Home / Plantas / Arroz Carnaroli Italiano: Origem, Preço e Como Fazer

Arroz Carnaroli Italiano: Origem, Preço e Como Fazer

Uma das coisas mais ricas que temos no mundo é a culinária de diversos países. A diversidade de alimentos é enorme, e a sua forma de preparo, mais ainda, mesmo aquele tipo de comida bem básica. O bom e velho arroz possui algumas variações bem interessantes, como é o caso do carnaroli italiano, um dos melhores grãos para se fazer risotos, por exemplo.

Vamos saber mais um pouco sobre ele, e como fazer ótimos pratos a partir desse arroz?

Características do Arroz Carnaroli Italiano

Em comparação a outros tipos de arroz, o carnaroli italiano é mais arredondado e comprido. O seu cultivo é feito nas províncias de Pavia, Novara e Vercelli , localizadas ao norte da Itália. Inclusive, esse tipo de arroz tem “história pra contar”.

No ano de 1839, por exemplo, um determinado padre jesuíta reuniu uma variedade imensa de arrozes vindos das Filipinas, local onde era missionário. Justamente na parte norte da Itália, que é onde ficava a sede de sua ordem, ele começou a fazer cruzamentos entre os grãos, conseguindo, dessa forma, três variedades: arbóreo, carnaroli e vialone nano.

Rico em amido, o arroz carnaroli italiano libera uma substância que deixa is alimentos com uma consistência bem cremosa durante o seu cozimento. Indicado por compor risotos, o carnaroli é tão valorizado que recebeu o apelido de “rei dos arrozes”.

Outra característica marcante desse grão é que ele permite com que se absorva o sabor de muitos ingredientes adicionados ao prato. Dessa forma, toda e qualquer comida com ele fica bastante deliciosa, pois numa sabor de nenhum ingrediente ali se “perde” por completo.

Outras Características do Arroz Carnaroli Italiano (Aparência, Composição, Preço, etc)

Esse tipo de grão é considerado um arroz de tamanho médio. No entanto, em se tratando de arrozes italianos, ele é considerado um grão longo, possuindo quase 7 mm de cumprimento. Porém, ao mesmo tempo, ele é mais fino do que o arborio, possuindo uma grande quantidade de amilose, o que dá grande cremosidade ao prato.

É o arroz preferido dos italianos (com exceção, no entanto, da região de Vêneto, onde o grão preferido é o arroz vialone nano). O carnaroli é consistente, saboroso, e que cozinha em um tempo máximo de 18 minutos.

Características do Arroz Carnaroli Italiano

Já em termos de valores, o quilo desse arroz varia bastante de preço, mas, as melhores marcas ficam entre R$ 30,00 e R$ 45,00. De fato, trata-se de um arroz um tanto caro, porém, é um dos melhores para o preparo de prato específico, como o risoto, por exemplo.

E, falando em preparação de pratos, vamos apresentar, a seguir, duas receitas de como usar esse arroz em risotos bastante deliciosos. Bom apetite!

Algumas Receitas com Arroz Carnaroli Italiano

Risoto de Parmesão

Ingredientes: 1 tablete de caldo de carne claro, 5 colheres de sopa de manteiga, 1 colher de sopa de azeite de oliva, 1 cebola pequena, 2 xícaras de chá de arroz carnaroli, 5 xícaras de chá de água, 1 xícara de chá de parmesão ralado na hora e sal a gosto.

Modo de preparo: pegue uma panela com o caldo de carne dissolvido em 5 xícaras de chá de agia mais ou menos, e leve ao fogo baixo. Deixe a mistura no fogo por cerca de 5 minutos, ou até ferver tudo. É importante mantê-la aquecida.

Já numa outra panela de fundo grosso, coloque 4 colheres de manteiga, o azeite e a cebola. Leve tudo ao fogo e refogue, mexendo algumas vezes, por aproximadamente 2 minutos, ou até que a cebola fique transparente. Junte, então, o arroz sem lavar, e refogue, mexendo bem rápido e sem parar. Faça isso por uns 4 minutos, ou até os grãos ficarem brilhantes.

Adicione o caldo fervente e deixe cozinhar, mexendo o tempo todo, raspando até mesmo o fundo da panela e nas laterais por cerca de 1 minuto. Repita essa operação mais umas 10 vezes até que o arroz fique al dente.

Prove o arroz depois de uns 15 minutos de cozimento. O risoto, enfim, ficará pronto quando o grão ficar macio, porém, firme. O resultado, por sua vez, deve ser uma preparação única, no entanto, sem o caldo. Quando faltar cerca de 2 minutos para o arroz ficar pronto, é só adicionar o queijo e a manteiga restantes.

Mexa bem, e adicione o sal. Por fim, é só retirar o arroz do fogo, e servir após uns 3 minutos, não mais do que isso.

Risoto de Tomate Seco, Rúcula e Mussarela

Ingredientes: 1 maço de rúcula picada, 100 gr de tomate seco em pedaços, 1 colher de sopa de azeite de oliva, 1 xícara de café de vinho branco seco, 1 colher de sopa de cebola picada, 1 colher de sopa de manteiga, 400 gr de arroz carnaroli sem lavar e 150 gr de mussarela em cubos.

Caldo de legumes: 1 litro e meio de água fria, 40 gr de cenoura em pedaços, 25 gr de alho-poró em rodelas, 1 maço de ervas frescas e sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo: pegue uma panela, e refogue a rúcula e o tomate seco no azeite. Junte, então, um pouco do vinho branco, espete evaporar, e reserve a mistura. Use a manteiga para dourar a cebola, acrescentando depois o arroz, e deixando refogar por alguns minutos. Faça a adição do restante do vinho branco, deixando que ele evapore em fogo alto.

Aos poucos, falca a junção do caldo de legume praticamente em ponto de fervura, cozinhando por 17 minutos e mexendo de vez em quando. Quando o arroz for secando, coloque mais caldo ainda. Então, retire do fogo e junte a rúcula, o tomate seco, o restante da manteiga e a mussarela. É só misturar bem e servir.

Para o preparo do caldo de legumes, é bem simples. Pegue uma panela, e coloque todos os ingredientes, levando tudo ao fogo. A partir do momento em que ferver, reduza o fogo, tampe a panela, deixando até que o caldo seja reduzido pela metade. Depois, basta retirar do fogo, e passar em uma peneira para colher o caldo que será usado no risoto. Pronto!

Gostou das dicas? Agora, é aproveitar para fazer as suas próprias receitas com o carnaroli italiano. Pode ter certeza de que você não irá se arrepender.

Veja também

Arroz Branco na Tigela

Arroz Branco Tem Açúcar? Quais os Seus Nutrientes?

O arroz é um grão rico em amido usado como ingrediente básico por mais da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *