Home / Plantas / Bambu Preto: Características, Como Cultivar, Cuidados e Fotos

Bambu Preto: Características, Como Cultivar, Cuidados e Fotos

O bambu preto é uma bela planta nativa do continente asiático cujos caules são pretos. Seu nome científico é Phyllostachys nigra. Pode atingir uma altura aproximada de 8 metros, com seus juncos chegando a 20 cm de espessura. E, como todos os bambus, tem um crescimento muito rápido, desde que as condições sejam favoráveis.

Este bambu é acaba atraindo muita atenção, graças à cor de suas hastes e ao tamanho que adquire quando se mostra como sendo uma planta adulta. É, sem dúvida, uma ótima opção para se ter nos jardins de todo mundo, desde que tenha umidade.

De fato, se ele não tiver água suficiente, informará sobre sua desidratação de forma peculiar. As suas folhas “fecharão” um pouco devido à seca. Esse é um detalhe que ajuda a cuidar da planta corretamente.

Quer conhecer mais particularidades do bambu preto? Continue lendo até o final e descubra tudo!

Bambu Preto
Bambu Preto e sua aparência

Descrição das Plantas de Bambu Preto

As plantas do bambu são consideradas altamente ornamentais por causa de seus juncos. Elas passarão de verdes para pretas no 3º ano de crescimento. Portanto, é necessário que se tenha alguma paciência para testemunhar esta maravilha em todo o seu esplendor. Isso é algo que você deve considerar se decidir plantar esse tipo de espécie.

O bambu preto também é considerado o mais resistente de todas as espécies. Quanto ao seu tamanho, este tipo é capaz de atingir alturas de até 9 metros. Já a circunferência de seus juncos, chega a alcançar pelo menos 5 centímetros de circunferência. As folhas são perenes, com uma cor verde brilhante e uma forma de lança.

Ter esse tipo de planta no jardim, sem dúvida, lhe dará uma personalidade única. Certamente que você será a inveja do bairro. Mas lembre-se de que ele não serve apenas para decorar, mas também pode-se dividir espaços com ele. Assim, consegue-se obter um pouco de privacidade devido às suas hastes longas.

O Bambu Preto é Invasivo?

Devido às mais de 1500 espécies existentes de bambu, podemos encontrar diferentes tipos. Estes crescem mais rapidamente, têm cores diferentes, podendo ser adequados ou não para interiores ou para o jardimNesse caso, o bambu preto (Phyllostachys nigra) é conhecido como um dos tipos mais invasivos de bambu.

Esse tipo de planta nativa da China é classificado como bambu corredor, o que significa que pode se espalhar rapidamente no subsolo. Mas, apesar disso, você pode cultivá-lo perfeitamente em sua casa, desde que mantenha os cuidados necessários, evitando essa possível invasão.

Como Plantar Esse Tipo de Bambu?

Uma das técnicas mais usadas para conter as raízes dessa espécie é usar uma barreira subterrânea. Você deve plantar perto da área onde deseja que o bambu preto cresça. Com isso, você poderá cultivar a planta apenas no local desejado e não espalhá-la por todo o comprimento do seu jardim.

Um dos materiais mais usados para fazer isso é a fibra de vidro ou polipropileno. Ele deve se projetar acima do solo aproximadamente em 5 cm para desencorajar as raízes e continuar crescendo.

O bambu preto pode crescer sob diferentes condições de luz, de sol pleno a sombra parcial. As novas plantações de bambu devem ser regadas regularmente até que sejam estabelecidas no solo. A adição de cobertura morta em torno da base das plantas também deve ser considerada para que a umidade seja retida.

Cultivar o Bambu Preto
Cultivar o Bambu Preto

Alguns Benefícios da Planta

Existem algumas boas razões para escolher o bambu preto para decorar o jardim e criar um belo paisagismo. Abaixo, listaremos as mais importantes.

  • Ela é um tipo de planta perene – Uma grande coisa acerca do bambu é que é uma erva perene. Essa é uma vantagem, mas também é uma pequena desvantagem, pois haverá menos folhagem para proporcionar privacidade;
  • Ele fornece uma barreira visual – A principal razão pela qual as pessoas optam por cultivar bambu preto é porque, com seu formato, obtém-se uma bela barreira visual. Funciona como uma cerca privativa, mostrando uma aparência natural;
  • O bambu tolera a seca – Como o bambu preto é tolerante à seca, é necessário pouco trabalho para cuidar e mantê-lo em boas condições. Isso também ajuda a reduzir a quantidade de irrigação que deve ser feita em uma planta adulta;
  • Ele fornece mais oxigênio – Outro aspecto maravilhoso é que os bambus realmente fornecem mais oxigênio por metro quadrado do que praticamente qualquer espécie de árvore. Esse é um grande benefício para as pessoas e para o meio ambiente;
  • Ajuda a controlar a erosão – Essa espécie possui um extenso sistema radicular, que é uma boa ajuda para controlar a erosão do solo.

Bambu Preto e Seus Cuidados

O bambu preto prefere o solo caracteristicamente úmido, com um pH que varia de muito ácido a ligeiramente alcalino. A fertilização não é obrigatória para o cultivo, mas você também pode optar por fazê-lo do meio para o fim da primavera com um fertilizante rico em nitrogênio.

Lembre-se de colocar a cerca no subsolo para conter suas raízes e não causar a invasão de todo jardim com esse tipo de bambu. É importante ressaltar que a rega deve ter uma boa frequência, especialmente nas primeiras semanas, para que possa assentar no chão.

Pragas ou Doenças

Geralmente é uma espécie livre de doenças. Embora alguns descuidos como solo ruim, pouca luz solar, falta de água no verão e uma área muito pequena ou com poucos nutrientes possam levar a sintomas que indicam estresse.

Os sinais de que algo está errado incluem:

  • Hastes pequenas e fracas que crescem em grupos densos;
  • Folhas amarelas;
  • Aparência opaca;
  • Junco seco ou quebradiço.
Bambu Preto com Hastes Pequenas
Bambu Preto com Hastes Pequenas

Remédios de Bambu

Tanto a espécie Phyllostachys nigra quanto outras do mesmo gênero têm uma longa tradição medicinal na China. É onde recebem o nome coletivo de zhu.

Suas propriedades curativas residem nas folhas, caules, raízes e seiva, e são praticamente iguais em todas elas. O bambu é calmante e diurético, servindo para parar sangramentos e vômitos. Além do mais é antipirético e combate infecções bacterianas.

O bambu preto também é expectorante, e o caule (zhu ru) e a seiva (zhu lz) são geralmente prescritos para tratar infecções pulmonares associadas à tosse. As folhas e raízes são usadas no tratamento de convulsões na infância.

Veja também

Qual a Matéria Prima do Algodão? Onde Ele é Produzido ?

A matéria-prima do algodão é o próprio algodão, ou seja, a fibra produzida pelo algodoeiro. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *