto com pesquisadores da Universidade do Arizona, que procurou entender por que uma praga (lagarta da borboleta) que ataca diretamente as plantas existe em tanta abundancia na terra. Eles chegaram à conclusão que a lagarta desse tipo de borboleta produz o seu próprio repelente contra insetos que podem danificar a couve.  Esta lagarta é coberta por pelos extremamente finos, que tem a função de “segurar” algumas gotas de uma substancia oleosa.

Tal substancia consiste basicamente em “mayolenos”, que são compostos químicos semelhantes ao que as próprias plantas produzem para se defender, principalmente de formigas.

A experiência foi feita de maneira em que lagartas de mais ou menos 4,5 milímetros foram analisadas em microscópios e notava-se que seu “pelo” era muito bem formado, esculpido e de estrutura muito fina, apropriado para segurar o seu repelente. Sendo assim, colocaram algumas formigas perto das lagartas para analisar o contato entre elas, e pode-se constatar que as formigas ficavam tentando se limpar da substancia, ao invés de atacar às lagartas, após esse primeiro contato, as formigas evitavam chegar perto das lagartas.

Sabemos que comer uma lagarta pode ser muito prejudicial ao nosso organismo, mas podemos reconhecer que ela é importante no combate a outros tipos de pragas, porém não devemos comê-las. Podemos nos atentar as diferentes formas de combate às pragas.

Caso você veja que sua couve flor está sendo atacado por alguns bichinhos indesejados, procure pesticidas naturais, sem substâncias químicas, por que podem prejudicar nosso organismo. Não se esqueça de sempre que for consumir qualquer alimento natural de lava-lo muito bem com água corrente.

Dica Para Lavar a Couve-Flor

Lavando a Couve Flor
Lavando a Couve Flor

Para se precaver de todos os bichinhos que atacam sua couve flor ou brócolis, existe uma maneira simples que muitas pessoas utilizam. O processo consiste em mergulhar as folhas afetadas em um recipiente com água, sal, limão e vinagre. Esperar por um tempo enquanto a mistura age sobre o vegetal, isso demora em média de 15 a 20 minutos, após isso, apenas escorra a água e toda a sujeira, os bichinhos vão embora junto com ela, deixando a couve flor pronta para consumo.

Veja também

Astromélia e Gérbera

Como Fazer Arranjo com Astromélia e Gérbera?

Astromélia Astromélia tem suas folhas torcidas e pétalas muito coloridas, são flores com significado muito …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *