Home / Natureza / Tudo Sobre O Solo Arenoso: Como Recuperá-lo? Por que ele existe?

Tudo Sobre O Solo Arenoso: Como Recuperá-lo? Por que ele existe?

O solo arenoso é uma região que apresenta areia em sua maior constituição, e por isso não é um solo tão produtivo quanto outros.

As regiões arenosas apresentam pouca vegetação, devido à falta de água, que dificilmente se mantém na superfície, se infiltrando diretamente para regiões mais profundas do solo.

O fato do solo ser arenoso, não significa que o mesmo seja improdutivo. É possível cuidar do solo a ponto de torna-lo viável à produção, mas isso só ocorrerá pelo manejo do solo, onde cuidados serão necessários.

A adubação química e orgânica do solo arenoso, assim como constante irrigação, serão os passos definitivos para fazer com que esse solo pobre em nutrientes, venha a apresentar um quadro positivo.

O solo arenoso é comum em várias regiões do Brasil, mas principalmente no Nordeste, onde grandes faixas territoriais são tomadas pelo solo arenoso, apresentando um deserto infrutífero.

O solo arenoso, porém, é muito suscetível à erosão, e esse é um dos principais motivos que o torna improdutivo em relação a plantações, por exemplo, já que, dependendo de fatores abióticos, o solo pode ceder.

Para que o solo seja considerado arenoso, é necessário que o mesmo tenha 70% de sua área composta por areia.

Tipos De Solo Arenoso

Apesar de ser um solo de características únicas, onde a presença de areia é o fator principal, existem, ainda, outras composições que definem melhor o tipo de solo arenoso de determinada área.

1. Solo Arenoso

Solo Arenoso
Solo Arenoso

O solo apresentado mais acima, caracterizado pelo PH ácido, infiltração fácil e pobreza em nutrientes.

2. Solo Argiloso

Solo Argiloso
Solo Argiloso

É um solo um pouco diferente do solo arenoso, já que apresenta concentrações de argila, o que torna possível o acúmulo de água.

Uma grande diferença entre solo arenoso e solo argiloso se dá quando chove, onde o solo arenoso fica apenas úmido, enquanto o solo argiloso se transforma em lama.

3. Solo Árido

Solo Árido
Solo Árido

É um tipo de solo que, originalmente, era rico, e acabou ficando pobre devido à ação das intempéries ou ação humana, e agora encontra-se desértico, geralmente composto por areia fina.

Esses são os principais tipos de solo que apresentam areia na maior parte de sua composição, porém, os tipos de solos, em geral, são dezenas, sendo esses ricos em nutrientes ou não.

Para que partes desses solos possam produzir, é necessário fazer o plantio em rotação, que é trocar o tipo de plantação após cada colheita, fazendo o solo ficar cada vez mais forte e adaptável.

Como Recuperar um Solo Arenoso?

O solo arenoso está presente em grande parte do Brasil, principalmente na região norte, porém, quase todas as regiões apresentam alguma parte arenosa, seja ela grande ou pequena.

Atualmente, recuperar um solo arenoso não tem sido mais uma opção, e sim uma obrigação, já que cada vez é mais necessário espaço para o plantio, já que o consumo de áreas ricas, como partes da Floresta Amazônica ou Mata Atlântica sofrem a cada dia com o risco de animais e plantas entrando em extinção.

As formas mais plausíveis de fazer com que solos arenosos voltem a ser produtivos, se dá através da adubação e irrigação de áreas específicas, e assim começar o processo de alastramento.

Recuperar áreas quilométricas é possível, porém, demanda bastante dedicação e paciência, já que o solo arenoso deve ser reconstituído parte por parte.

A retenção de água é muito difícil e a decomposição orgânica ocorre apenas na superfície, o que faz com que os nutrientes não sejam devidamente absorvidos pelas raízes das plantas.

Geralmente, a recuperação de um solo arenoso demanda estudos agrônomos para melhor entendimento dos melhores e mais produtivos nutrientes que precisam ser inseridos na retomada do solo.

Existe ainda, vários tipos de adubos que foram desenvolvidos para esse propósito, caso a intenção seja fazer tudo por conta própria.

Recuperar Solo Arenoso Com Adubo Químico Ou Orgânicos?

Existe essas duas formas de recuperar um solo arenoso, e saber qual forma usar será definitivo na hora de recuperar uma área com pouco fertilidade, já que não basta, simplesmente, adubar com qualquer coisa.

Usar o adubo impróprio pode fazer com que o solo se torne ainda mais seco, diluindo mais ainda a granulação da areia, fazendo ser cada vez mais difícil do mesmo reter água da irrigação.

A recuperação do solo arenoso com a utilização de adubo só deverá ser feita quando a adubação com elementos orgânicos não funcionar.

A intenção de elementos orgânicos enterrados nas áreas arenosas é fazer com que as sementes plantadas se enriqueçam com a decomposição de tais elementos, dando assim, energia o suficiente para que a planta cresça e se desenvolva.

Porém, se não houver forma de fazer com que haja um desenvolvimento pleno das plantas em solo arenoso, será necessário analisar aspectos como profundidade e granulação da área arenosa, para assim concluir qual tipo de adubação será a correta a ser feita.

Por Que O Solo Arenoso Existe?

É interessante pensar na origem de um solo arenoso, já que, por vezes, é possível observar uma região arenosa circundada por áreas verdes e ricas.

Os solos arenosos nasceram da decomposição de rochas e outros minérios, por isso, atualmente, se encontra em um estado granulado. Essa decomposição se deu através de intempéries como chuva e vento.

Esse fato do solo arenoso ser granulado, faz com que a água escorra facilmente, ou seja, se houver uma planta que foi plantada intencionalmente em uma área arenosa, não conseguirá absorver essa água.

A areia das praias são todos granulados trazidos de inúmeras partes que vem sido depositados a milhares de anos em tais áreas, por isso, como foi citado anteriormente, o solo arenoso possui uma tendência invasora, e vai consumindo as áreas ao arredor, se não for bem cuidada.

As maiores áreas arenosas do mundo são os desertos, e mesmo neles há vida, pois, a natureza ainda consegue fazer com que algumas plantas se adaptem a esse tipo de solo, criando reservatórios de água, para que as mesmas plantas não morram com a falta de água no solo.

Um exemplo de planta com reservatório de água é o cacto, que consegue viver dias sem chuva ou irrigação.

Veja também

Sapo Flamenguinho é Venenoso? Ele pode Matar?

Além de muitos terem ojeriza a sapos, muitas vezes, devido à sua aparência, é certo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *