Home / Plantas / Bambu É Madeira? Ele Pode Ser Considerado Assim?

Bambu É Madeira? Ele Pode Ser Considerado Assim?

Muitos têm dúvida se o bambu é ou não madeira. O formato é, de fato, mas, a consistência do seu material parece não ser. Então, afinal, aqueles troncos de bambu são realmente madeira mesmo? É o que vamos descobrir agora.

Características do Bambu

Essa é uma planta que pertence à família das gramíneas, e que se subdividem em dois tipos bem distintos: os Bambuseae, que são aqueles bambus que possuem o nome de lenhosos, e odo tipo Olyrae, que são os bambus chamados de herbáceos.

A estimativa é que existem quase 1.300 espécies de bambus no mundo atualmente conhecidas, sendo uma planta nativa em praticamente todos os continentes, da Europa.

Ao mesmo tempo, podem ser encontrados em diversas condições climáticas, de zonas tropicais a temperadas, e também em diversas topografias geográficas, sendo localizados desde o nível do mar até a altitudes de 4.000 metros.

Os caules dessa planta são lenhificados, servindo na fabricação de diversos utensílios, desde instrumentos musicais a móveis, passando pela possibilidade de uso na construção civil.

Já a fibra do bambu é extraída por meio de uma pasta celulósica, cuja característica principal é ser homogênea e pesada, ao mesmo tempo em que não amassa. Essa fibra também possui um aspecto um tanto suave e reluzente, que se assemelha muito à seda.

Mas, o Bambu Seria Madeira?

Pra responder a essa pergunta, precisamos entender, primeiramente, o que é madeira. Antes de qualquer coisa, a madeira é um componente característico das plantas. Trata-se de um material heterogêneo (ou seja, feito de diversas substâncias), e que é constituído basicamente de fibras.

Basicamente, podemos dizer que a madeira é produzida por plantas lenhosas para servirem de sustentação mecânica. As plantas que produzem madeira são perenes, e são as que chamamos comumente de árvores. Os caules de grandes dimensões das árvores são denominados trocos, e crescem ano a ano em termos de diâmetro.

E é onde chegamos ao bambu, pois mesmo que seus caules sejam compostos de fibras e sejam lenhosos, as semelhanças com o que convencionamos chamar de madeira param por aí. Em especial, por conta da consistência dessa última, que é bem mais dura que o caule dos bambu.

Ou seja, bambu, em si, não é madeira. Mas, quem disse que o seu material não pode ser tão útil quanto?

Uma Alternativa Viável Às Madeiras Tradicionais

Há muito tem que os caules dos bambus são usados tanto como material de decoração, quanto de construção, substituindo a madeira em muitos momentos. Até mesmo porque esta sempre se caracterizou por ser pesada e de difícil manuseio, ao passo que o bambu é bem mais leve, flexível e de fácil transporte.

Só que atualmente esse material vem sendo usado com mais frequência do que se imagina, sendo uma alternativa à extração desenfreada de madeira, e a consequente derrubada generalizada de árvores nos últimos anos. O melhor de tido é que o crescimento de uma plantação de bambus é rápida e constante, já que os cortes são seletivos.

Fora ainda que o cultivo dessa planta não prejudica os solos ao redor, e o plantio em si de bambu ainda ajuda a combater a erosão e ainda auxilia na regeneração de bacias hidrográficas inteiras.

Além de poder substituir o uso de madeira, o caule do bambu ainda pode, a depender da situação, dispensar o uso de aço, e até mesmo de concreto em certas construções por aí. Isso tudo porque ele pode virar facilmente pilar, viga, telha, dreno e até piso.

No entanto, é preciso ficar atento a um detalhe: para que o caule do bambu possa durar tanto quanto madeira de lei, ele necessita ser “tratado” de acordo com as especificações do fabricante que vendeu o produto.

Por Que O Bambu É Tão Bom (ou Melhor) Do Que Madeira?

Raiz do Bambu
Raiz do Bambu

O grande segredo da resistência e da versatilidade do bambu está em suas raízes (ou, pra ser mais específico, em seu rizoma). Isso porque ele cresce se nenhuma limitação.

Isso, por um lado, é verdade, dificulta planta bambu próximo a outras culturas, mas, ao mesmo tempo, faz com que a planta fique forte o suficiente para ser usada em praticamente qualquer coisa.

Até mesmo a indústria automobilística atualmente está fazendo uso de fibras de bambu na carenagens e em outras estruturas dos veículos mais modernos.

Inclusive, de acordo com especialistas na área de silvicultura, o bambu ´possui uma capacidade produtiva bem maior da que a madeira tradicional. especialmente porque a sua rotatividade, como já falamos aqui, é bem mais rápida, mas também porque requer menos mão de obra para a sua colheita.

Com essa velocidade de crescimento um bambu normal atingir seu máximo tamanho em apenas 180 dias mais ou menos. Existem algumas espécies, por sinal, que podem crescer cerca de 1 metro por dia, atingindo a altura total de 40 metros. E, a partir de um primeiro broto plantado, dá pra criar uma pequena floresta de bambus em 6 anos.

Já em 10 anos, uma floresta de bambus já pode ser completamente estabelecida, com exemplares de tamanho suficiente para corte em escala industrial.

E, Quais as Outras Utilidades Do Bambu Além De Substituir a Madeira?

Fora essas funções para decoração e construção civil que citamos aqui, o bambu também pode ter outras finalidades bem interessantes. Sua fibra, por exemplo, pode ter propriedades antibacterianas bem fortes. Ou seja, essa planta pode facilmente ser usada na área medicinal.

Pra se ter uma ideia, as folhas de bambu possuem a maior concentração de sílica de todo o reino vegetal. Só pra constar: a sílica é um dos minerais mais importantes para o organismo humano, sendo responsável pela construção dos ossos, dos olhos e das unhas.

A folha dessa planta também é riquíssima em proteínas, fibras e compostos antioxidantes. Uma ingestão equilibrada dessa parte do bambu impede e remove a oxidação celular.

Para fazer o chá de bambu é bem simples. Basta pegar as suas folhas bem frescas e colocar em água fervente, deixando a infusão agir por cerca de uns 10 minutos. Recomenda-se a quantidade de 7 g de folhas para cada copo de água, com a ingestão de 1 copo diariamente, duas vezes ao dia (meio copo pela manhã e meio à tarde).

Veja também

Flores que Começam com a Letra T: Nome e Características

As flores são um dos maiores presentes que a natureza pode nos proporcionar. Elas encantam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *