Home / Plantas / Araçá- Tempo Para dar Fruto – O que Fazer com Araçá?

Araçá- Tempo Para dar Fruto – O que Fazer com Araçá?

O sucesso na obtenção de bons frutos do araçá, no tempo certo, bem como de variedades  de outros frutos, inicia-se no cuidado ao se  plantar o arbusto. Algumas dicas incluem a seleção de sementes presentes em frutos bem sadios, de boa aparência, bem formados que caem da árvore e não infectados por pragas.  A polpa fornece informação quanto à saúde do fruto, basta observar  seu aspecto.  Frutos infectados pela mosca das frutas  (Anastrepha spp.)  apresentam manchas escuras e gelatinosas na polpa da fruta.

Nome Científico:Psidium cattheianum
Família: Myrtaceae

Cultivo do Araçá

Depois de selecionada as sementes devem ser lavadas e secadas completamente, de preferência, envoltas em papel,  garantindo a eliminação completa de umidade, durante alguns dias. Prefira as sementes que não escureçam excessivamente durante este período.  Coloque 4 a 5 sementes  num substrato contendo uma mistura de terra comum (argila), areia e esterco, enterrando-as  a pouca profundidade, num vaso ou outro recipiente de tamanho médio, de no máximo 20 cm. de largura. Regue com moderação. Estima-se que em cerca de um mês, conforme as condições de clima e temperatura, suas sementes germinem.

Recomenda-se fazer a transposição das mudas dos vasos para a terra durante o período de chuvas, quando as plantas alcançarem 50 a 60 cm. Dê preferencia a locais que normalmente recebem bastante incidência de sol e com solo rico em matéria orgânica, como próximo de galinheiros, por exemplo. Abra uma cova com pelo menos 50 cm de largura e profundidade e enriqueça-a com húmus decomposto, aconchegue a planta e regue generosamente.

Algumas recomendações adicionais quanto ao plantio incluem a necessidade de se manter um espaçamento de 4 mts. entre as mudas, e de um cm. entre as sementes. Adubar a terra com esterco, antes da transposição das mudas e repetir este procedimento a cada dois anos.Com nutrição e regas adequadas, espera-se que o araçá floresça e frutifique durante o ano todo, após o segundo ano de plantio, possibilitando até três colheitas de fruto no pé, durante uma semana, geralmente entre os meses de setembro e abril.

Frutos do Araçá

Embora seguindo todas as recomendações, algumas plantações de araçá não logram frutificar de maneira adequada, fornecendo uma produção irregular de frutos ou mostrando-se completamente estéril, frustrando as expectativas de seus cultivadores.

Alguns fatores podem contribuir para esta anomalia:

Todas as plantas demandam observação e cuidados frequentes em relação as seguintes estruturas da planta: o crescimento do caule, a formação das folhas, bem como sua rigidez e coloração, o desdobramento dos galhos, o sentido de crescimento entre outros. Muitas vezes uma planta é cultivada e tais observações não são corretamente verificadas a tempo de ser corrigidas e ainda assim espera-se que a mesma frutifique.

As Frutas do Araçá

Observações como as recomendadas sinalizam para a necessidade de podas, em períodos regulares, controle de nutrição, exposição a luz, eliminação de pragas e regulação hídrica, por exemplo.

Os vegetais executam vários ciclos antes da frutificação, como por exemplo a floração. Nesta fase há de se observar a presença de insetos polinizadores, que podem ser pássaros, besouros, abelhas, formigas, moscas ou até mesmo morcegos. A inexistência destes agentes em sua região, fatalmente impedirá sua planta de frutificar, pois o ciclo reprodutivo não está se completando, neste caso tome medidas preventivas caso observe a morte de muitas flores.

Normalmente a morte precoce da flores, comprometendo a formação dos frutos está relacionada a falta de nutrientes como o potássio. Neste caso a recomendação é adubar a planta com cloreto de potássio. A utilização de cinzas da queima de madeira e NPK (composto de nitrogênio, fósforo e potássio) igualmente produz bons resultados.

 O Que Fazer com Araçá

O sabor destacado e as propriedades nutracêuticas do araçá tem chamado bastante a atenção e gerado grande interesse em sua exploração comercial, entretanto tem-se mostrado uma fruta de deterioração muito precoce, portanto vida útil muita curta após sua colheita.

A quitosana, produto obtido através da manipulação da quitina extraída do exoesqueleto dos crustáceos, utilizada em cicatrização de ferimentos, tem sido testada desde 2007 como conservante pós colheita do fruto. A quitosama apresenta propriedades filmogênicas, atuando como indutor de resistência a agentes patogênicos. Em tais experimentos parâmetros como: podridão, danos fitotóxicos, perda de massa, firmeza da polpa, acidez titulável, sólidos solúveis totais e avaliação sensorial foram analisados, apresentando resultados promissores.

Uso do Araçá

A participação do araçá ainda é muito modesta, quase restrita a produção de sucos e marmeladas, em virtude de tais dificuldades e ainda demanda muitas pesquisas que propiciem sua popularidade e utilização industrial que explore adicionalmente suas possibilidades.

A árvore, em virtude do seu tamanho, manda bem em projetos paisagísticos de jardins residenciais ou públicos, pequenos pomares e projetos para a recuperação de áreas degradadas, pois tem crescimento rápido e atrai a fauna. Também se desenvolve bem em vasos grandes. Soma-se a isso, é adaptável a vários tipos de solo e clima.

Na construção civil, na confecção de cabos de ferramentas e fornecimento de lenha e carvão a madeira do araçá é bastante recomendada pois apresenta-se como bastante durável em lugares secos. É própria para aplicação em obras de torno e para a confecção de peças que exijam resistência.

Benefícios do Araçá

Seus frutos de cor vermelha possuem importantes propriedades nutracêuticas e mostram-se deliciosas no consumo in natura ou na forma de doces, geleias ou sucos. Possuem grandes quantidades de vitamina A, B e C, além de proteínas e carboidratos. O óleo retirado de suas folhas é empregado como antidiarreico e antibiótico, por apresentar forte atividade contra bactérias. Suas raízes são utilizadas como diuréticas e também antidiarreicas.

Outras propriedades do araçá incluem a presença de antioxidantes, carboidratos e proteínas contidas nas vitaminas A, B e C nos quais é rico, sendo indicado para o tratamento da prisão de ventre, gripe resfriado, infecções, quadros de nervosismo e ansiedade, além de atuar no combate ao excesso de ácido úrico e retenção de líquidos. É ainda rico em fósforo, ferro e cálcio, sendo usado também para combater inflamações da garganta e boca, intestino e órgãos genitais, além de atuar como anti-hemorrágico. O suco feito com o fruto pode ser utilizado para tratamentos de saúde devido ao seu alto valor nutricional e o baixo teor de açúcar, além de grande quantidade de compostos fenólicos, vitaminas e sais minerais.

Vale a pena incluí-la em seu cardápio.

by [email protected]

Veja também

Lágrima de Cristo

Lágrima de Cristo Doente, Secando ou Morrendo: O Que Fazer?

Esta floração, conhecida como Lágrima de Cristo, é um membro da família das plantas Verbenaceae …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *