Home / Natureza / Tratamento Para Picada de Cobra Coral

Tratamento Para Picada de Cobra Coral

Locais Determinantes Para Picada de Cobra Coral

É possível que ao limpar o quintal, ou em dias de chuva forte, ver uma cobra rastejando pelo gramado e indo para lugares de convívio humano. Na maioria das vezes quem soa o alarme são os cães, que sofrem o risco de serem picados pelo fato de amedrontarem o réptil.

Na maior parte das vezes, essas cobras não são venenosas, e apenas machucam devido os furos de suas presas. No entanto, não se pode excluir a possibilidade de que uma cobra peçonhenta possa aparecer, de repente, como a cobra coral.

A Perigosa Coral Verdadeira Enrolada na Grama
A Perigosa Coral Verdadeira Enrolada na Grama

Há relatos, principalmente de pessoas que vivem em casas mais perto de matas densas, de cobras que entram e até mesmo fazem ninhos dentro de casa, em cima do forro ou no porão. Aterrorizante, não é mesmo?

Em algumas culturas, principalmente na indiana, há muitas espécies de cobras que, acredite ou não, podem ser domesticadas e conviver normalmente com as pessoas. As espécies mais conhecidas de cobras domesticadas são as jiboias, que são cobras que não possuem veneno e podem chegar a tamanhos absurdos de mais de 4 metros.

Jibóia Domesticada Enrolada no Pescoço de Um Homem
Jibóia Domesticada Enrolada no Pescoço de Um Homem

Outra espécie de cobra que pode ser domesticada é a Cobra Coral Falsa, que chega a 1 metro e meio, no máximo. Mas é nesse ponto que existe um grande risco. A cobra coral falsa não é venenosa, mas possui quase exatamente a mesma aparência da Cobra Coral autêntica, por isso recebe o mesmo nome. Se, repentinamente, uma pessoa achar que a cobra é uma coral falsa e se enganar, esta pessoa estará sujeita a uma das picadas mais venenosas do mundo animal.

Um grande número de casos envolvendo a picada de cobras se dá nas trilhas, que são percursos realizados por pessoas aventureiras que buscam um maior contato com a natureza. Esse contato, infelizmente, às vezes, acaba sendo próximo demais. As cobras nem sempre estarão nítidas ao olhar, pois essas dominam a arte do silêncio e da camuflagem, pois precisam dessas ferramentas para poder caçar e sobreviver.

É vital, ao realizar uma trilha, que a pessoa sempre vá em grupo e que sempre haja celulares para entrar em contato com o socorro, pois dependendo do local da picada, o tempo será um fator determinante para a sobrevivência da pessoa.

Picada de Cobra Coral
Picada de Cobra Coral

Cobras são excelentes nadadoras, dessa forma, sempre que houver rios, é importante lembrar de que, possivelmente, cobras podem estar submersas. A cobra coral é um dos répteis que adora nadar e sempre é encontrada em regiões úmidas.

Tratamento e Primeiros Socorros

Primeiro Socorros de Picada de Cobra Coral
Primeiro Socorros de Picada de Cobra Coral

Quando alguém é mordido por uma cobra, o desespero toma conta. Os principais motivos que levam a esse desespero é a dúvida sobre que cobra era aquela e se ela possuía veneno ou não, e se possui, qual é a força desse veneno e o que ele pode fazer a sua vítima. Essas são dúvidas que precisam estar definidas, pois é através dessas informações que vidas podem ser salvas.

Além da aflição da vítima, as pessoas próximas também podem se sentir completamente de mãos atadas, por esse motivo, é importante conhecer os primeiros procedimentos que devem ser tomados:

1º Passo:

– Identificar a cobra, ou tirar uma foto da mesma, pois isso poupará bastante trabalho.

– Anotar o horário da picada; dessa forma o doutor ou a doutora saberá a dosagem correta de antídoto, caso haja veneno.

2º Passo:

– Acionar uma ambulância; um celular é peremptório nessas ocasiões.

Ambulância
Ambulância

3º Passo:

– Acalmar a vítima, deixando-a sentada ou deitada. É muito importante nesse momento, analisar em volta, pois, por exemplo, se a picada foi na mata, a cobra ainda pode estar por perto.

– Descansar em um local seguro;

– Não movimentar a vítima mais do que o necessário, pois os movimentos podem fazer o veneno fluir com mais facilidade na corrente sanguínea.

Acalmar a Vítima
Acalmar a Vítima

É de suma importância não realizar procedimentos incorretos, pois ao invés de ajudar, a pessoa irá atrapalhar. Por exemplo:

– Não espremer o local no intuito de tirar algum ferrão ou de expelir o veneno;

– Não tentar puxar o veneno com a boca; apenas sangue será drenado.

– Não massagear a área para amenizar a dor da vítima; a massagem fará com que o veneno surta efeito mais rápido.

– Não lavar com água ou passar álcool no local;

– Não matar a cobra.

Consequências do Não Tratamento

É possível que uma pessoa que sofra a picada de uma cobra não sinta nenhuma dor, dependendo da cobra e de seu tamanho também. Esse tipo de situação faz com que essa pessoa pense que não haverá nenhum tipo de complicação, pois se a cobra fosse venenosa, doeria ou a pessoa sentiria algum efeito na hora da picada. Essa conclusão é altamente errônea. A picada da cobra coral é uma das mais perversas do mundo reptiliano e não causa nenhum efeito momentâneo.

Se, por acaso, a pessoa sofrer a mordida de uma cobra coral e não realizar os procedimentos devidos, essa pessoa poderá entrar em óbito dentro de dias.

Ao sofrer a picada de uma cobra peçonhenta, não há a necessidade de entrar em pânico. Apesar do veneno ser forte, esses levam horas para atacar os sistemas do corpo. Isso não significa que não é necessário ir ao médico logo após a picada, pois isso é o ideal a ser feito. Quanto antes o tratamento, mais rápido o veneno inoculado será detido.

Se não houver o tratamento correto, a vítima sofrerá inchaços na região picada. O veneno da cobra coral atinge o sistema nervoso, isso fará com que a pessoa comece a ter queda de pressão, levando à sonolência, quando as pálpebras não conseguem mais se sustentar. Após a sonolência, vem a paralisia do corpo, que é o momento onde certos órgãos deixarão de funcionar normalmente, fazendo a vítima deixar de respirar. Esse processo leva cerca de um mês para ocorrer, portanto, não há razão para desespero. Só se chega nesse estado se a vítima quiser que chegue.

Como os Médicos Cuidarão do Paciente Envenenado?

Alguns lugares do Brasil, onde a incidência de cobra é maior, os estudantes de medicina passarão por treinos para saber como lidar com esse tipo de ocorrência, e em alguns casos pode ainda haver uma especialização na área. Isso quer dizer que nem todos os médicos e médicas estarão aptos a resolver uma situação de envenenamento por cobra.

Alguns terão noções básicas, enquanto outros saberão exatamente o que fazer.

No estoque hospitalar sempre haverá ampolas com os soros para as cobras peçonhentas existente nos territórios. Se não houver, uma simples ligação para institutos que estudam os répteis resolve.

Fornecer um soro de jararaca para combater uma mordida de cobra coral não surtirá efeito nenhum. Cada cobra tem seu antídoto correspondente.

Veja também

Citoesqueleto

Principais Componentes do Citoesqueleto e Suas Funções

O corpo humano é muito rico em detalhes, que conferem às pessoas um nível de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *