Home / Plantas / Árvores Frutíferas de Pequeno Porte Para Jardim e Vasos

Árvores Frutíferas de Pequeno Porte Para Jardim e Vasos

Moradores de zonas urbanas sem quintais não precisam viver sem oxigenar e embelezar seu lar com árvores. Existem hoje variedades de árvores em miniaturas, anãs, envasadas, que podem ornar maravilhosamente seu terraço, varanda ou o espaço mais adequado em sua residência que tiver.

As variedades incluem também, pra tornar ainda mais deleitável, árvores frutíferas. Estas árvores frutíferas em vasos irão agradar em espaços limitados e criar varandas e terraços gourmet para o desfrute de toda a família.

Qual Variedade Pode ser Escolhida

Para decorar terraços e varandas, você pode usar diversas variedades cultivadas em vasos, a saber:

– frutas cítricas: laranjeira, limoeiro, tangerineira são ótimas opções, que estarão de volta no inverno em um quarto ensolarado e retornarão suculentas na primavera;

– existem no mercado atual as árvores frutíferas anãs que, apesar de serem tipo versão miniatura das grandes, produzem frutos abundantes do mesmo calibre das árvores tradicionais;

– e que tal umas opções de árvores frutíferas escalando encostadas a uma parede como uma pequena videira;

– outra ótima opção são as requintadas pequenas árvores de fruto vermelho que ocupam pouco espaço como framboesa, groselha, amora, etc.

Em geral, a altura dessas variedades de árvores frutíferas é freqüentemente de 1 m a 1 m 50. Em sua maioria florescem a partir da primavera e frutificarão logo em seguida, para o desfrute de toda a família. Mas lembre-se que, apesar de serem opções que se adequarão bem a seu ambiente interno, elas ainda precisarão de uma boa exposição solar.

Manutenção Dessas Árvores em Vasos

Mulher Fazendo Manutenção de Árvore Frutífera em Seu Jardim
Mulher Fazendo Manutenção de Árvore Frutífera em Seu Jardim

As árvores frutíferas em vasos que compõem o seu cantinho do paraíso exigem muita água. Também é aconselhável adicionar fertilizantes antes da floração.

Se você receber muitas frutas, não hesite em removê-las para evitar cansar a árvore e quebrar galhos. Você deve aprender a podar suas árvores no final do verão para obter uma abundante frutificação no ano seguinte.

Você pode plantar suas árvores frutíferas a cada dois anos, optando por um recipiente amplo e fundo o bastante para não atrapalhar as raízes. Informe-se sobre o vaso adequado para cada espécie que escolher cultivar.

No momento de envasar, você depositará bolas de adubo profundas com uma camada de barro ou cascalho. Você vai misturar metade adubo e metade da terra boa limpa. Você também adicionará um punhado de fertilizante orgânico.

Pitanga – Eugenia Uniflora

Arbusto bonito bem ramificado com folhagem verde bonita e muito frondoso. Linda floração branca característica. Deliciosas bagas vermelhas com nervuras, do tamanho de uma grande cereja, com um sabor muito refrescante. Pode ser cultivado em vasos de 7 litros, por exemplo, crescendo arbustos entre 1,20 a 1,40 metros.

Amora – rubus futicosus

Se há um arbusto agradável para cultivar mas especialmente “para provar”, é a amora. Envasado em ambientes internos, livre dos ventos, é capaz de se desenvolver até em lugares de invernos rigorosos pois ela não precisa de muita luz solar direta. Boa para crescer em aramados na sua varanda ou terraço, seu arbusto pode ser controlado a altura de 1,5 metros. Também pode ser conduzido ao longo de um suporte de pérgola ou um arco de passagem.

Jabuticaba – myrciaria cauliflora

Uma exótica que também fica bem envasada em recipientes fundos (vasos de 10 litros), que podem ser cultivadas em ambientes urbanos atingindo alturas de até 2 metros em vasos. São resistentes ao frio mas exigem boa exposição a luz solar. Suas flores brancas crescem diretamente no tronco e a fruta é preto-púrpura, com 3-4 cm de diâmetro.

Jabuticaba
Jabuticaba

Romã – punica granatum

A romã já é usada como planta ornamental há muito tempo. Variedades anãs dessa árvore, quando severamente podadas, permanecem a altura de 30 centímetros e oferecem muita beleza a um ambiente interno, mas para o usufruto de suas frutas, é preciso deixá-la se desenvolver a alturas superiores a 1,50 metros. Quanto mais desenvolvidas, melhor o sabor das frutas. A romã anão (punica granatum nana) forma um pequeno arbusto com flores alaranjadas que dão frutos pequenos, mas ainda comestíveis.

Romã
Romã

Acerola – malpighia glabra

Uma pequena árvore frutífera arbustiva que produz flores rosas e frutas vermelhas que lembram uma cereja, pelo menos na aparência. De cultura bastante fácil. Muitas vezes tem sido confundido com a árvore cultivada malpighia emarginata, só que esta aqui é uma variedade anã, com frutos insípidos pequenos e uma estrutura de flores muito diferente.

Acerola
Acerola

Maracujá – passiflora edulis

Esta é uma planta escaladora, boa pra revestir como malhas algum ambiente reservado pra vegetação, produzindo linda floração roxa. Esta produz frutos de casca amarela mas alguns dão preferência a variedade passiflora incarnata que produz frutos de casca roxa, alegando serem melhores pra manter limitadas em seu espaço. Ambas precisam ser cerceadas, podadas pois, do contrário, crescerão vigorosamente.

Maracujá
Maracujá

Goiaba – psidium guajava

A goiabeira é uma pequena árvore tropical que cresce em média 5 a 6 metros de altura, mas se a poda for adequada, não excederá a altura de 3 m. É uma planta resistente que também pode ser cultivada em recipientes. Você irá deliciar-se com suas flores perfumadas, frutas deliciosas e bela aparência tropical.

Goiaba
Goiaba

Carambola – averrhoa carambola

É uma suculenta fruta tropical com um delicioso sabor azedo. Variedades anãs dessa árvore podem ser cultivadas em vasos, atingindo uma média entre 60 centímetros a até 1,30 metros. com uma ótima e abundante produção de frutos comestíveis, além de uma floração impressionante e bela.

Carambola
Carambola

Manga – mangifera indica

Planta para vasos grandes e profundos que não produzirá flores muito bonitas, mas a árvore em si é magnífica em interiores quando cultivada adequadamente e a produção de frutos deliciosos compensará a falta de beleza nas flores.

Manga
Manga

Kiwi – genus actinidia

Se você gosta de desafios e mora nas regiões quentes e úmidas do Brasil, o cultivo de kiwi em vasos pode ser interessante pra você. Sua produção de frutos pode demorar e exigir cuidados na manutenção, mas envasada essa árvore pode se manter a alturas médias de 1,5 metros e sua floração compensa o trabalho.

Enfim, cada fruta envolve um cuidado e conhecimento específico; e será necessário maiores informações sobre as técnicas necessárias para sua manutenção envasada e nos interiores residenciais. Descuido e falta de informações tornarão a possibilidade de frutificar improvável.

Kiwi
Kiwi

Mas com o devido zelo e carinho por seu jardim interno, a beleza da floração e o usufruto delicioso de seus frutos certamente compensarão todo o empenho em zelar por essas belas e exóticas espécies.

Veja também

Cajueiro Anacardium: Características, Nome Científico e Fotos

O cajueiro (nome científico Anacardium occidentale) é um vegetal pertencente à família botânica Anacardiaceae e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *