Home / Plantas / Bambu Cana-Da-Índia: Características, Como Cultivar e Fotos

Bambu Cana-Da-Índia: Características, Como Cultivar e Fotos

O bambu é um material biodegradável, compostável e com propriedades excepcionais. Não precisa de fertilizantes, pesticidas ou irrigação para o seu cultivo e normalmente produz 30% mais oxigênio do que outras plantas. É uma alternativa perfeita ao plástico em muitos usos.
O bambu fazia parte da vida e da cultura do povo asiático, e continua a fazê-lo, na forma de suprimento de materiais de construção, música, aquecimento, roupas ou móveis e alimentos. Agora, no Ocidente, seu uso está sendo estendido como uma alternativa natural ao plástico.
Também conhecido como “a planta de mil usos”, o bambu é leve, resistente e capaz de crescer em alta velocidade. São algumas das características e vantagens do uso do bambu. É uma árvore da família das gramíneas e estima-se que existam mais de 1.000 espécies em todo o mundo, 50% delas pertencentes ao continente americano. Eles podem atingir até 25 m de altura e 30 centímetros de diâmetro. Aos 7-8 anos de plantio, o bambu ‘explode’. Começa a crescer e se torna uma das árvores que mais crescem.

Bambu Cana-Da-Índia
Bambu Cana-Da-Índia

Objetos

É aqui que podemos ver as maiores vantagens sobre o plástico, na fabricação de utensílios do dia a dia, como brincos, escovas de dentes, escovas de cabelo. E infinitos objetos que serão muito mais duráveis ​​e menos poluentes.
Para a fabricação de diferentes utensílios biodegradáveis ​​(toalhas de mesa, louças descartáveis, etc.), os melhores caules e fibras da planta são adequados.
Na Ásia, é usado há séculos e agora seu uso é prolongado. Aproveitando o fato de o tronco principal do bambu ser uma madeira muito dura, forte e flexível, oferece um bom material de construção para a construção de casas.
Além de construir casas, pode ser usado em galpões, cercas, paredes, andaimes, canos, pilares, vigas… É um material renovável, que cresce muito mais rápido que a madeira convencional e oferece vantagens técnicas, como resistência a forças mecânicas, por oferecer mais segurança que o aço ou o ferro, isola, não é sensível à umidade e não oxida.

Alimento

Já sabemos pela comida oriental que o bambu também está incluído nesta dieta. Secos, enlatados ou em forma de brotos frescos, são consumidos como condimento ou guarnição, não esquecendo o seu uso na fabricação de bebidas fermentadas.
Propriedades terapêuticas também são atribuídas a ele. Geralmente, os brotos de bambu são comestíveis, mas os de Phyllostachys pubescens são especialmente apreciados. A tradição diz que tem gosto de uma mistura de maçã e alcachofra e tem as propriedades nutricionais da cebola.
Podemos ter bambu em casa em uma panela, mas também é usado para fabricar têxteis e deixar para trás fibras sintéticas que, como vimos anteriormente, são uma fonte de contaminação de microplásticos que escapam pela máquina de lavar.
Sua aparência é brilhante como seda, muito macia ao toque e à luz, é antialérgica, mais absorvente que o algodão, com a capacidade de bloquear os raios Ultra Violeta, protegendo do frio e do calor. Possui boa permeabilidade, não enruga e é uma fibra muito higroscópica, absorve a umidade e confere aos tecidos uma agradável sensação de frescura.

Bambu Cana-Da-Índia Cortado
Bambu Cana-Da-Índia Cortado

O bambu tem um componente muito especial chamado Zhu Kun, um antibiótico natural capaz de eliminar o odor corporal causado pela transpiração.
Agora, o que acontece quando planto uma planta de bambu, suponha que a espécie Bambusa tuldoides, de 1,5 metro, alcance uma altura de 10 a 12 metros, uma vez desenvolvida. Qual é a velocidade do crescimento? Nesse caso, a cada brotamento, em geral, os bambus não invasivos ou matadores tendem a dobrar o tamanho de suas palhetas em cada broto anual. O tempo em que atingem a altura após o nascimento da cana é de 2 a 3 meses.
O momento e a maneira de plantar e os cuidados subsequentes influenciarão a velocidade de alcance dos tamanhos das espécies. É muito importante garantir a água durante a fase de estabelecimento.

Dicas

A adição de duas ou três polegadas de composto, casca ou folhas aos seus bosques de bambu protege as raízes do frio extremo e pode melhorar a resistência da sua planta em quinze graus! De vez em quando todos nós temos um daqueles invernos em que as temperaturas caem bem abaixo do normal por semanas a fio. Caso este inverno acabe sendo extremamente rigoroso para você, tomar essa precaução extra pode ser a diferença entre sua planta “impressionar” você com seu novo crescimento ou se recuperar lentamente até junho.

Plantação de Bambu Cana-Da-Índia
Plantação de Bambu Cana-Da-Índia

Bambu Cana-da-Índia

Phyllostachys bambusoides é um bambu sempre-verde que cresce a 8 m (26 pés) por 8 m (26 pés).
É resistente a zona (Reino Unido) 7. Está em folha o ano todo. A espécie é hermafrodita (possui órgãos masculino e feminino) e é polinizada pelo vento. Bastões amarelos dourados com listras verdes. Essas estrias são irregulares nos entrenós da base. Folhagem verde-escura brilhante e ligeiramente variada com branco-creme, mais densa na base do que a maioria dos bambus gigantes.
Indicado para: solos leves (arenosos), médios (argilosos) e pesados ​​(argila). PH adequado: solos ácidos, neutros e básicos (alcalinos). Pode crescer em semi-sombra (bosque leve). Prefere solo úmido.

Curiosidades

  • Nome científico ou latino: Phyllostachys bambusoides
  • Nome comum ou vulgar: Bambu gigante.
  • Família: Poaceae.
  • Origem: China, Índia.
  • Altura: 15-20 m.
  • Palhetas verde-escuras brilhantes.
  • Ele tem um rizoma rastejante.
  • Os botões aparecem no verão.
  • Além de seu interesse ornamental, este bambu fornece uma madeira dotada de excelentes qualidades de resistência e elasticidade, amplamente utilizada pelo artesanato no Japão.
Mudas de Bambu Cana-Da-Índia
Mudas de Bambu Cana-Da-Índia
  • Os brotos macios são comestíveis e muito apreciados.
  • Lugares ensolarados e úmidos.
  • Origens geográficas: Originalmente da China, nós o encontramos no centro da República Popular da China, cresce nos vales que fazem fronteira com o Yangtze e o Rio Amarelo. Cruzamos igualmente no Japão.
  • Dimensões adultas: 9 a 14 metros de altura.
  • Diâmetro da haste: 3,5 a 8,5 cm.
  • Folhagem: Perene.
  • Tipo de solo: Fresco e profundo. Tema o excesso de calcário.
  • Exposição: Sol.
  • Rusticidade: -20 ° C.
  • Desenvolvimento aleatório: variedade rasteira.

Propriedades

Os colmos deste bambu são verde claro, seus nós são marcados com uma pruina branca. Os juncos são sinuosos e um pouco ásperos ao toque, poderíamos dizer ‘com casca de laranja’. Sua folhagem é robusta e verde-clara. Seu porte é erguido.
A introdução na França data de 1840. Também é conhecida sob o nome de; phyllostachys sulphurea f. viridis Seus brotos jovens são comestíveis. Atenção, não confunda com Phyllostachys bambusoides, pois suas características gerais são muito semelhantes.

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *